conecte-se conosco



Economia

Guedes ataca ex-ministro da Economia e ex-comandantes do Banco Central

Publicado

em


source
Bolsonaro e Guedes
Reprodução YouTube

Bolsonaro e Guedes

Após críticas sobre o rompimento do teto de gastos , o ministro da Economia, Paulo Guedes, ao lado do presidente Jair Bolsonaro, atacou os críticos a sua política econômica neste domingo (24) em Brasília Entre eles, direcionou as críticas ao ex-ministro Maílson da Nóbrega, e aos ex-presidentes do Banco Central, Afonso Pastore e Henrique Meirelles.

“Um economista que está criticando muito é o Maílson da Nóbrega, ele levou o Brasil para 5.000% de inflação com a política ‘feijão com arroz’ dele. Ele levou o governo brasileiro ao caos. Um segundo economista que criticou bastante foi o Afonso Pastore, que era um bom amigo, é um economista com um passado razoável, mas não tem bom treinamento em política econômica geral, por isso não está entendendo o que estamos fazendo, então fica me xingando, me atacando, mas ele serviu a um governo militar”, criticou. 

O ministro da Economia disse ainda que o governo do presidente João Baptista Figueiredo foi um “caos” e “ateou fogo no Brasil” enquanto Pastore estava no Banco Central e “não fez nada”. Em paralelo, Guedes disse que está ajudando um democrata, apontando para Bolsonaro. 

“Ele [Pastore] tinha que ficar quieto e ter uma velhice digna”, aconselhou Guedes.

Leia Também

Leia Também

O ministro também atacou o ex-presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, dizendo que ele está em campanha e “serve a qualquer partido”. 

“Está criticando, mas deu três aumentos de salários que nós estamos tendo que pagar”, criticou. “Colocou o teto e saiu correndo, não fez a reforma da Previdência, não fez a reforma tributária, não fez nada, só ‘botou’ o teto e saiu correndo”, completou.

Sair junto

Após a crise econômica da última semana gerada pelo anúncio de que o governo federal iria furar o teto de gastos para pagar o Auxílio Brasil, o presidente Jair Bolsonaro foi a um evento público em Brasília neste domingo acompanhado do ministro da Economia Paulo Guedes. Em uma entrevista coletiva, Guedes voltou a defender o pagamento do benefício de R$ 400 às famílias mais pobres e disse que a aprovação de reformas propostas pelo governo, como a administrativa e a do Imposto de Renda, compensariam o furo do teto.

Bolsonaro também negou a possibilidade de que Guedes deixasse o governo. Ao ser questionado sobre o assunto, afirmou: “A gente vai sair juntos (do governo), fique tranquilo”.

Comente Abaixo
Internacional21 minutos atrás

Pais de suspeito de tiroteio em escola de Michigan negam acusações

Uma juíza de Michigan estabeleceu fiança de US$ 500 mil para cada um dos pais de um adolescente acusado de assassinar quatro...

Entretenimento21 minutos atrás

Gio Ewbank e Bruno Gagliasso se hospedam em resort com diárias de R$27,5 mil

Instagram Gio Ewbank e Bruno Gagliasso se hospedam em resort com diárias de R$27,5 mil Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso...

Nacional21 minutos atrás

Bolsonaro faz passeio de moto em Brasília, visita feira e abraça moradores

Reprodução/Twitter Presidente Jair Bolsonaro na motociata O presidente Jair Bolsonaro (PL) fez um passeio de moto, neste sábado (4), e...

Nacional51 minutos atrás

Dentista é presa em flagrante após balear marido no interior de SP

Reprodução Tentativa de homicídio na Praia Grande (SP) Uma mulher de 41 anos foi presa em flagrante por balear o...

Internacional51 minutos atrás

Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia

David Lienemann / Official White House / Divulgação Biden e Putin farão reunião sobre tensões na Ucrânia A Casa Branca...

Saúde51 minutos atrás

Brasileiros devem redobrar cuidados no verão contra câncer de pele

A campanha deste ano do Dezembro Laranja, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), quer aliar os cuidados com a...

Política51 minutos atrás

Moro e Leite se reúnem uma semana após tucano ser derrotado por Doria em prévias

Reprodução/redes sociais Sergio moro e Eduardo Leite O  pré-candidato à presidência Sergio Moro (Podemos) e o governador do Rio Grande...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!