conecte-se conosco


Nacional

GSI diz que cabe às autoridades optar por celular seguro

Publicado

em

Augusto Heleno arrow-options
Pablo Valadares/Câmara dos Deputados – 10.7.19
O General Augusto Heleno comanda o Gabinete de Segurança Institucional

O Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência divulgou nota oficial nesta quinta-feira para comentar o comunicado em que o Ministério da Justiça relata sobre ataques cibernéticos aos celulares do presidente Jair Bolsonaro. As invasões teriam sido feitas pelos supostos hackers presos pela Operação Spoofing, que teriam invadido também as contas do Telegram do ministro da Justiça, Sergio Moro, e de outras autoridades.

Leia também: Foco de crises, comunicação de Bolsonaro terá novo secretário de imprensa

O GSI , comandado pelo ministro Augusto Heleno, informou que disponibiliza ao governo federal, por intermédio da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), um aparelho celular denominado Terminal de Comunicação Seguro (TCS) e que cabe às autoridades “optar pelo equipamento e operá-lo conforme suas necessidades funcionais”.

O TCS, que contém tecnologia própria da agência, possui funções de chamada de voz e troca de mensagens e arquivos, “criptografados com algoritmos de Estado”, mas não permite a instalação de aplicativos comerciais, como o WhatsApp , por exemplo. Em café da manhã com jornalistas no mês passado, Bolsonaro afirmou que continuava a usar o app, ignorando a recomendação do GSI.

Em nota, o Ministério da Justiça afirmou que, por questão de segurança nacional, foi informado pela Polícia Federal (PF) de que aparelhos celulares utilizados pelo presidente sofreram ataques pelo grupo de supostos hackers que foi preso na última terça-feira. “Por questão de segurança nacional, o fato foi devidamente comunicado ao Presidente da República”, informou.

‘Brasil não é mais terra sem lei’, diz Bolsonaro

No Twitter, no fim da manhã desta quinta-feira, Bolsonaro disse que os ataques são “um tentado grave contra o Brasil e suas instituições”. Ele cobrou que os autores sejam “duramente punidos” e afirmou que “o Brasil não é mais terra sem lei”. O presidente também garantiu que não há conteúdo comprometedor nos dados de seus celulares.

“Por oportuno, informo que jamais tratei temas sensíveis ou de segurança nacional via celular”, acrescentou. 

O GSI informou ainda que, considerando a complexidade do tema, nos cenários nacional e internacional, publica preventivamente recomendações e alertas de segurança à administração pública federal, no site do Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo.

Leia também: Witzel quer apoio de evangélicos para candidatura à Presidência em 2022

“Por fim, ressaltamos que detalhes e desdobramentos sobre o assunto serão apurados por Inquérito instaurado pela Polícia Federal”, concluiu a nota. 

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, sai da prisão após três anos

Publicado

em

source
Homem falando em microfone arrow-options
Reprodução/Lava Jato
Léo Pinheiro

Dois dias após homologação do seu acordo de delação premiada, o ex-presidente da OAS, Léo Pinheiro, saiu da prisão na carceragem da Polícia Federal em Curitiba na noite dessa terça-feira (17).

Agora, o executivo da OAS que estava preso desde 2016 será monitorado por uma tornozeleira eletrônica dentro de casa, em São Paulo. Um familiar foi responsável por buscá-lo na capital paranaense. 

Leia também: Ministro Fachin homologa acordo de delação de Léo Pinheiro

“Léo Pinheiro colaborou com a justiça , prestou todos os esclarecimentos devidos, apresentou provas, portanto, fez jus ao direito de cumprir a sua pena na sua residência”, afirmou representante da defesa de Léo, Maria Francisca Accioly, em declaração à colunista Bela Megale.

Fonte: IG Mundo
Comentários do Facebook
Leia mais:  Bombeiros retomam buscas por vítimas após queda de ponte no Rio Moju, no Pará
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Agricultura28 minutos atrás

ALGODÃO/CEPEA: Exportação elevada enxuga excedente interno e impulsiona valores

Cepea, 18/9/2019 – Os valores internos do algodão em pluma voltaram a registrar ligeiras altas nos últimos dias. Segundo pesquisadores...

Agricultura28 minutos atrás

CAFÉ/CEPEA: Indicador acumula alta de 3,5% na parcial deste mês

Cepea, 18/9/2019 – As cotações do café arábica tiveram forte alta na maior parte dos últimos dias, impulsionadas pelo avanço...

Agricultura28 minutos atrás

ARROZ/CEPEA: Com negociações pontuais, preço se estabiliza

Cepea, 18/9/2019 – O preço do arroz em casca permaneceu praticamente estável no mercado do Rio Grande do Sul nos...

Agricultura28 minutos atrás

TOMATE/CEPEA: Calor resulta em acentuada queda nos preços

Cepea, 18/9/2019 – Os preços do tomate salada longa vida recuaram nos últimos dias na maioria das regiões produtoras. Segundo...

Regional1 hora atrás

Jovem é assassinado com tiros à queima-roupa no interior do ES

Um jovem foi assassinado a tiros, em plena luz do dia, no bairro Vila Nova, em Ecoporanga, na região norte do...

São Mateus1 hora atrás

Damas da Noite e travestis ameaçados por ‘Maníaco da Meia Noite’ em São Mateus

O assassinato do travesti Pitty, que trabalhava em um salão de beleza e à noite frequentava o local, até hoje...

Economia1 hora atrás

Anvisa suspende venda de lenços umedecidos por contaminação: veja marcas

arrow-options Divulgação Lote da marca Huggies Max Clean está entre as suspensas pela Anvisa Dois lotes das marcas  Huggies Max...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana