conecte-se conosco



Política

Jogo político: Onyx diz que vai deixar de jogar de ‘volantão’ para ‘fazer gol’

Publicado

em

source
Onyx arrow-options
Divulgação/Presidência da República

Onyx Lorenzoni assumirá o Ministério da Cidadania


O ministro Onyx Lorenzon i, realocado da Casa Civil para o Ministério da Cidadania , disse na manhã desta sexta-feira que a mudança foi para “fazer gol”. Em entrevisa à Rádio Gaúcha, Onyx foi questionado se sua substituição pelo general Walter Braga Netto na Casa Civil seria demonstração de ingratidão do presidente Jair Bolsonaro.

” Eu brinco dizendo que estava jogando com a 5, de ‘volantão’. Dando bica na bola, dando carrinho, pedindo que a bola estivesse na nossa área e alguém fizesse gol. Agora ele (Bolsonaro) me botou lá para frente, quer que eu vá fazer gol”, disse ele.

Leia também: Nomeações de Braga Netto e Onyx Lorenzoni são publicadas no Diário Oficial

O Ministério da Cidadania é responsável, entre outras ações, pelo Bolsa Família , uma das principais bandeiras dos governos do PT . Onyx afirmou que o programa tem origem liberal e que vai ter “larga porta de saída”.

“Vamos fazer do Bolsa Família um sistema e uma importante ferramenta de construção de cidadania, mas vai ter larga porta de entrada e mais larga porta de saída “, afirmou o ministro.

No primeiro ano de governo de Bolsonaro, o Bolsa Família voltou a ter uma fila de pessoas aguardando para receber o benefício. Entre 2018, a fila pulou de zero para 494.229 famílias, maior espera desde 2015, quando mais de 1,2 milhão de famílias aguardavam o auxílio.

Comentários do Facebook

Política

Pazuello cobra “ressalva regional” nos números da Covid-19 no Brasil

Publicado

em


source
Ministro interino da Saúde Eduardo Pazuello
Erasmo Salomão/MS

Ministro interino da Saúde Eduardo Pazuello

O ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, cobrou que sua equipe técnica faça uma “ressalva regional” todas vez que foram divulgados os números da Covid-19 , doença causada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2).

A mudança na forma como as informações são divulgadas pela pasta ocorre no período em que o Brasil registra mortes diárias iguais ou superiores a mil e se aproxima dos 100 mil casos confirmados de contaminação pelo novo coronavírus. A cobrança foi feita pelo general durante reunião com secretários estaduais e municipais no último dia 30.

Segundo Pazuello, o objetivo da alteração é fazer com que estados e municípios que estão em melhores condições de combate à Covid-19 não tomem medidas mais drásticas contra a doença.

Na ocasião, o chefe da pasta interrompeu a apresentação de Eduardo Macário, diretor do Departamento de Análise em Saúde e Vigilância de Doenças não Transmissíveis.

“Todas as santas vezes que o ministério falar de dados de Brasil, eu quero a ressalva. Todas as vezes. Abriu a planilha, eu quero a ressalva. Todas as vezes que falar de dados do Brasil eu quero a ressalva regional. Tá bom? Obrigado”, disse Pazuello.

Macário concordou com o ministro, afirmando que seria importante reforçar o “caráter dimensional” dos números. Pelos dados apresentados pela pasta no encontro, o número de novos casos pela covid-19 cresceu 36% entre 19 e 25 de julho na comparação com a semana anterior. Já o registro de mortes aumentou 5%.

“Claro que pode mostrar o número do Brasil, mas com as ressalvas necessárias”, disse o ministro interino em outro no momento no qual ele reforçou a orientação para considerar os números regionalmente.

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!