conecte-se conosco



Saúde

Japão registra primeira morte pelo novo coronavírus

Publicado

em

O Japão registrou, nesta quinta-feira (13), a sua primeira morte coronavírus. A confirmação foi feita pelo ministro da Saúde do país, Katsunobu Kato. Trata-se de uma mulher japonesa de 80 anos. Segundo Kato, a mulher não estava a bordo do navio de cruzeiro Diamond Princess que está em quarentena no porto de Yokohama.

“A relação entre o novo coronavírus e a morte dessa pessoa está estabelecida”, disse Katsunobu Kato durante uma coletiva de imprensa, adiantando que o resultado positivo do teste foi confirmado depois da morte.

No Japão, “este é o primeiro caso de morte de uma pessoa que o teste deu positivo” para o novo coronavírus, afirmou o ministro japonês.

A mulher morava em Kanagawa, perto de Tóquio, e esteve no hopital, pela primeira vez, em 22 de janeiro com sintomas de cansaço e fadiga. As condições de saúde dela foram monitoradas até que ela recebeu o diagnóstico de pneumonia e hospitalizada no dia 1° de fevereiro.

As condições respiratórias da paciente piorara e, no dia 6 de fevereiro, ela foi encaminhada a outro hospital. Ontem (12), seu quadro se agravou e ela foi submetida ao teste para o novo coronavírus. O resultado positivo saiu na tarde de hoje, horas depois de sua morte. A idosa não tinha registros recentes de viagem ao exterior.

Filipinas

O óbito registrado no Japão é o segundo caso de morte por Covid-19 fora da China continental. O primeiro foi um cidadão filipino que tinha estado na província de Hubei, o epicentro do foco do novo coronavírus.

O número total de mortes pelo surto, inicialmente detectado em dezembro do ano passado, está em 1.370 hoje, enquanto o número de casos confirmados subiu para 59.826 na China continental.

*Com informações da emissora de radiodifusão pública do Japão, NHK, e da empresa pública de rádio e TV de Portugal, RTP

Edição: Denise Griesinger

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook

Saúde

Fiocruz recomenda reavaliação da flexibilização no Amazonas

Publicado

em


Uma nota técnica divulgada hoje (30) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recomenda o reforço das medidas de prevenção à covid-19 em Manaus e no estado do Amazonas, para reverter a tendência de alta nos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) que se mantém desde a Semana Epidemiológica 34 (16 a 22 de agosto).

O documento elaborado por pesquisadores de diferentes áreas da fundação observa que a tendência de crescimento na curva estadual “é fortemente influenciada pelos registros associados a residentes de Manaus”, diz o texto, que acrescenta em uma análise sobre a capital e o estado do Amazonas: “Em ambos os casos, esse crescimento ainda é relativamente lento, porém persistente, o que sugere a necessidade de reavaliação de eventuais medidas de flexibilização do distanciamento físico já adotadas ou planejadas para as próximas semanas”.

Para conter a tendência de crescimento, a Fiocruz recomenda que a adoção de medidas que busquem a diminuição dos contatos entre as pessoas; o reforço das formas de proteção individual e coletiva; o aumento na capacidade da testagem de casos suspeitos e contatos; e o aumento da sensibilidade da vigilância epidemiológica local, com ampliação da captação de suspeitos através da demanda passiva e busca ativa de casos, para identificar e testar contatos, constituindo as cadeias de transmissão. A fundação destaca ainda “a importância de uma comunicação transparente e de ações permanentes de mobilização junto à população”.

A nota técnica informa ainda que, nas últimas duas semanas, houve aumento de cerca de 50% dos casos notificados da covid-19, mas pondera que essa alta pode ser uma das oscilações que vem ocorrendo desde o fim de julho devido a interrupções no fluxo de dados e a exposição de grupos populacionais que se encontravam protegidos até então.  

Em entrevista à Agência Brasil publicada ontem, o coordenador do Infogripe, Marcelo Gomes, avalia que ainda é cedo para falar em segunda onda da covid-19 no estado:
“Pode ficar mais claro mais à frente, caso volte a ter um crescimento descontrolado, uma aceleração no contágio. A gente não está nessa fase, é um crescimento lento. Não é uma situação de pânico, porque não estamos na situação anterior, mas inspira cuidados”, disse o pesquisador, que recomendou: “Esse crescimento ainda é, felizmente, lento. É melhor aproveitar que ainda é lento e agir, reavaliar as medidas de flexibilização já tomadas e ver no que, eventualmente, deve se recuar”.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional4 segundos atrás

Mãe mata o filho de três anos e tenta tirar a própria vida

Polícia investiga motivação do crime. Corpo da criança de três anos foi abandonado em uma mata próxima ao rio no...

Entretenimento11 minutos atrás

“A Fazenda 12”: Equipe de Raíssa estuda possibilidade de processar Juliano

Raíssa Barbosa deu o que falar após a última formação de roça em “A Fazenda 12”. Ela se irritou e...

Economia11 minutos atrás

PF apreende mais de R$ 500 mil em laboratório de notas falsas de R$ 200 em MG

Raphael Ribeiro/Banco Central do Brasil PF apreendeu mais de R$ 500 mil em notas falsas de R$ 200 em laboratório...

Polícia Federal11 minutos atrás

PF apreende maconha em aparelho de som remetido via postal

Natal/RN – A Polícia Federal apreendeu na última segunda-feira, 28/9, na saída de uma agência postal em Natal, quase 5...

Saúde26 minutos atrás

Fiocruz recomenda reavaliação da flexibilização no Amazonas

Uma nota técnica divulgada hoje (30) pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) recomenda o reforço das medidas de prevenção à covid-19...

Esportes26 minutos atrás

São Paulo visita River em jogo decisivo para seguir na Libertadores

A noite desta quarta-feira (30) é decisiva para o São Paulo na Libertadores da América. Pela quinta rodada do Grupo D, o tricolor...

Política26 minutos atrás

Bolsonaro rebate Biden após fala sobre Amazônia: “Nossa soberania é inegociável”

Reprodução Bolsonaro disse ainda que não entende a motivação da “desastrosa e gratuita” declaração de Biden. O presidente Jair Bolsonaro...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!