conecte-se conosco


Nacional

Guaidó convoca manifestação por ajuda humanitária na Venezuela

Publicado

em


Juan Guaidó se autoproclamou presidente da venezuela no dia 23 de janeiro e foi reconhecido por diversos países, inclusive o Brasil
Reprodução
Juan Guaidó se autoproclamou presidente da venezuela no dia 23 de janeiro e foi reconhecido por diversos países, inclusive o Brasil

O autoproclamado presidente interino da Venezuela, Juan Guaidó, convocou para hoje (12) uma manifestação em defesa da ajuda humanitária, que vem sendo oferecida por venezuelanos e estrangeiros. Devido a crise política, as doações encontram dificuldade para chegar aos destinatários.

Leia também: Esquerda terá que engolir queda de Maduro, diz Ernesto Araújo

Juan Guaidó
usou sua conta no Twitter para divulgar a campanha “vamos bem”, em que apela para que todos contribuam com os mais necessitados. Segundo ele, há 300 mil venezuelanos em risco de morte. “O momento é de união e luta”, disse.

Na segunda-feira (11), Guaidó postou nas redes sociais a primeira entrega da ajuda humanitária internacional. O político informou que foram distribuídas 1,7 milhão de cestas de suplementos alimentares destinadas a mulheres grávidas e crianças em estado de desnutrição.

Desde o início da crise venezuelana, o governo de Nicolás Maduro
tem recusado ajuda oferecida pelo Brasil e outros países. Na última semana, agentes das forças armadas chegaram a usar caminhões para bloquear estradas por onde supunham que chegariam mantimentos vindos da Colômbia.

Indígenas da etnia Pemon afirmaram que possibilitarão a entrada de ajuda pelas suas terras, que ficam na fronteira entre a Venezuela
e o Brasil.

Juan Guaidó lidera articulação internacional

Na quinta-feira (14) acontecerá em Washington, capital dos Estados Unidos, a Conferência Mundial sobre a Crise Humanitária na Venezuela. Especialistas, empresários e organizações não governamentais humanitárias de mais de 60 países articularão esforços para atender às necessidades dos venezuelanos.

Leia mais:  A velha Rádio-patrulha

Leia também: Grupo de Contato Internacional defende “solução interna” para a Venezuela

O deputado Lester Toledo foi escolhido por Juan Guaidó para coordenar o envio de ajuda. Ele afirmou na segunda-feira (11) que as forças contrárias a Nicolás Maduro preparam uma entrada de medicamentos e alimentos no país pela Colômbia, pelo Brasil e por via marítima.

A chegada de mantimentos deve acontecer de forma simultânea, “como um rio humano, com gente, venezuelanos que virão à fronteira buscar eles mesmos a ajuda humanitária”, disse Toledo, em Brasília. Ele não informou exatamente quando essa ação irá acontecer, mas disse que deve ocorrer nas próximas semanas.

Nesta segunda, Toledo se reuniu com o chanceler Ernesto Araújo em Brasília e com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. Eles definiram a instalação de um centro de distribuição de ajuda humanitária em Roraima.

María Teresa Belandria, escolhida por Juan Guaidó
para  atuar como embaixadora
no Brasil, também participou das reuniões. Ela passará a semana em Brasília organizando as doações. Segundo a diplomata, as prioridades são alimentos, medicamentos, transporte e logística.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

PF vai investigar grupo que teria planejado incêndios na Amazônia

Publicado

em

source

Agência Brasil

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou neste domingo (25) que a Polícia Federal (PF) vai investigar integrantes de um grupo que teria planejado atear fogo em áreas de floresta entre os municípios de Altamira e Novo Progresso, sudoeste do Pará. O caso ocorreu no último dia 10 de agosto, data que chegou a ser batizada por produtores rurais da região como “Dia do Fogo”, e foi denunciado em uma reportagem da revista Globo Rural.

Leia também: Sete estados já pediram apoio federal para combater incêndios florestais

Queimadas na Amazônia arrow-options
Fernando Frazão/ABr
Incêndios criminosos na floresta amazônica serão investigados pela Polícia Federal após aumento de focos de queimadas

“Fui contatado hoje mesmo pelo PR Jair Bolsonaro sobre o fato e solicitando apuração rigorosa. A Polícia Federal vai, com sua expertise, apurar o fato. Incêndios criminosos na Amazônia serão severamente punidos”, afirmou o ministro pelo Twitter.

Segundo a matéria, mais de 70 pessoas, entre sindicalistas, produtores rurais, comerciantes e grileiros combinaram, por meio de um grupo de WhatsApp, incendiar as margens da BR-63. A rodovia liga a região do Pará aos portos fluviais do Rio Tapajós e ao estado de Mato Grosso.

A reportagem também foi compartilhada pelo ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, em que ele reforça a determinação do presidente Bolsonaro para uma “investigação rigorosa” e punição dos responsáveis pelos incêndios criminosos.

De acordo com a assessoria do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a apuração da PF deve se concentrar sobre o caso denunciado na matéria da revista Globo Rural.

Leia também: Salles pede apoio dos estados para enfrentar crise ambiental na Amazônia

MPF no Pará apura denúncia

Na última quinta-feira (23), o Ministério Público Federal (MPF) no Pará informou que está investigando o aumento de queimadas na mesma região, incluindo uma denúncia semelhante de incêndios criminosos. De acordo com o MPF, o procurador da República Paulo de Tarso Moreira Oliveira apura a convocação divulgada em jornal de Novo Progresso, supostamente por fazendeiros, para um “dia do fogo”, em que os produtores rurais incendiariam grandes áreas de floresta. O dia previsto para a manifestação também seria 10 de agosto.

Leia mais:  Homem é preso com 73 kg de cocaína em assoalho de carro, no Rio de Janeiro

Leia também: Cúpula G7 vai ajudar os países que sofreram com as queimadas na Amazônia

Satélites do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) detectaram aumento significativo de queimadas no dia 10 de agosto, com o registro de 124 focos de incêndio, aumento de 300% em relação ao dia anterior. No dia seguinte, foram registrados 203 focos. Em Altamira, foram detectados 194 focos em 10 de agosto e 237 no dia 11, um aumento de 743% nas queimadas.

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Esportes2 minutos atrás

Goiás, com um a menos e de virada, bate o Internacional no Serra Dourada

arrow-options reprodução / Twitter Goiás x Internacional – Campeonato Brasileiro Se o panorama do primeiro tempo com expulsão no time...

Esportes2 minutos atrás

Santos abre 3 a 0, sofre pane no 2º tempo e só empata com o Fortaleza

arrow-options Agência O Globo Após bom primeiro tempo, Santos tem pane e apenas empata com o Fortaleza: 3×3 na Vila...

Esportes2 minutos atrás

Vasco vence São Paulo com tranquilidade e respira no Brasileirão

arrow-options Agência O Globo Thalles Magno comemora gol do Vasco Após mais de um mês longe de casa, o Vasco...

Nacional4 minutos atrás

PF vai investigar grupo que teria planejado incêndios na Amazônia

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou neste domingo (25) que a Polícia Federal (PF) vai investigar integrantes...

Agricultura5 minutos atrás

Agricultura familiar na Expointer: vendas crescem 51% no primeiro dia de feira

As vendas de produtos da agricultura familiar na feira do setor na Expointer, fecharam o primeiro dia com alta de...

Saúde1 hora atrás

Bebe muito café? É por isso que você pode estar com tanta dor de cabeça

Você já deve ter lido as notícias contraditórias sobre estudos relacionados ao café . Contudo, agora, mais uma pesquisa foi...

Entretenimento2 horas atrás

“Estou em estado de choque”, diz Marisa Orth no velório de Fernanda Young

arrow-options Divulgação Fernanda Young, Rita Lee e Marisa Orth no programa “Saia Justa” Atriz que trabalhou com Fernanda Young em diversas séries...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana