conecte-se conosco


Cultura

Histórias e trilha sonora marcam o Festival Vale do Café 2019

Publicado

em

O tradicional Festival Vale do Café chega ao seu 17º ano com programação diversificada e fazendas cinematográficas. Nesta edição, serão homenageados Villa-Lobos e Tom Jobim.

Uma sinfonia monumental invadirá as fazendas históricas do Vale do Paraíba, durante o 17º Festival Vale do Café, entre 18 e 28 de julho12 fazendas históricas receberão os concertos e, claro, abrirão as portas de suas construções seculares.

O Festival Vale do Café obteve ao longo de sua história importantes reconhecimentos: vencedor do Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro na categoria Empreendedorismo, faz parte do Calendário Oficial de Eventos do Estado devido a sua importância econômica e cultural.

O evento leva música de qualidade para as antigas fazendas de café, remanescentes significativos da história brasileira no século XIX. Além de contribuir para a divulgação deste patrimônio extraordinário, o Festival Vale do Café é importante para a “alavancagem econômica da região”. De acordo com estudo da FGV, cada 1 real investido no evento garante para a economia local mais de 5 reais. O impacto econômico é ainda flagrante na ocupação de 100% da rede hoteleira das cidades que acolhem o Festival Vale do Café.

Rio das Flores, Vassouras, Barra do Piraí, Conservatória, Valença e Paty do Alferes serão algumas das cidades a receber o Festival Vale do Café 2019.

O Festival Vale do Café oferece os concertos exclusivos, os sabores da gastronomia local e a oportunidade de visitar alguns dos mais importantes patrimônios históricos da região.

Os concertos ocorrem nos dois últimos finais de semana do mês de julho (de 19 a 21 e de 26 a 28) e incluem atrações como Rosana LanzelotteLeo GandelmanTuribio SantosVictor BiglioneWagner TisoZé Paulo Becker e grupo Semente, entre tantos outros.

Nesta edição, o Festival Vale do Café relembra os 65 anos de ausência de Villa-Lobos e 25 anos sem Tom Jobim.

Além dos concertos em Fazendas Históricas, com ingressos pagos, o Festival Vale do Café reserva para população do Vale e turistas uma programação gratuita de concertos.

Na quinta-feira dia 18/07 às 20h, a Igreja Matriz de Vassouras recebe Maria Teresa Madeira e João Bani para o espetáculo João e Maria.

Sábado, 20 de julho, também às 20h, será a vez de Paty do Alferes. O compositor e musicólogo Turibio Santos, um dos maiores nomes do violão no mundo, convida os moradores e visitantes da cidade para uma inesquecível “Viagem à Espanha”.  Em seu espetáculo gratuito, Turibio guia a plateia por Alhambra, Majorca, Sevilha e Asturias, sempre acompanhado pelos maiores compositores do país, Sor, Tárrega, de Falla, Albeniz e muitos outros. Uma viagem musical imperdível! E deslumbrante! Que dispensa passaporte!

Rio das Flores terá a oportunidade de conferir a qualidade sonora do primeiro bacharel  em cavaquinho do Brasil: Pedro Cantalice – um vibrante músico, extremamente atuante na cena carioca. Com seu grupo, Pedro realiza o concerto Cavaquinho no Samba e no Choro, dia 26 de julho, às 20h, no Centro Cultural Professor Antônio Pacheco Leão.

Para os apaixonados pela música, de todas as idades, o Festival Vale do Café inclui ainda em sua programação cursos gratuitos de voz e instrumentalização.

Ao longo de sua história, os cursos já deram oportunidade a mais de 4.000 alunos.

O objetivo é permitir o aperfeiçoamento musical dos alunos, reforçando sua paixão pela música. São milhares de histórias marcantes que estimularam a profissionalização de jovens aprendizes, valorizando a inserção social através da música.

É o caso, por exemplo, de Matheus Fonseca, que entrou pela primeira vez nos cursos em 2010 com 18 anos. Dois anos depois, já estava na UniRio e hoje é professor em três escolas da rede privada, dois projetos sociais, além de coordenar um bloco de carnaval.

Este ano, o Festival Vale do Café oferecerá seis cursos gratuitos, em Vassouras, de 22 26 de julho das 09h às 17h. A professora e soprano Carol McDavit dará curso de cantoPedro Cantalice será professor de cavaquinho e bandolim. O acadêmico, membro da Academia Brasileira de Música, Celso Woltzenlogel ensinará flauta. Os alunos que desejarem aprofundar conhecimento em violino através do método Suzuki, terão a supervisão da professora Suray Soren. Os alunos de violão contarão com duas turmas ministradas por Ulisses Rocha, professor Doutor da Unicamp e pelo diretor artístico do Festival Vale do Café, Turibio Santos.

O Festival Vale do Café é um projeto da Backstage Produções que, em sua 17ª edição, é apresentado pelo Ministério da Cidadania e tem o patrocínio de Furnas, além de contar com apoio do Prima Qualità e a parceria de mídia da OnBus Digital e Jornal O Globo.

Serviço:

O que: 17ª edição do Festival Vale do Café

Onde: Vassouras, Barra do Piraí, Conservatória, Valença, Paty do Alferes e Rio das Flores, RJ

Quando: De 18/07 a 28/07

Site: www.festivalvaledocafe.com.br

Ingressos:

R$ 150,00 inteira; R$ 75,00 meia

Ingressos Populares:

R$ 75,00 inteira

R$ 37,50 meia

Compra de ingressos: http://www.festivalvaledocafe.com.br/programacao-fazendas/

Classificação: Livre

 

Programação nas Fazendas Históricas:

Sexta-Feira, 19/07

11h – Fazenda União, Rio das Flores. David Ganc e Fabio Adour – Encontros: Villa-Lobos e Jobim.

16h – Fazenda Mulungu Vermelho, Vassouras. Eduardo Neves e Gafieira de Bolso – De Severino Araújo e Pixinguinha à Jobim e Donato.

Sábado, 20/07

11h – Fazenda do Secretário, Vassouras. Duo Consonâncias – Villa-Lobos e seu legado na canção brasileira.

16h – Fazenda São Fernando, Vassouras. Zé Paulo Becker e Grupo Semente – Choros Jazz.

Domingo, 21/07

11h – Fazenda da Taquara, Barra do Piraí. Ulisses Rocha – Eu moro na Villa Jobim.

16h – Fazenda Alliança, Barra do Piraí. Rosana Lanzelotte – Part. Especial Madá Nery – 200 anos de Dona Maria II de Portugal.

Sexta-Feira, 26/07

11h – Fazenda Florença, Conservatória. Duo Yvytú – Villa-Lobos e Piazzola.

16h – Fazenda Vista Alegre, Valença. Carol McDavit- O encanto da opereta e do teatro musical

Sábado, 27/07

11h – Fazenda das Palmas, Vassouras. Duo Interarte – Villa Lobos: violão e cello

16h – Fazenda São Luis da Boa Sorte, Vassouras. Victor Biglione e Wagner Tiso – Part. Especial Marcio Mallard – Cordas Panamericanas

Domingo, 28/07

11h – Fazenda São João da Prosperidade, Barra do Piraí. Turibio e Leo Gandelman – Surpresas de Villa-Lobos

16h – Fazenda Ponte Alta, Barra do Piraí. Choro Novo – Para além do choro


Programação gratuita nas cidades:

Vassouras

18/07 (Qui). 20h. Igreja Matriz de Vassouras. Maria Teresa Madeira e João Bani – João e Maria.

Paty do Alferes

20/07 (Sex). 20h. C. C. Maestro José Figueira. Turibio Santos – Uma viagem à Espanha

Rio das Flores

26/07 (Sab). 20h. C. C. Professor Antonio Pacheco Leão. Pedro Cantalice e grupo – Cavaquinho no samba e no choro


Cursos Gratuitos:

Período: 22 a 26 de julho de 2019

Local: Vassouras – Colégio Estadual Ministro Raul Fernandes

Horário: 09h às 17h

Canto – Carol McDavit

Cavaquinho e bandolim – Pedro Cantalice

Flauta – Celso Woltzenlogel

Violão – Turíbio Santos

 Violão – Ulisses Rocha

Violino método Suzuki – Suray Soren

Inscrições: Para se inscrever é necessário preencher os documentos e enviar para o e-mail: [email protected]. O curso é GRATUITO. Hospedagem e Alimentação por conta do aluno.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Venda de ingressos para o Carnaval de Vitória 2019 começa nesta quinta-feira
publicidade

Cultura

Forró pode ser reconhecido como patrimônio Cultural do Brasil

Publicado

em

CONCEIÇÃO DA BARRA (ES) – Localizada no Norte do Estado, a pequena e charmosa Vila de itaúnas é considerada o coração do forró no Espírito Santo e uma importante vitrine do ritmo no cenário brasileiro. Por isso, Itaúnas vai sediar o “I Fórum de Forró de Raiz do Espírito Santo”, nos dias 17 e 18 de julho, durante a programação do Festival Nacional Forró de Itaúnas (Fenfit).

No local vão se encontrar pesquisadores, produtores, gestores públicos e artistas para debater ações de proteção e preservação das matrizes do forró, além de discutir políticas públicas para a salvaguarda e a difusão da manifestação cultural.

O objetivo do Fórum é debater sobre ações que levem ao reconhecimento do forró como Patrimônio Cultural do Brasil, incentivar o diálogo entre a música tradicional e a música contemporânea e propor ações que envolvam gestores e políticos para a valorização do Forró e sua sustentabilidade, cooperando para ampliação do potencial humano e artístico. Os encontros técnicos tratarão sobre Políticas Públicas para o Forró, Matrizes do Forró na dança e música, Territórios e Comunidades, Forró na Mídia entre outros temas.

O Espírito Santo, ao lado de Estados com forte presença nordestina, como São Paulo, Rio de Janeiro e Distrito Federal, está entre os entes federativos que fazem parte de um processo de solicitação de registro das “Matrizes Tradicionais do Forró” como Patrimônio Cultural do Brasil. Essa articulação começou em 2011, mas no ano passado começaram a ganhar força novamente.

O evento será aberto com uma palestra do diretor do Departamento de Patrimônio Imaterial do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (DPI-Iphan), Hermano Queiroz. Além do Iphan, apoiam a realização do evento o Governo do Estado do Espírito Santo, por meio da Secretaria de Cultura (Secult), a Prefeitura de Conceição da Barra e o Festival Nacional de Forró de Itaúnas (Fenfit).

Formas de expressão como Patrimônio imaterial

Para que um bem cultural seja reconhecido e registrado pelo Iphan, é necessário possuir relevância para a memória nacional, continuidade histórica e fazer parte das referências culturais de grupos formadores da sociedade brasileira.

Dentre os patrimônios imateriais inscritos no Livro do Registro das Formas de Expressão estão as Matrizes do Samba do Rio de Janeiro, o Tambor de Crioula do Maranhão, o Samba de Roda do Recôncavo Baiano e o Frevo. No Espírito Santo, o congo foi oficializado como o primeiro patrimônio imaterial do Estado, em 2014.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Feira inédita em São Mateus reúne livros de todos os gêneros
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Regional53 minutos atrás

Corpo carbonizado é encontrado em plantação de eucaliptos em Aracruz

Cadáver estava em estado de decomposição avançado; exame ainda apontará a causa da morte O corpo de um homem foi...

Agricultura57 minutos atrás

Fiscais Federais Agropecuários contribuem em ações de combate ao tráfico de drogas

O Ministério da Agricultura, através dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários, vem contribuindo nas operações de combate ao tráfico de drogas...

Agricultura57 minutos atrás

Ministra Tereza Cristina fará abertura de reunião de vice-ministros da Agricultura do Brics

Nesta quarta-feira (17), a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento), acompanhada do secretário-executivo, Marcos Montes, dará as boas-vindas aos...

Agricultura57 minutos atrás

Capacitação visa aumentar compras da agricultura familiar para escolas e outros órgãos públicos

Servidores que trabalham com licitação, contratos e em área de nutrição voltados para a compra de alimentos destinados a instituições...

Agricultura57 minutos atrás

Preços de frutas e hortaliças ficaram mais baratos em junho, de acordo com a Conab

As frutas de maior consumo na mesa dos brasileiros como banana, laranja, melancia e maçã apresentaram queda nos preços no...

Saúde57 minutos atrás

384 casos de sarampo são confirmados de janeiro a julho no estado de São Paulo

De janeiro a 15 de julho deste ano, a Secretaria Estadual de Saúde confirmou 384 casos de sarampo no estado...

Saúde57 minutos atrás

Ministério da Saúde suspende fabricação de 19 remédios; confira a lista

Nas últimas três semanas, o Ministério da Saúde rompeu contratos firmados com laboratórios de produção de remédios que eram distribuídos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana