conecte-se conosco


Mundo

Homem usa pistola como objeto sexual e mulher morre baleada

Publicado

em

Ela chegou a ser levada a um hospital próximo, mas não resistiu ao ferimento

Um homem de 23 anos foi preso e indiciado por homicídio após matar, aparentemente de forma acidental, uma mulher, na faixa dos 20 anos, durante as preliminares sexuais. O caso ocorreu em Valrico (Flórida, EUA), na tarde de 26 de maio.

De acordo com o boletim de ocorrência, citado pela emissora CBSMiami, Andrew Shinault estava usando a pistola como um apetrecho sexual quando ela disparou. A vítima, não identificada, foi atingida no tronco.

Ela chegou a ser levada a um hospital próximo, mas não resistiu ao ferimento.O episódio trágico ocorreu na casa de Andrew.

A polícia do condado de Hillsborough (Flórida, EUA) revelou o nome da mulher que foi morta a tiro quando estava envolvida em preliminares sexuais com o parceiro.

A vítima foi identificada como Paloma Williams, de 24 anos. Segundo investigadores, a americana e o namorado, Andrew Charles Shinault, de 23, estavam usando a pistola 9mm dele para satisfação sexual, como se fosse um instrumento fálico. Durante as premilinares, a arma disparou quando estava na mão de Andrew, atingindo mortalmente Paloma no tronco.

O casal estava na residência de Charles, em Valrico, no mesmo estado americano. Os pais dele estavam em casa no momento do disparo. Eles ouviram gritos do filho e foram ao socorro do rapaz. Mas foi em vão. Paloma morreu a caminho do hospital.

Em delegacia, Andrew afirmou que ele e a namorada estavam sob efeito de drogas. O casal estava junto havia duas semanas. O americano foi indiciado por homicídio.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Além de Lula! Relembre vezes que políticos fizeram ou foram alvo de “vaquinhas”
publicidade

Mundo

Conheça kaluta, o marsupial que morre após ‘orgia sexual’ de 14h

Publicado

em

source
Kaluta arrow-options
Reprodução
Machos da espécie copulam com diversas fêmeas, em uma verdadeira ‘orgia sexual’, antes de caírem mortos

O Dasykaluta rosamondae, ou apenas kaluta, é uma espécie bastante incomum de marsupial. Encontrado nas áridas regiões do noroeste da Austrália, este pequeno roedor tem uma vida curta, mas bastante agitada: os machos morrem após uma verdadeira ‘orgia sexual’ que pode durar até 14h.

Leia também: Projeto Ártemis: conheça a audaciosa missão dos EUA para colonização da lua

Uma pesquisa recente, realizada por cientistas de duas universidades da Austrália e publicada no Jornal da Zoologia, apontou que o kaluta é semélpare, seres que copulam apenas uma vez antes de morrer, algo bastante raro no reino animal e que é comumente encontrado em invertebrados. Ou seja: para os machos, a relação sexual é como uma sentença de morte.

“Nós descobrimos que os machos só copulam durante uma temporada extremamente específica, de forma bastante sincronizada entre todos os espécimes. Depois, eles simplesmente morrem”, afirmou a ecologista Genevieve Hayes, uma das responsáveis pelo estudo.

O grupo monitorou os hábitos de reprodução dos kalutas no Parque Nacional Millstream Chichester, no noroeste australiano, entre os anos de 2013 e 2014. Nas duas temporadas, eles observaram a completa extinção dos machos da espécie. O comportamento já havia sido constatado em cativeiro, mas esta foi a primeira vez que foi acompanhado na natureza.

De acordo com o estudo, o kaluta atinge sua maturidade sexual com apenas dez meses e tem cerca de uma ou duas semanas durante o mês de setembro para realizar seu processo de reprodução. É neste momento que ele encontra as fêmeas e realiza a cópula, que pode ter diversas parceiras e durar até 14h. Então, morre de exaustão.

Leia mais:  Acidentes têm redução de 50% nas rodovias do ES no feriado da Independência

“É uma morte inevitável por estresse crônico. Geralmente, a causa da morte é uma ulceração do trato intestinal, que começa a jorrar sangue e acaba levando a uma falência múltipla de órgãos”, revela Christopher Dickman, professor de ecologia terrestre da Universidade de Sydney, em entrevista ao jornal norte-americano The New York Times.

Leia também: Câmera em capacete flagra homem caindo de penhasco; veja vídeo

A explicação para isso, segundo Dickman, é o fato de que os machos param de produzir esperma um ou dois meses antes do início da época de acasalamento e começam a produzir grandes quantidades de testosterona e corticosteróides , o que acaba por suprimir seu sistema imunológico exatamente durante a cópula, levando todo seu organismo ao limite do estresse.

Apesar de trágica, a forma como a reprodução acontece entre os kalutas é extremamente satisfatória. As fêmeas, que conseguem guardar o esperma por até duas semanas, acasalam com diversos parceiros, garantindo assim que os óvulos serão fecundados mesmo quando a temporada de acasalamento já se encerrou e todos os machos estão mortos.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Agricultura54 minutos atrás

Ministros da Agricultura do Brics se reunirão no final do mês em Bonito (MS)

Os ministros da Agricultura dos países que compõem o Brics se reunirão nos próximos dias 25 e 26 de setembro...

Mulher55 minutos atrás

Com dor ao usar salto alto, mulher descobre que cometeu gafe hilária

É verdade que, dependendo do modelo e altura, usar salto alto pode acabar com os pés. No caso de Ayleigh McGhee, de...

Mulher55 minutos atrás

Saiba quais os sintomas, tratamentos e impactos da depressão na gravidez

Gerar um filho pode mudar completamente a vida de uma mulher. São inúmeras alterações hormonais, novos sentimentos e situações que...

Mulher55 minutos atrás

Chapinha que não sai na água é solução para manter o efeito liso

Um dos maiores problemas para quem depende da chapinha para alisar os cabelos é a questão da água. Além de...

Entretenimento55 minutos atrás

Encontro inusitado: Daniela Mercury recebe astros de Hollywood em show nos EUA

Daniela Mercury contou com uma presença VIP no show que fez em Nova York na noite de terça-feira (17). Ela...

Entretenimento55 minutos atrás

Mais magras, Maiara e Maraisa mudam look e styllist fala de ciúmes dos namorados

Quem te viu, quem te vê! Maiara e Maraisa estão plenas após adotarem novos hábitos de alimentação e focadas nos...

Saúde56 minutos atrás

Nova insulina ultrarrápida traz benefícios para pessoas com diabetes tipo 2

Um novo medicamento promete trazer mais qualidade de vida aos pacientes adultos que possuem diabetes. Trata-se da Fiasp®, insulina asparte...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana