conecte-se conosco



Economia

iFood dobra taxa de entrega em pleno isolamento e impacta negócios

Publicado

em


source
entregador do ifood
Divulgação/iFood

A taxa de entrega do iFood dobrou no último mês, segundo empreendedores

O aplicativo de entrega de comidas iFood tem aumentado suas taxas de entrega. Segundo relatos de donos de negócios do ramo alimentício, o valor dobrou neste mês. “Antes, nossa taxa entrega era de R$ 3,99 e agora varia entre R$ 6,99 e R$ 7,99”, diz o gestor de um restaurante no centro de São Paulo, que não quis se identificar. 

O entrevistado diz também que o aumento nesse mês pode ter sido um dos fatores para a queda no movimento do negócio. “Nosso rendimento de maio certamente não vai chegar ao que tivemos em abril”, afirma. Nas redes sociais, houve também reclamações sobre a mudança de valores por empreendedores do setor.

O que o iFood fez em plena quarentena com os bares e restaurantes funcionando só com delivery? Dobrou o valor de todas…

Posted by Raphael Vidal on  Thursday, May 14, 2020


Procurado pelo iG, o iFood afirmou que desde sexta-feira passada (15), “alguns parceiros tiveram diminuição e outros aumento” em suas taxas de entrega e que “os valores acompanharão o dinamismo do mercado, levando em consideração fatores, como por exemplo, cidade e raio de entrega.”

Sobre o dinamismo de mercado, o iFood esclareceu que um dos fatores para aumento de taxa pode ser o balanço entre oferta e demanda  da quantidade de entregadores disponíveis e restaurantes. Se houver poucos entregadores para fazer o percurso entre o estabelecimento e a casa do cliente, a taxa sobe. 

Segundo a empresa, os restaurantes cadastrados em sua plataforma podem acessar o Portal de Parceiros do iFood e optar por participar de ações de entregas grátis. Além disso, o iFood afirma que criou quatro projetos de ajuda aos restaurantes durante a crise, que podem ser acessados em seu  site institucional. 

Projeto de Lei inclui tema de delivery na pandemia

Nesta semana, o tema dos deliveries também foi discutido no Senado, com o projeto de lei 1.179/2020. 

O texto tinha sido aprovado em abril no Senado, seguiu para a Câmara – onde sofreu mudanças – e retornou ao Senado. As mudanças excluíam o tema dos aplicativos de viagem e delivery, mas a alteração foi rejeitada pelos senadores e agora o texto irá para sanção presidencial.

Os senadores retomaram o trecho que obriga empresas de aplicativos de entrega e transporte individual, como o iFood, a reduzir em 15% o percentual cobrado de motoristas e entregadores por cada viagem até 30 de outubro, aumentando os valores repassados a eles.

A senadora Simone Tebet (MDB-MS) disse que esse dispositivo tinha sido inserido no texto por emenda do senador Fabiano Contarato (Rede-ES), para garantir que, até 30 de outubro deste ano, as empresas repassassem aos motoristas e entregadores ao menos 15% a mais em cada viagem realizada, reduzindo proporcionalmente os valores atualmente retidos por elas.

A emenda também proibia o aumento dos preços cobrados nas viagens, como forma de evitar que o ônus fosse repassado aos usuários do serviço.

“Não existem fatos novos que possam sustentar, a meu ver, uma mudança de posicionamento da maioria já formada a respeito do assunto”, declarou Tebet sobre a alteração feita pela Câmara.

Comentários do Facebook

Economia

Novidade no auxílio emergencial: saiba como usar o QR code

Publicado

em


source
App Caixa
Reprodução Youtube Caixa Econômica Federal

Leitura de QR Code em maquininhas de pagamento é lançada pela Caixa para beneficiários do auxílio

Nesta quinta-feira (28), a Caixa Econômica Federal anunciou em coletiva de imprensa o lançamento da leitura de QR code dentro do aplicativo Caixa Tem, que permite aos beneficiários do auxílio emergencial de R$ 600 movimentar suas contas poupança digitais e fazer pagamentos.

O objetivo é otimizar as compras em lojas físicas durante o período da pandemia de Covid-19. Na hora de pagar a conta em um mercado ou farmácia, será possível apontar o leitor de QR code para o código da maquininha, que debitará o valor da compra automaticamente.

app caixa tem
Reprodução Youtube Caixa Econômica Federal

Passo a passo: entenda como usar o QR code do app Caixa Tem para compras em lojas físicas


Não há limite de número de compras. O QR code vai funcionar como um cartão pré-pago: mesmo que ainda não tenha caído sua parcela do auxílio, se já estiver aprovado, poderá utilizar a leitura do QR code para compras. Quando o valor de R$ 600 ou R$ 1.200 (para mães solos) cair na conta, será debitado o valor da compra feita.

“Exemplo: se eu tivesse o benefício de R$ 600, se eu tivesse feito compras de R$ 150 [antes de receber a parcela do auxílio] e tivesse uma conta, receberia R$ 450. As pessoas receberão, automaticamente, o saldo do seu benefício”, explicou o presidente da Caixa, Predro Guimarães.

Segundo Guimarães, todas as empresas de maquininhas de cartão podem aderir à campanha da Caixa. “Todos os adquirentes, sem excessão, podem participar e nós temos a bandeira Elo, que está coordenando”.

 Veja:  16 milhões de cadastros seguem em análise do auxílio emergencial

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde11 minutos atrás

Número de mortos por covid-19 chega a 4.856 no estado do Rio

. O estado do Rio de Janeiro informou mais 251 óbitos e 2,3 mil casos confirmados da covid-19. De acordo...

Nacional16 minutos atrás

Taxa de isolamento social é de 48% em SP e segue abaixo da expectativa

Reprodução/ CET Taxa de isolamento social considerada ideal no estado é de 70% A taxa de isolamento social ontem (27)...

São Mateus17 minutos atrás

COVID-19 | 209 casos confirmados em São Mateus; curados somam 110

  Em mais um boletim epidemiológico divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde na tarde desta quinta-feira (28), o município de...

Estadual21 minutos atrás

Sesport vai depositar quarta parcela do Bolsa Atleta nesta sexta-feira (29)

. A Secretaria de Esportes e Lazer (Sesport) vai realizar o pagamento da quarta parcela do Bolsa Atleta nesta sexta-feira...

Política21 minutos atrás

Eduardo Bolsonaro será denunciado ao Conselho de Ética da Câmara

Reprodução Eduardo Bolsonaro vai ser alvo de mais um processo no Conselho de Ética A oposição ao governo Jair Bolsonaro...

Nacional31 minutos atrás

Com novo recorde diário, SP ultrapassa os 95 mil casos confirmados de Covid-19

governo de São Paulo/reprodução 92% dos leitos de UTI já estão ocupados na capital paulista O estado de São Paulo...

Saúde41 minutos atrás

SP: altas hospitalares após tratamento de covid-19 são quase 19 mil

. A Secretaria da Saúde de São Paulo informou hoje (28) que o número de pacientes que tiveram alta após...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!