conecte-se conosco


São Mateus

Jorginho propõe grupo de trabalho para projetar futuro de são Mateus com a Petrocity

Publicado

em

SÃO MATEUS (ES) – O presidente da Câmara, Jorginho Cabeção (PTB), anunciou que pretende criar uma frente de trabalho envolvendo a câmara, prefeitura, associações de moradores e outros movimentos organizados visando a planejar o desenvolvimento do município para as próximas décadas com a construção do porto e a vinda de indústrias atraídas por este grande empreendimento.

O anúncio foi feito nesta segunda-feira (04), durante reunião técnica com o chefe do Poder Executivo, secretários municipais, vereadores e o presidente da Petrocity Portos, José Roberto Barbosa da Silva, no gabinete do prefeito Daniel Santana.

UNIÃO

Jorginho informou que vai enviar ofício ao prefeito pedindo que aponte quais secretários vai incluir no grupo de trabalho, destacando que é fundamental aproximar os dois poderes e a sociedade numa agenda positiva sobre o processo de instalação do Centro Portuário de São Mateus.

“O nosso objetivo hoje é formar este grupo para estar projetando São Mateus para os próximos 40 ou 60 anos. Se não houver essa preocupação, vamos deixar uma cidade com problemas sociais muito graves”, alertou Jorginho.

REFLEXÃO

O presidente da Câmara voltou a levantar a reflexão sobre a falta de planejamento estratégico nas últimas décadas, quando São Mateus deu um salto na economia e, do ritmo pujante, declinou após o fechamento de indústrias.  “Quando chegou o petróleo e o eucalipto, São Mateus cresceu, mas não se fez uma projeção para as décadas seguintes. Hoje temos vários problemas na cidade devido a essa falta de preparação, inclusive da nossa mão de obra. A preocupação nossa é corrigir os erros cometidos lá atrás e vamos ter recursos pra investir.  Estou falando de Petrocity, sem falar nas empresas que vão se instalar em volta do porto e gerar mais recursos. Temos Barra Nova, Nativo, Campo Grande, como produtores de petróleo. Você vai hoje nessas comunidades e vê que os problemas sociais são muito grandes, não é justo, eles produzem a riqueza e não tem a riqueza”.

LEI

Em sua fala, o presidente sugeriu também uma lei específica para a aplicação de recursos oriundos do porto.   Com dez anos de funcionamento, a Petrocity estima colocar nos cofres da prefeitura R$ 220 milhões em Impostos. “Que a gente estude uma lei para disciplinar a arrecadação, para que parte destes recursos seja revertida à população de Urussuquara e região, que seja destinada à infraestrutura, educação, saúde e formação de mão de obra. Nós não vamos estar aqui daqui a 60 anos, mas vamos deixar o município organizado no meio, de modo que todo chefe do poder executivo que passar pela prefeitura saiba que ele terá que cumprir o que está na lei” disse.

PRIORIDADE

Jorginho Cabeção voltou a pedir à Petrocity prioridade para o trabalhador mateense. “Vamos sempre defender que a mão de obra tem que ser local. Primeiro tem que valorizar o nosso povo, já tem convênio com A FVC, no sentido de preparar essa mão de obra, vai ter tempo pra isso”, reiterou o presidente.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Filhote de jubarte é encontrado morto em Guriri
publicidade

São Mateus

Vereador Carlos Alberto denuncia compra de livros por quase R$ 1,5 milhão na prefeitura de São Mateus

Publicado

em

Uma denúncia formulada esta semana na sessão da Câmara de São Mateus, pelo vice-presidente Carlos Alberto Gomes Alves (PSB) de superfaturamento da prefeitura na compra de livros, está a caminho de desencadear uma ação. É que o denunciante acionou o Ministério Público Federal (MPF) para apurar gastos de R$ 1,495 milhão no pagamento, por meio da Secretaria de Educação.

O Ministério Público do Espírito Santo (MP-ES), por meio da Promotoria de Justiça de São Mateus, informou que também recebeu denúncia referente ao caso citado, mas não deu detalhes sobre a tramitação do caso.

