conecte-se conosco


Nacional

João de Deus é denunciado pela 11ª vez por estupro de vulnerável

Publicado

em

source
João de Deus arrow-options
Agência Brasil

O médium João de Deus está sendo acusado pelo Ministério Publico de Goiás de ter cometido mais estupros de vulnerável

O médium João de Deus está sendo acusado em mais um processo, protocolado nesta segunda-feira (2), de abuso sexual por 11 vítimas diferentes. A ação foi aberta pelo Ministério Público de Goiás (MPGO). 

A promotora Renata Ribeiro, que integra a equipe de investigação, afirmou ao Metrópoles que quatro novos relatos ainda não prescreveram e vão ser levados para a Justiça. “Os casos ocorreram entre 2010 e 2016. As vítimas são do Rio Grande do Sul, Distrito Federal e duas da Bahia”, disse. 

Leia mais: Policiais que participaram de ação em Paraisópolis são afastados

Ao todo, o Ministério Público de Goiás contabiliza 300 denúncias, entre as quais 144 são de acusações de abuso sexual contra vulnerável cometidos por João de Deus. Até o momento, 57 desses casos já estão aptos para seguirem ao julgamento, em 11 ações penais separadas. 

O número elevado de casos, para a equipe de investigações, está associada com o fato de que João de Deus criava um ambiente propício para praticar os abusos.

“Além de explorar uma vulnerabilidade ínsita a essas vítimas que já estavam acometidas, explorava e intensificava a fragilidade fazendo ameaças espirituais com, por exemplo, promessas de que as vítimas sofreriam maus futuros”, disse a promotora. 

Leia também: Bolsonaro deve trocar comando da PF

O Ministério Público também deu entrada em um novo pedido de prisão preventiva contra João de Deus . A intenção é favorecer o aparecimento de novas vítimas que podem temer relatar os crimes.

Condenado

O médium João de Deus foi condenado a quatro anos em regime aberto no dia 7 de novembro, respondendo por posse ilegal de arma de fogo de uso permitido e de uso restrito. Ana Keyla Teixeira, esposa do médium , era ré no processo, mas foi absolvida.

Leia mais:  Maia adia jantar com o PSL após ser alvo em manifestações a favor de Bolsonaro

Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Caso Patrícia Amieiro: júri condena dois PMs, mas absolve outros dois

Publicado

em

source
Patrícia Amieiro arrow-options
Reprodução

Patrícia Amieiro tinha 24 anos quando desapareceu

Dois dos quatro policiais militares acusados de matar a engenheira Patrícia Amieiro foram condenados a três anos de prisão por fraude processual. Os outros dois PMs envolvidos no caso, Fábio Silveira Santana e Marcos Oliveira, foram absolvidos durante julgamento que terminou na madrugada desta quarta-feira (11).

Leia também: Policial Militar hospedado em motel mata homem que invadiu suíte para assaltar

Embora condenados por terem modificado a cena do crime, Marcos Paulo Nogueira Maranhão e William Luís Nascimento foram inocentados da acusação de tentativa de homicídio contra Patrícia Amieiro e poderão recorrer em liberdade.

O julgamento começou na tarde de segunda-feira (9) no 1º Tribunal do Júri da Capital, no Centro do Rio, após ter sido adiado duas vezes neste ano. A primeira delas foi no dia 5 de setembro, quando o advogado de um dos réus não compareceu à sessão. O julgamento foi remarcado para o dia 26 do mesmo mês. No entanto, um dia antes, os advogados dos réus conseguiram uma liminar para adiar novamente a sessão, sob o argumento de que um deles, que era novo na defesa do caso, não teve tempo tempo de apresentar a lista das testemunhas de defesa.

Leia também: Polícia Civil realiza maior operação de combate a pedofilia virtual no Rio

Relembre o crime

Patrícia tinha 24 anos quando desapareceu voltando de uma festa no Morro da Urca, na Zona Sul do Rio. Ela ia em direção à sua casa, na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade. Na saída do Túnel do Joá, o carro dirigido pela engenheira foi alvo de uma série de disparos de arma de fogo . Os policiais Marcos Paulo e William Luís foram acusados de atirar por acreditarem que o motorista do carro era um traficante.

Leia mais:  Maia adia jantar com o PSL após ser alvo em manifestações a favor de Bolsonaro

Ainda segundo a polícia, com os tiros, Patrícia perdeu o controle do veículo, que colidiu em dois postes e uma mureta. O carro da engenheira foi encontrado na beira do Canal de Marapendi, na Barra da Tijuca, com o vidro traseiro quebrado e o porta-malas aberto. O corpo da jovem nunca foi encontrado. Para a polícia e o Ministério Público, o corpo foi retirado do veículo e o carro jogado no canal pelos policiais para impedir que o homicídio fosse descoberto.

Leia também: Cinco pessoas são presas por fraudes em postos de gasolina no Rio

Em 2011, a Justiça declarou a morte de Patrícia Amieiro , alegando que, além de possuir vínculos estreitos com a família — eliminando a possibilidade de ela ter sumido espontaneamente — a situação em que o carro da jovem foi encontrado eliminava qualquer chance de que ela tivesse saído viva do veículo.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento1 minuto atrás

Cortes na Globo chegam ao “Zorra”; metade do elenco deve ser demitido

Bruta e imparável, a reestruturação da Globo promete dar o que falar por um tempo. Após demitir funcionários dos bastidores...

Entretenimento1 minuto atrás

Gracyanne Barbosa leva marmita para o samba e chama atenção com micro shorts

Gracyanne Barbosa se produziu todinha para cair no samba na quadra da União da Ilha, escola que em que ocupa...

Polícia Federal2 minutos atrás

Operação Títeres investiga esquema de candidaturas laranjas nas eleições de 2018

Boa Vista/RR – A Polícia Federal deflagrou hoje (11/12) a Operação Títeres*, que tem o objetivo de investigar associação criminosa...

São Mateus11 minutos atrás

Tamar promove Carebada Cultural em Guriri

Iniciativa reúne músicos locais e programação que levará entretenimento às comunidades costeiras em celebração ao Filhote 40 milhões nas principais...

Política14 minutos atrás

Ales aprova fim do Fundo para a Redução das Desigualdades

O Plenário aprovou, durante a sessão ordinária desta quarta-feira (11), dois projetos de lei (PL) de autoria do Executivo. Um...

Policial15 minutos atrás

PRF recupera veículo roubado e apreende documento falso em fiscalização na BR 101

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na noite desta terça-feira (10), no Km 293 da BR 101, em Cariacica/ES, veículo...

Agricultura27 minutos atrás

CAFÉ/CEPEA: Comercialização da safra 2019/20 ultrapassa 65% do total

Cepea, 11/12/2019 – A forte recuperação nos preços externos e internos dos cafés arábica e robusta tem atraído agentes ao...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana