conecte-se conosco


Mundo

Guaidó pedirá que Parlamento declare estado de emergência na Venezuela

Publicado

em


Guaidó quer que Parlamento declare estado de emergência na Venezuela
Reprodução/Twitter

Guaidó quer que Parlamento declare estado de emergência na Venezuela

Diante do apagão que atinge a Venezuela, o autodeclarado presidente do país, Juan Guaidó, convocou para amanhã (11) uma sessão extraordinária da Assembleia Nacional, em que pedirá a decretação de estado de emergência nacional, com base na constituição venezuelana.

Leia também: Em meio a apagão, Guaidó convoca novos atos contra Maduro pelas redes sociais

Segundo Guaidó, o Parlamento não pode ignorar a situação atual do país. “Mais da metade da  Venezuela já está há quase 72 horas sem serviço elétrico. Vivemos uma tragédia, uma crise elétrica gerada por um regime que roubou o dinheiro para investimento no Sistema Elétrico Nacional”, escreveu no Twitter.

Guaidó disse que as Forças Armadas venezuelanas não podem continuar “sendo cúmplices” do presidente Nicolás Maduro, a quem chamou de ditador e usurpador. “Como o regime usurpador se recusa a dar uma explicação ao país, além das mentiras habituais, obtivemos informações sérias sobre o apagão nacional, graças à bravura dos técnicos e da mídia que ajudaram a esclarecer o que os outros escondem”, afirmou.

Guaidó informou que busca a ajuda de especialistas para solucionar a falta de energia na Venezuela. Ele disse que entrou em contato com países como Brasil, Alemanha, Japão e Colômbia para pedir ajuda técnica que permita ao país superar a crise no setor elétrico.

A organização não governamental (ONG) Codevida, que atua na Venezuela, informou que 15 doentes renais morreram nos últimos dias no país, em decorrência da falta de diálise. O apagão que atingiu o país afetou o funcionamento dos aparelhos. “Esta é uma tragédia sem precedentes”, lamentou Guaidó.

O autodeclarado presidente venezuelano também destacou os prejuízos econômicos provocados pela falta de energia. “Estimamos que a paralisação das atividades, a retomada das atividades, os danos às instalações e equipamentos industriais, comerciais e domésticos custarão ao país cerca de US$ 1,6 bilhão”.

Leia mais:  'O medo é o início das ditaduras', diz papa Francisco

Leia também: Apagão na Venezuela já causou a morte de pelo menos 32 pessoas

Maduro diz que EUA são resposáveis pelo apagão na Venezuela


Nicolás Maduro diz que ataque hacker norte-americano causou apagão na Venezuela
Reprodução/Twitter

Nicolás Maduro diz que ataque hacker norte-americano causou apagão na Venezuela

Em uma publicação em uma rede social, o presidente venezuelano Nicolás Maduro citou que ele e seus apoiadores vão lutar contra as “agressões imperiais”, em referência à sua acusação de que os Estados Unidos é o responsável pelo apagão que atinge 22 dos 23 estados do país desde a última quinta-feira (7), e disse que ninguém “se renderia.”

“O povo revolucionário cheio de dignidade, nobreza e coragem encheu as ruas de Caracas para ratificar seu firme compromisso de lutar contra as agressões imperiais. Com amor e resistência, superaremos a interferência; Nosso único destino é a vitória. Aqui ninguém se rende”,  escreveu.

Em uma publicação em uma rede social, Nicolás Maduro citou que ele e seus apoiadores vão lutar contra as “agressões imperiais”, em referência à sua acusação de que os Estados Unidos é o responsável pelo apagão que atinge 22 dos 23 estados do país desde a última quinta-feira (7), e disse que ninguém “se renderia.”

“O povo revolucionário cheio de dignidade, nobreza e coragem encheu as ruas de Caracas para ratificar seu firme compromisso de lutar contra as agressões imperiais. Com amor e resistência, superaremos a interferência; Nosso único destino é a vitória. Aqui ninguém se rende”,  escreveu.

Leia também: Manifestações pró e contra Maduro tomam as ruas da Venezuela em meio a apagão

Ele ainda disse que  ordenou “o início das ações necessárias para garantir a distribuição de produtos básicos através do #CLAP (Comitês Locais de Abastecimento e Produção), o fornecimento de água potável e os suprimentos necessários para a cidade e hospitais do país”. Desde o apagão , pelo menos 32 pessoas já morreram , vítimas de doenças em que os tratamentos foram impossibilitados pela falta de energia elétrica .

Leia mais:  Jovem sem braços golpeia pai no estômago com tesoura presa aos pés

No sábado (9), Maduro voltou a associar a falta de luz a um ataque hacker do país norte-americano. “Foi utilizada uma tecnologia de alto nível que só os Estados Unidos possuem”, declarou o presidente da Venezuela . Segundo ele, o objetivo é desestabilizar seu governo por meio de sabotagem cibernética.

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
publicidade

Mundo

Mulher é suspeita de matar grávida e arrancar bebê do útero

Publicado

em

As autoridades afirmam que a mulher atraiu a vítima por meio de um grupo no Facebook para grávidas, no qual anunciava doação de roupas de bebê.