Projeto Escola+

A Prefeitura de São Mateus esclareceu que não foram adquiridos só livros, o investimento faz parte do Projeto Escola+, e o recurso vindo do Ministério da Educação (MEC) aplicado garante formação dos professores, formação dos pais, testes psicométricos (diagnósticos) de avaliação dos alunos, aulas no contraturno escolar e também a compra de livros.

Os livros, adquiridos em fevereiro deste ano e recebidos em março, foram destinados a todos os estudantes das escolas de ensino fundamental do município que cursam do 5º ao 8º ano. Cada um dos 4.300 alunos, de acordo com a prefeitura, recebeu um kit contendo quatro livros, sendo dois de Português e dois de Matemática, além do kit do professor.

“Esta ação faz parte da Iniciativa 90 dentro do Sistema do Plano de Ações Articuladas e como toda compra governamental precisa passar de acordo com Lei Geral de Licitações (nº 8666), neste caso como o município de Cariacica também recebeu a mesma a ação, o município de São Mateus aderiu à Ata de Registro de Preços da Prefeitura Municipal de Cariacica. Estes livros, assim como prevê a iniciativa, são destinados aos alunos e professores regulamente matriculados na rede municipal de São Mateus, cujo objetivo é melhorar e fortalecer a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática dos estudantes do 5º ao 8º ano do ensino fundamental e, consequentemente, o desempenho desses alunos na Prova Brasil, que ocorrerá no final deste ano”, informou a prefeitura.

Prefeitura explica como foi a compra

A Prefeitura de São Mateus justificou que não foram adquiridos só livros com investimento de R$ 1,4 milhão vindo do Ministério da Educação (MEC) para um projeto educacional da cidade. Segundo ela, o recurso também foi usado na formação de professores, formação de pais, testes psicométricos (diagnósticos) de avaliação dos alunos, aulas no contraturno escolar.

“O investimento faz parte do Projeto Escola +, e o recurso aplicado garante formação dos professores, formação dos pais, testes psicométricos (diagnósticos) de avaliação dos alunos, aulas no contraturno escolar e também a compra de livros”, afirma.

A prefeitura também informou que o “Projeto Escola+” , que é desenvolvido por ela em parceria com o Ministério da Educação (MEC), “foi implantado no Município em dia 21 de março de 2019. Em 2019 vai atingir 4.300 estudantes de todas as turmas de 5º ao 8º ano da Rede Municipal de Educação para melhorar e fortalecer a aprendizagem em Língua Portuguesa e Matemática dos estudantes do 5º ao 8º ano do Ensino Fundamental”.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Praça Mesquita Neto, o cartão postal que virou moradia de mendigos
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Saúde36 minutos atrás

Bebe muito café? É por isso que você pode estar com tanta dor de cabeça

Você já deve ter lido as notícias contraditórias sobre estudos relacionados ao café . Contudo, agora, mais uma pesquisa foi...

Entretenimento2 horas atrás

“Estou em estado de choque”, diz Marisa Orth no velório de Fernanda Young

arrow-options Divulgação Fernanda Young, Rita Lee e Marisa Orth no programa “Saia Justa” Atriz que trabalhou com Fernanda Young em diversas séries...

Nacional2 horas atrás

Humorista é expulso de ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro

arrow-options Reprodução/Twitter Marcelo Madureira é escoltado pela Polícia Militar O humorista Marcelo Madureira foi expulso de um ato a favor...

Tecnologia3 horas atrás

Está difícil focar no estudo ou no trabalho? Recurso do Android pode ajudar

O recurso ‘Bem-estar Digital’ ganhou muita atenção desde que foi implementado no Android Pie . Durante o I/O 2019, o...

Mulher3 horas atrás

Como fazer um sexo oral inesquecível – tanto para você, quanto para ele

Confissão: eu amo fazer um bom sexo oral em meu parceiro. Sei que algumas mulheres odeiam fazer e eu entendo....

Mulher3 horas atrás

Casal posta foto com anel, mas detalhe sobre noivo incomoda internautas

Um detalhe bastante particular nessa foto de anúncio de noivado está chamando atenção dos internautas. Para a maior parte deles,...

Mulher3 horas atrás

Sombra tie-dye é a moda do momento no Instagram; veja ideias para se inspirar

Depois que Kylie Jenner causou um “frisson” nas redes sociais com as  unhas tie-dye  , a tendência não para de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana