conecte-se conosco



Nacional

Ladrão beija idosa e recusa dinheiro dela durante assalto; assista

Publicado

em

frame de pessoa sendo roubada em loja
Câmeras de Segurança/Reprodução

Idosa ganhou beijo de suspeito enquanto loja era assaltada

Câmeras de segurança de um mercado na cidade de Amarante, no Piauí, flagraram o momento no qual dois suspeitos roubam o local no fim de um expediente.

Pelas imagens, é possível observar que uma idosa , a única cliente presente no local, tenta entregar os pertences dela enquanto os suspeitos revistam o dono do estabelecimento. Nesse momento, o rapaz que roubava a loja dá um beijo na testa dela.

Toda a investida durou pouco mais de um minuto e os suspeito, que estavam de capacete, fugiram do local. Um policial à paisana chegou a perseguir os dois rapazes, mas não conseguiu prendê-los.

O dono do mercadinho acionou a polícia militar e ainda vai prestar boletim de ocorrência. Não há informações sobre quanto dinheiro foi levado.

 

Comentários do Facebook

Nacional

Médica relata agressões por parte de frequentadores de ‘festas de corona’

Publicado

em

A médica Ticyana D’Azambuja, de 35 anos, moradora do Grajaú, na Zona Norte do Rio, e que atua na linha de frente do combate ao coronavírus recorreu às redes sociais neste fim de semana para relatar uma outra batalha: pela sua tranquilidade e direito ao descanso. Quando devia estar recuperando as energias para mais um plantão, a profissional disse ter sido agredida por cinco pessoas, que seriam frequentadores de uma suposta “festa do corona”, realizada neste sábado, numa casa na Rua Marechal Jofre.

A médica contou que teve o joelho esquerdo quebrado e as mãos pisoteadas. As festas nessa casa, segundo o relato da vítima, acontecem há vários meses, mas se intensificaram justamente quando começou a quarentena com a recomendação de distanciamento social para evitar o avanço da Covid-19. Ela contou que fez diversas vezes denúncias à polícia, que só compareceu ao local no dia da agressão.

“Estava me sentindo abandonada, humilhada. Por isso fiz essa postagem. O apoio das pessoas me conforta” disse, Ticyana, que atua no Hospital Pedro Ernesto, numa unidade privada de Niterói e no Hospital de Campanha Lagoa-Barra.

Ela admite que, num momento de desespero, já que teria plantão naquela noite e não conseguia descansar por causa do barulho, desceu à rua e, num ato, que classifica como “impensado” quebrou o espelho retrovisor e trincou o para-brisa de um carro estacionado na calçada e isso teria sido o estopim para as agressões. Antes porém, havia pedido para que acabassem com a festa, que estava lotada, sem ter sido atendida.

“Foi errado. Foi impensado. Foi estúpido. Mas sou humana e fiz uma besteira contra um bem material de outra pessoa. Não foi um ato contra nenhum outro ser humano, isso eu sou incapaz de fazer. 5 marmanjos (me lembro de uns 5) saíram, e obviamente, bêbados e drogados, típicos ‘cidadãos de bem’, não estavam para conversa. Apavorada, vi o potencial da besteira que fiz e saí correndo. Me agarraram em frente ao Hospital Italiano. Me enforcaram até desmaiar. Me jogaram no chão e me chutaram. Quando retornei à consciência, gritava por Socorro! Isso aconteceu no dia 30 de Maio por volta de 17h, em plena luz do dia”, relatou a médica numa postagem em rede social.

Falta de apoio

Ticyana lamentou a falta de apoio das pessoas que presenciaram a agressão. Só três pessoas a apoiaram. Um deles, um vizinho saiu em sua defesa e levou um soco na boca. Um dos agressores teria mandado trazer um carro e ameaçado dar um “sumiço” na vítima que, nesse momento, chegou a ter certeza que fosse morrer. Ela disse que foi arrastada até a altura de uma unidade do Corpo de Bombeiros, aos quais implorou ajuda e que garantissem sua integridade física até a chegada da polícia, mas eles não teria sido atendida. Uma viatura da PM apareceu em seguida e depois mais duas.

“Estou muito chorosa, triste, e sem fé na Humanidade. A impunidade vai reinar mais uma vez nesse caso. Mas o que mais me doeu, foi ter clamado por ajuda, e dezenas, talvez uma centena de pessoas viram o que aconteceu e 3, somente 3 se dignificaram a socorrer uma pessoa em perigo. Sempre fui atuante na comunidade do Grajaú, e quando precisei de socorro, fui abandonada aos chutes e gritos de “Mata mesmo!”. O que me dói mais não é o grito dos maus, é o silêncio dos bons. Se as festas acabarem na casa da marechal jofre, lembrem-se que custou meu trabalho de médica e meu joelho”, escreveu na rede social.

Sobre o joelho, ela contou que é possível ter que operar, mas ainda depende do resultado de uma tomografia. Esses problemas vão mantê-la afastada do trabalho. Assustada e com medo de represálias deixou o seu endereço e foi buscar abrigo na casa de parentes.

“A exposição (na internet) é minha proteção. Se acontecer algo comigo ou com o meu filho (de 2 anos) todos vão saber quem foi. Creio que isso também vai ajudar no meu processo de cura (do trauma)”, contou Ticyana, que precisou ser assistida por um psicólogo.

O que diz a PM

A Polícia Militar informou que no último sábado, PMs do 6º BPM (Tijuca) foram acionados para apurar duas ocorrências, em horários diferentes na Rua Marechal Jofre, no Grajaú:

“Na primeira, por volta das 17h, foi apurado no local que uma mulher, bastante nervosa, danificou um veículo estacionado e, em consequência desse ato, foi agredida por um homem ainda não identificado. Um outro homem, que tentou defender a mulher, também foi agredido. Vale ressaltar que, como consta do boletim de ocorrência da PM elaborado pela equipe no local, as partes entraram em comum acordo e não foi realizado o registro na delegacia. Na segunda ocorrência, comunicada um pouco mais tarde, os policiais militares do 6ºBPM foram acionados para verificar denúncia sobre realização de festa numa casa na mesma rua. Por infringir as determinações do decreto governamental de isolamento social, o evento foi encerrado”, completa a nota, acrescentando que em relação a relatos postados em redes sociais sobre o suposto envolvimento de policial militar em ato de agressão ou qualquer outro desvio de conduta, a Corregedoria da Polícia Militar está à disposição dos cidadãos para receber e apurar denúncias.


(*Extra)

Comentários do Facebook
Continue lendo
Internacional46 minutos atrás

EUA registram 743 mortes por covid-19 nas últimas 24 horas

. Os Estados Unidos (EUA) registraram 743 mortos devido à covid-19 nas últimas 24 horas, elevando para mais de 105...

Política51 minutos atrás

Grupo Anonymous revela dados de Bolsonaro, familiares e ministros

Agência Brasiil e reprodução de vídeo Grupo divulgou dados de Bolsonaro e familiares O grupo Anonymous Brasil revelou, na noite...

Nacional52 minutos atrás

Médica relata agressões por parte de frequentadores de ‘festas de corona’

A médica Ticyana D’Azambuja, de 35 anos, moradora do Grajaú, na Zona Norte do Rio, e que atua na linha...

Estadual56 minutos atrás

Mulher é presa por ajudar marido e outros homens de estuprar menina de 11 anos

  A equipe da Delegacia de Polícia (DP) de Marechal Floriano prendeu nesta segunda-feira (01) uma mulher de 37 anos...

Entretenimento1 hora atrás

Sobrinha de Michael Jackson sofre ataque: “Fui esfaqueada porque eu sou preta”

  Yasmine Jackson, uma das sobrinhas do “Rei do Pop”, Michael Jackson , morto em junho de 2009, relatou em...

São Mateus1 hora atrás

Homem é encontrado morto na varanda de casa em São Mateus

  Um homem de 53 anos de iniciais J.M. de L.P., foi encontrado morto em uma casa na rua Alfredo...

Política2 horas atrás

Bolsonaro liga para Trump e agradece envio de mil respiradores

Alan Santos/PR Donald Trump e Jair Bolsonaro O presidente Jair Bolsonaro publicou em sua conta no Twitter na segunda-feira (1º)...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!