Uma mulher foi presa em Chicago, nos Estados Unidos, por suspeita de ter estrangulado uma grávida de 19 anos e arrancado o feto de sua barriga. As autoridades afirmam que a mulher atraiu a vítima por meio de um grupo no Facebook para grávidas, no qual anunciava doação de roupas de bebê.

Marlen Ochoa-Lopez estava desaparecida desde 23 de abril e teve o corpo encontrado na última terça-feira (14) em uma lixeira no jardim de Clarisa Figueroa, 46, suspeita de ter cometido o assassinato. Imagens das câmeras de vigilância mostraram a jovem no bairro de Clarisa no dia do desaparecimento.

Segundo os investigadores, Clarisa queria uma criança – há dois anos, um filho seu adulto morreu de causas naturais. “As palavras não podem expressar o quão repugnantes e perturbadoras são essas acusações”, disse o superintendente da polícia Eddie Johnson a jornalistas para anunciar os resultados da investigação contra Clarisa e sua filha de 24 anos, Desiree Figueroa, que teria ajudado a mãe.

O namorado da mãe, Piotr Bobak, 40, foi suspeito de ocultar o homicídio. Segundo a polícia, a jovem dirigiu até Clarisa para recolher as supostas doações. Quando chegou, foi estrangulada e o bebê arrancado de seu corpo, disse a polícia. Algumas horas depois, Clarisa ligou repetidas vezes para o 911, o serviço de emergência americano, dizendo que seu bebê recém-nascido não estava respirando.

Os socorristas chegaram, tentaram reanimar o bebê e o levaram para o hospital. Mas ele não sobreviveu. Num primeiro momento, a polícia não relacionou o chamado ao 911 com o desaparecimento de Marlen. Até que no dia 7 de maio os amigos da jovem mostraram para os detetives que ela havia se comunicado com Clarisa pelo Facebook.

Clarisa Figueroa, acusada pela morte da grávida Marlen Ochoa-Lopez

Ao mesmo tempo, Clarisa Figueroa iniciou uma campanha de arrecadação para o funeral do que ela dizia ser seu bebê falecido, segundo Sara Walker, porta-voz da família de Ochoa-Lopez. A polícia, então, realizou testes de DNA que mostraram que Marlen Ochoa-Lopez e seu marido Yiovanni Lopez eram na verdade pais do bebê morto.

Quando a polícia chegou para interrogar Clarisa, a filha disse que a mãe estava no hospital devido a uma lesão na perna e também afirmou que a mãe tinha acabado de ter um bebê, disse Brendan Deenihan, vice-chefe de detetives. “Ela contou uma história extremamente estranha”. A polícia revistou o bairro e encontrou o carro de Marlen a poucos quarteirões. O corpo foi encontrado em uma lata de lixo.

Na terça-feira, eles retornaram com um mandado de busca e encontraram material de limpeza e evidências de sangue no corredor e no banheiro. Na sequência, encontraram o corpo da jovem em uma lata de lixo atrás da casa. A família da jovem disse estar grata por terem localizado o corpo e querem justiça. Os suspeitos deverão se apresentar em corte. 


(*Uol)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Teori está na lista dos passageiros de avião que caiu no litoral do Rio
Continue lendo
Nacional43 minutos atrás

Vizinho dava biscoito para estuprar menina de 10 anos

Os abusos aconteciam no quintal da casa da menor quando a mãe dela ia trabalhar. O vizinho levava biscoitos e...

Nacional47 minutos atrás

Homem joga cadeira em ladrão para proteger família durante assalto e é morto.

Família estava jantando em casa quando foi abordada por dupla armada que fez todos reféns. Sogro do homem que foi...

Esportes11 horas atrás

Com um a menos, Atlético-MG vence Flamengo e assume vice-liderança

Divulgação O jogador Cazares, do Atlético-MG, fez um dos gols no Flamengo nesta noite de sábado (18) Em uma noite...

Esportes11 horas atrás

Palmeiras domina, goleia o Santos e se isola na liderança do Brasileiro

Cesar Grego/ Ag. Palmeiras/ Divulgação Deyverson fez um dos gols do Palmeiras no jogo contra o Santos neste sábado (18)...

Nacional11 horas atrás

Simulação de evacuação em Barão de Cocais tem menos de 30% do público esperado

Divulgação/Vale Existe a previsão de que a barragem de Barão de Cocais pode se romper a qualquer momento entre os...

Nacional11 horas atrás

Acumulou! Prêmio da Mega-Sena pode pagar R$ 12 milhões na quarta-feira

iG São Paulo Para concorrer ao prêmio da Mega-Sena, é preciso escolher pelo menos seis números entre os 60 disponíveis...

Estadual11 horas atrás

Chuvas fortes causam alagamento e deixam 70 desabrigados em Vila Velha

Reprodução/Twitter Chuvas fortes na madrugada e manhã de sábado (18) causaram alagamentos e deixaram 70 desabrigados Fortes chuvas na madrugada e...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana