conecte-se conosco



Estadual

Incaper tem nova diretora-técnica

Publicado

em

.

Sheila Cristina Prucoli Posse é a primeira mulher a ocupar a diretoria técnica do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). A nomeação para o cargo foi publicada no Diário Oficial desta quarta-feira (08).

A nova diretora-técnica destacou que pretende dar atenção às ações integradas de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. “A gente espera realizar o nosso trabalho e tomar as decisões que teremos que tomar com base no diálogo com a equipe. Além disso, pretendemos fortalecer a integração entre os trabalhos de pesquisa, assistência técnica e extensão rural. Este é o ponto forte, o diferencial do Incaper: ter pesquisa, assistência técnica e extensão rural na mesma instituição. Desta forma, pretendemos cumprir nossa missão para o desenvolvimento da agropecuária no Espírito Santo”, disse Sheila Posse.

A pesquisadora do Incaper é formada em engenharia agronômica e fez mestrado e doutorado na área de produção vegetal. É membro do conselho editorial do Incaper, coordenadora de projetos junto à Fundação de Amparo à Pesquisa do Espírito Santo (Fapes) e atua como consultora ad hoc em conjunto com outras instituições como Embrapa e Instituto Federal do Espírito Santo (Ifes).

A nova diretora-técnica estava à frente da Gerência de Transferência de Tecnologia e Conhecimento (GTTC) do Instituto, que agora passa a ser comandada pela também pesquisadora do Incaper Vanessa Alves Justino Borges. Na diretoria técnica, Sheila Posse ocupa a vaga deixada por Nilson Araujo Barbosa, que se desligou do cargo por motivos pessoais.

O nome de Sheila Posse havia sido anunciado pelo secretário de Estado da Agricultura, Paulo Foletto, durante uma solenidade em comemoração ao Dia Internacional da Mulher. “Quando a gente olha para o Incaper vê muitas mulheres fazendo um excelente trabalho. Mas na maioria das vezes, só os homens estão à frente do Instituto. Ter no Incaper a presença feminina com essa intensidade é gratificante, é sinônimo de excelência. E a mulher do Incaper possui um papel fundamental para a construção e o equilíbrio do sistema agricultura”, destacou Foletto.

“Nós já conhecemos a importância que o Incaper tem. E uma mulher à frente da diretoria técnica vai evidenciar esta importância. Precisamos dessa força feminina para abrilhantar ainda mais o nosso trabalho. Temos certeza de que a Sheila vai dar uma enorme tranquilidade para a equipe trabalhar”, reforçou o diretor-presidente do Incaper, Antônio Carlos Machado, na ocasião.

Comentários do Facebook

Estadual

Podcast fala sobre o programa “Maria da Penha Vai” e prevenção à violência contra a mulher

Publicado

em


.

Quem explica o assunto é a juíza Brunella Faustini, titular da 1ª Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

No mais novo episódio de Just Talk – o Podcast do Tribunal de Justiça do Espírito Santo – a juíza Brunella Faustini, titular da 1ª Vara Especializada em Violência Doméstica e Familiar, fala sobre o programa “Maria da Penha Vai”. A iniciativa, que conta com parceiros da rede de atendimento à mulher de Vitória, continua realizando ações integradas de prevenção à violência, mesmo durante a pandemia.

Além da equipe multidisciplinar da vara, participam do programa integrantes das Secretarias Municipais da Saúde, Educação, Segurança, Assistência Social, Cidadania e Direitos Humanos. E ainda, o Ministério Público Estadual, a Polícia Civil e a Polícia Militar.

“A violência doméstica e familiar é um fenômeno muito complexo. Cada caso traz diferentes demandas psicológicas, sociais, jurídicas, econômicas ou de saúde. Não existe apenas uma resposta. Por isso éextremamente importante uma atuação em rede para lidar com todas essas questões”, explica a juíza.

De acordo com magistrada, durante a pandemia, as ações que normalmente aconteciam em praças, praias, postos de saúde e empresas, foram adaptadas ao ambiente virtual. A primeira delas foi o vídeo que virou febre nas redes sociais, com integrantes da rede segurando cartazes de apoio às vítimas. Outra recente ação foi adisponibilização do Jogo da Memória Educativo, para as famílias conversarem sobre equidade de gêneros com as crianças.

Também foi criado um novo canal de comunicação com a população, o perfil no instagram @mariadapenhavai. A página dá transparência às ações do programa e oferece informações, orientações e suporte às mulheres.

Ouça aqui o episódio na íntegra.

Vitória, 05 de junho de 2020

 

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Tais Valle | [email protected]

Maira Ferreira
Assessora de Comunicação do TJES

[email protected]
www.tjes.jus.br

Fonte: TJES

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!