Connect with us

Economia

Jovens preferem sair do emprego a deixar teletrabalho

Published

on

Reprodução: Internet

Segundo o relatório “People at Work 2022: A Global Workforce View”, 70% dos jovens de 18 a 24 anos preferem pedir demissão à suspender regime de home office; para empresária, oferta de benefícios para filhos de colaboradores pode ajudar a reter talentos

Em uma nova configuração do ambiente de trabalho na era pós-Covid, empresas terão que, de alguma forma, se mostrarem atraentes para manterem seus profissionais. É o que sugerem os dados de um novo estudo do instituto de pesquisa ADP, que mostram que o retorno presencial pode afastar a geração Z, formada por profissionais nascidos a partir de 1990, do mercado de trabalho.

Segundo o relatório “People at Work 2022: A Global Workforce View”, 70% dos jovens de 18 a 24 anos preferem procurar outro emprego do que deixar o teletrabalho, empreendido por questões sanitárias, diante da pandemia de Covid-19, para voltar a trabalhar de forma presencial. A análise considera respostas obtidas em novembro de 2021 com mais de 32 mil pessoas em 17 países, entre eles o Brasil.

LEIA MAIS: Oito em cada 10 profissionais da área financeira não querem trocar de emprego, revela pesquisa

E não são apenas os profissionais mais jovens que não querem voltar a trabalhar de forma presencial. Segundo uma pesquisa do Talenses Group, realizada com 676 profissionais e obtida pelo Valor, apenas 5% dos profissionais, de forma geral, pretendem deixar o home office para voltar a trabalhar no ambiente corporativo. 

Para Andressa Thomasi Persson, fundadora da Click Aula – plataforma digital que conecta professores e pais de alunos -, os indicativos deixam claro que as empresas brasileiras têm um cenário desafiador pela frente, onde será necessário empreender medidas para reter seus melhores profissionais.

LEIA MAIS: Preso oferece R$ 20 mil a policial em troca de celulares; ‘fala o pix’

Neste ponto, segundo Persson, benefícios que contemplem os filhos dos colaboradores são uma opção para reter talentos em uma configuração do ambiente de trabalho que valoriza a atuação de forma remota ou híbrida.

Para além de empreender uma estratégia para cativar os colaboradores, as empresas que oferecem educação para os filhos de seus funcionários fazem um trabalho social, afirma a empresária. “Os empreendimentos ajudam os pais que trabalham a oferecer oportunidades únicas de aprendizado para seus filhos, que têm à disposição uma série de assuntos e aulas para escolher, descobrir novos interesses e mergulhar mais fundo em seus favoritos”, complementa.

LEIA MAIS: Casados há 50 anos | esposa recebe em hospital de São Mateus, flores e beijo do marido

De acordo com Persson, em atenção a esta demanda do mundo corporativo, algumas empresas já oferecem soluções que facilitam a oferta de conteúdos educacionais para filhos de profissionais. Neste ponto, ela destaca que é preciso considerar uma ferramenta que ofereça uma variedade de aulas e horários. Assim, os pais poderão escolher o que funciona melhor para seus filhos, enquanto os empregadores podem administrar um número grande de funcionários com uma plataforma.

Segundo uma pesquisa da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, trabalhadores satisfeitos são até 31% mais produtivos, três vezes mais criativos e vendem 37% a mais em relação aos colegas insatisfeitos. Paralelamente, um estudo da consultoria de gestão Bain & Company revelou que profissionais desmotivados podem ser 125% menos produtivos do que os companheiros que se sentem engajados e inspirados.

“Quando os pais estão menos preocupados com os filhos, ficam mais focados no trabalho. Assim, a oferta de um benefício como esse pode ser um diferencial para as empresas em um mercado de trabalho altamente competitivo, além de contribuir para o futuro de crianças, adolescentes e jovens, que são agentes de transformação da sociedade”, conclui Persson. Para mais informações, basta acessar: https://www.clickaula.com.br/

Curtiu? Siga o FA NOTÍCIAS no Twitter e  Instagram.
Fique bem informado, faça parte do nosso grupo no WhatsApp e Telegram.

 

Comente Abaixo
Esportes15 minutos ago

Chapecoense perde pênalti, empata com o Novorizontino e segue ameaçada pelo Z4

A Chapecoense segue em situação complicada na Série B do Campeonato Brasileiro. Na noite desta quarta-feira, a equipe catarinense recebeu...

Esportes15 minutos ago

São Paulo ganha do Ceará nos pênaltis e vai à semifinal da Sul-Americana

O São Paulo eliminou o Ceará nos pênaltis, na noite desta quarta-feira (10.08), e avançou à semifinal da Copa Sul-Americana. ...

Estadual1 hora ago

2ª Vara Cível, Família e de Órfãos e Sucessões de Aracruz realiza mutirão

Ação terminou na última sexta-feira (05/08) com 79,3% de acordos. A 2ª Vara Cível, de Família e de Órfãos e...

Estadual1 hora ago

Corregedor visita novas instalações do Cartório de Itapemirim que foi alvo de incêndio criminoso

Os documentos destruídos pelo fogo estão sendo recuperados gradualmente. O corregedor-geral da Justiça, desembargador Carlos Simões Fonseca, visitou as novas...

Estadual1 hora ago

Emes promove o Curso remoto Justiça Digital: Google Workspace e Pje, com turmas entre 17 de agosto e 27 de outubro

Curso terá transmissão ao vivo em plataforma eletrônica de acesso gratuito, para integrantes do Poder Judiciário do Estado do Espírito...

Estadual1 hora ago

Justiça condena proprietário de terras a indenizar mulher que teria colidido em animal solto na estrada

A mulher teria sofrido lesões o que a impossibilitou de realizar atividades por quatro meses. Uma mulher ingressou com uma...

Nacional1 hora ago

Morte de Marcelo Arruda: policial penal usará tornozeleira eletrônica

Reprodução – 11/07/2022 José da Rocha Guaranho, atirador bolsonarista O policial penal federal Jorge José da Rocha Guaranho , de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana