conecte-se conosco



Saúde

Influenza H3N2 é o vírus que mais mata no Espírito Santo

Publicado

em

Vacinação Gripe

VITÓRIA (ES) – Somente em 2019, o vírus da gripe matou 222 pessoas. Isso é o que diz o balanço realizado pelo Ministério da Saúde, com registros até 25 de maio. A maioria dessas mortes foram causadas pelo subtipo A (H1N1), que representa 66,6% do total das mortes.

No Espírito Santo, mesmo sendo o estado com mais registros da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) por influenza — 46 dos 96 casos que foram registrados são causados pela H1N1 — o vírus levou a apenas uma morte; a maioria dos óbitos, cinco de sete, foram provocados pelo H3N2.

Sintomas
Falta de ar, cansaço e febre são sinais de uma possível contaminação pelo vírus. A recomendação é buscar ajuda médica nesses casos, especialmente se a pessoa estiver em algum grupo de risco.

Vacina
A trivalente, disponível no SUS (Sistema Único de Saúde), protege contra o H1N1, O H3N2 e o B Victoria, os mais comuns no Hemisfério Sul. Já a quadrivalente, ofertada em clínicas particulares, protege contra mais um subtipo do B, o Yamagata, e custa em torno de R$ 100. Em ambos os casos, a dose é única e anual.

Mudança
Como o vírus da gripe sofre constante mutação, a vacina é atualizada pelo governo todo ano. Neste ano, a trivalente sofreu mudança em duas das três cepas que fazem parte da sua composição.

Quem deve se vacinar
A recomendação é que toda a população tome a vacina. Principalmente gestantes, puérperas (mulheres até 45 dias após o parto), crianças entre 6 meses a menores de 6 anos e idosos.

Prevenção
A recomendação de especialistas é se vacinar, higienizar bem as mãos com água e sabão, ter sempre álcool gel em mãos, manter ambientes bem ventilados e evitar contato com pessoas contaminadas.

 

Comentários do Facebook

Saúde

Covid-19: comunidades indígenas recebem reforço no atendimento médico

Publicado

em


.

Após cinco dias de atendimentos nas aldeias Yanomami e Raposa Serra do Sol, a missão de reforço no combate à covid-19 em populações indígenas do estado de Roraima chegou ao fim. Segundo levantamento divulgado nesta quarta-feira (8) pela Secretária Especial de Saúde Indígena (Sesai), equipes do Ministério da Saúde, do Ministério da Defesa e da Fundação Nacional do Índio (Funai) levaram atendimento médico e insumos às comunidades das áreas de fronteira do país.

No total, foram realizados 3.858 atendimentos médicos entre a população indígena nas especialidades de pediatria, ginecologia, clínica geral e infectologia. Durante a ação, 253 serviços foram prestados nas aldeias Yanomami e 1.548 na terra indígena Raposa Terra do Sol. Também foram entregues cerca de 4 mil toneladas de insumos, entre equipamentso de proteção individual (epis), testes para covid-19, álcool 70%, e medicamentos. As comunidades atendidas foram Auaris, Waikás, Surucucu, Maturuca, Ticoça e Flexal que, juntas, possuem mais de 9,5 mil indígenas atendidos pelos Distritos Sanitários Especiais Indígenas (DSEI) Yanomami e Leste de Roraima.

“O objetivo desta ação foi reforçar o atendimento de saúde que já vem sendo prestado pela Sesai junto às comunidades indígenas durante a pandemia. Nós levamos medicamentos para reforçar o estoque dos DSEIs e equipamentos de proteção individual para manter os profissionais de saúde e a população indígena protegidos da circulação do vírus”, destacou o secretário especial de Saúde Indígena, Robson Santos da Silva. Essa é a quinta missão interministerial para levar atendimento médico e reforçar o enfrentamento à covid-19 entre a população indígena.

Atendimentos

Ao todo, 21 profissionais de saúde das Forças Armadas reforçaram o atendimento aos indígenas da região, trabalhando em parceria com as Equipes Multidisciplinares de Saúde Indígena, do Ministério da Saúde.

Atualmente, a região conta com 1.762 profissionais de saúde da SESAI realizando o atendimento de Atenção Primária aos indígenas nas aldeias. São agentes de saúde e saneamento, agentes de combate a endemias, médicos, farmacêuticos, enfermeiros, psicólogos, nutricionistas, técnicos de enfermagem, entre os profissionais da área.Como medida de segurança para os povos indígenas, toda a equipe realizou o teste para covid-19. O embarque só foi permitido com o resultado negativo para a doença.

Outras ações

O Ministério da Saúde tem desenvolvido estratégias para aprimorar o atendimento e uma das mais recentes é a criação da Unidade de Atenção Primária Indígena (UAPI). As unidades vão fortalecer os serviços de atenção primária à saúde indígena no atendimento desta população proporcionando o acolhimento dos casos suspeitos de síndrome gripal e identificação precoce de casos de covid-19.

Além disso, já foram instaladas alas indígenas em hospitais de Manaus (AM) e Macapá (AP), Vale do Javari, Pará (Belém, Marabá, Santarém), Mato Grosso (Colíder, Cuiabá, Araguaia, Sinop, Barra do Garças), Mato Grosso do Sul (Dourados) e Roraima (Boa Vista). Também foi elaborado um Plano de Contingência Nacional para Infecção Humana pelo coronavírus em Povos Indígenas que detalha como as equipes de saúde devem agir conforme cada caso.

Edição: Valéria Aguiar

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento4 minutos atrás

Luiza Ambiel sofre acidente em reality da Record e passa por cirurgia

Luiza Ambiel, que ficou conhecida nos anos 90 como musa do quadro “Banheira do Gugu”, acabou lesionando o nariz em...

Entretenimento4 minutos atrás

Suzy Cortez treina forte e faz dieta rigorosa durante a pandemia

Reprodução/Instagram Suzy Cortez Suzy Cortez, a Miss Bumbum World 2019 , aproveitou a quarentena do Covid-19 para treinar forte e...

Saúde4 minutos atrás

Covid-19: comunidades indígenas recebem reforço no atendimento médico

. Após cinco dias de atendimentos nas aldeias Yanomami e Raposa Serra do Sol, a missão de reforço no combate...

Polícia Federal4 minutos atrás

PF deflagra Operação Fausto para combater tráfico internacional de drogas e lavagem de dinheiro em MT

. Cuiabá/MT – A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (8/7) a Operação Fausto, com o objetivo de combater organização criminosa...

Tecnologia4 minutos atrás

Igual a Netflix: Amazon Prime Video lança perfis de usuários

Unsplash/Glenn Carstens-Peters Amazon Prime Video lança perfis de usuário A Amazon anunciou o lançamento de perfis de usuário para amigos...

Polícia Federal4 minutos atrás

PF combate desmatamento e comercialização ilegais de madeiras em terras indígenas de Rondônia

. Vilhena/RO – A Polícia Federal deflagrou, na manhã desta quarta-feira (8/7), a Operação Êxodo e a Operação Verde Brasil...

Policial34 minutos atrás

PM apreende drogas e detém suspeito em Nova Almeida

. Na tarde desta terça-feira (07), militares da Força Tática da 14ª CIA IND apreenderam maconha, crack e cocaína em...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!