conecte-se conosco


São Mateus

Jovem que assassinou funcionário dos Correios leva tiros em São Mateus e acaba preso

Publicado

em

Suspeito de assassinar um funcionário da Agência dos Correios da cidade de Itamaraju, sul da Bahia, há pelo menos dois anos, Ericles Campos de Oliveira, de 22 anos, sofreu um atentado a tiros na noite desta segunda-feira na comunidade de Santa Maria, à margem da rodovia São Mateus a Boa Esperança. Ele levou dois tiros nos ombros e durante o desenrolar da ocorrência a Polícia Militar descobriu que Ericles é foragido da Justiça baiana.

Quando estava sendo socorrido pela guarnição da PM Ericles se passou por outra pessoa para não ser descoberto. Se identificou com Carteira de Identidade em nome de David Henrique de Carvalho, natural de Osasco (SP), mas a tia dele Luciene Campos de Oliveira e o companheiro dela Alexandre de Jesus Santos, confirmaram seu nome verdadeiro. E mais, disseram que há dois anos os três foram morar na Zona Rural de São Mateus depois que Ericles matou um funcionário dos Correios de Itamaraju, mas não informaram em que circunstância.

Ericles foi levado para o Hospital Roberto Silvares e ainda tentou fugir dos policiais mesmo baleado, o que levou a ser algemado a uma maca. Embora não esteja correndo risco de morte o preso permanece internado sob escolta da Polícia Militar e sua prisão foi comunicada à polícia baiana onde é suspeito de ter assassinado um servidor público federal.

Quanto ao atentado que sofreu em Santa Maria que levou à prisão de Ericles a polícia não descobriu o motivo e nem prendeu o autor.

A descoberta de que Ericles está envolvido no assassinato em Itamaraju foi feita pelo Serviço de Inteligência do 13º Batalhão da Polícia Militar de São Mateus através de contatos com a polícia baiana.

Leia mais:  Mega-Sena acumula e sorteio do sábado pode pagar até R$ 6 milhões

(Foto VBN)

Comentários do Facebook
publicidade

São Mateus

Vereador Carlos Alberto denuncia compra de livros por quase R$ 1,5 milhão na prefeitura de São Mateus

Publicado

em

Uma denúncia formulada esta semana na sessão da Câmara de São Mateus, pelo vice-presidente Carlos Alberto Gomes Alves (PSB) de superfaturamento da prefeitura na compra de livros, está a caminho de desencadear uma ação. É que o denunciante acionou o Ministério Público Federal (MPF) para apurar gastos de R$ 1,495 milhão no pagamento, por meio da Secretaria de Educação.

O Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES), por meio da Promotoria de Justiça de São Mateus, informou que também recebeu denúncia referente ao caso citado, mas não deu detalhes sobre a tramitação do caso.

Projeto Escola+

A Prefeitura de São Mateus esclareceu que não foram adquiridos só livros, o investimento faz parte do Projeto Escola+, e o recurso vindo do Ministério da Educação (MEC) aplicado garante formação dos professores, formação dos pais, testes psicométricos (diagnósticos) de avaliação dos alunos, aulas no contraturno escolar e também a compra de livros.

Os livros, adquiridos em fevereiro deste ano e recebidos em março, foram destinados a todos os estudantes das escolas de ensino fundamental do município que cursam do 5º ao 8º ano. Cada um dos 4.300 alunos, de acordo com a prefeitura, recebeu um kit contendo quatro livros, sendo dois de Português e dois de Matemática, além do kit do professor.

“Esta ação faz parte da Iniciativa 90 dentro do Sistema do Plano de Ações Articuladas e como toda compra governamental precisa passar de acordo com Lei Geral de Licitações (nº 8666), neste caso como o município de Cariacica também recebeu a mesma a ação, o município de São Mateus aderiu à Ata de Registro de Preços da Prefeitura Municipal de Cariacica. Estes livros, assim como prevê a iniciativa, são destinados aos alunos e professores regulamente matriculados na rede municipal de São Mateus, cujo objetivo é melhorar e fortalecer a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática dos estudantes do 5º ao 8º ano do ensino fundamental e, consequentemente, o desempenho desses alunos na Prova Brasil, que ocorrerá no final deste ano”, informou a prefeitura.

Prefeitura explica como foi a compra

A Prefeitura de São Mateus justificou que não foram adquiridos só livros com investimento de R$ 1,4 milhão vindo do Ministério da Educação (MEC) para um projeto educacional da cidade. Segundo ela, o recurso também foi usado na formação de professores, formação de pais, testes psicométricos (diagnósticos) de avaliação dos alunos, aulas no contraturno escolar.

“O investimento faz parte do Projeto Escola +, e o recurso aplicado garante formação dos professores, formação dos pais, testes psicométricos (diagnósticos) de avaliação dos alunos, aulas no contraturno escolar e também a compra de livros”, afirma.

A prefeitura também informou que o “Projeto Escola+” , que é desenvolvido por ela em parceria com o Ministério da Educação (MEC), “foi implantado no Município em dia 21 de março de 2019. Em 2019 vai atingir 4.300 estudantes de todas as turmas de 5º ao 8º ano da Rede Municipal de Educação para melhorar e fortalecer a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática dos estudantes do 5º ao 8º ano do Ensino Fundamental”.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Câmara de São Mateus aprova auxílio construção e reforma para famílias de baixa renda
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Esportes15 minutos atrás

Goiás, com um a menos e de virada, bate o Internacional no Serra Dourada

arrow-options reprodução / Twitter Goiás x Internacional – Campeonato Brasileiro Se o panorama do primeiro tempo com expulsão no time...

Esportes15 minutos atrás

Santos abre 3 a 0, sofre pane no 2º tempo e só empata com o Fortaleza

arrow-options Agência O Globo Após bom primeiro tempo, Santos tem pane e apenas empata com o Fortaleza: 3×3 na Vila...

Esportes15 minutos atrás

Vasco vence São Paulo com tranquilidade e respira no Brasileirão

arrow-options Agência O Globo Thalles Magno comemora gol do Vasco Após mais de um mês longe de casa, o Vasco...

Nacional17 minutos atrás

PF vai investigar grupo que teria planejado incêndios na Amazônia

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou neste domingo (25) que a Polícia Federal (PF) vai investigar integrantes...

Agricultura17 minutos atrás

Agricultura familiar na Expointer: vendas crescem 51% no primeiro dia de feira

As vendas de produtos da agricultura familiar na feira do setor na Expointer, fecharam o primeiro dia com alta de...

Saúde1 hora atrás

Bebe muito café? É por isso que você pode estar com tanta dor de cabeça

Você já deve ter lido as notícias contraditórias sobre estudos relacionados ao café . Contudo, agora, mais uma pesquisa foi...

Entretenimento2 horas atrás

“Estou em estado de choque”, diz Marisa Orth no velório de Fernanda Young

arrow-options Divulgação Fernanda Young, Rita Lee e Marisa Orth no programa “Saia Justa” Atriz que trabalhou com Fernanda Young em diversas séries...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana