conecte-se conosco


Saúde

Governo diz que 17% das vagas do Mais Médicos ainda não foram preenchidas

Publicado

em


Inscritos no Mais Médicos tinham a partir do dia 7 para comparecer nos municípios escolhidos
Divulgação/ Ministério da Saúde

Inscritos no Mais Médicos tinham a partir do dia 7 para comparecer nos municípios escolhidos

O último balanço do programa Mais Médicos , divulgado nesta sexta-feira (11)pelo Ministério da Saúde, aponta que das 8.517 vagas abertas após a saída dos médico cubanos  1.462 ainda não foram preenchidas, número representa 17,2% dos postos de trabalho.

Na quinta-feira (10), o prazo para que médicos brasileiros com registro profissional no país se apresentassem nos locais onde escolheram atuar terminou. Nesta fase dos novos editais do Mais Médicos, dos 1.707 que se inscreveram nesta etapa de seleção, 1.087 compareceram aos municípios escolhidos.

As 620 vagas que não foram ocupadas foram somadas a outras 842 que também não tinham sido preenchidas após o fim da primeira etapa, encerrada em 18 de dezembro. Agora, as mais de 1,4 mil vagas serão oferecidas a médicos que têm diploma estrangeiro — mesmo sem a revalidação do documento.

Os brasileiros formados no exterior escolhem os locais de atuação nos dias 23 e 24 de janeiro. Em seguida, se sobrarem vagas, estrangeiros formados fora do país podem escolher municípios onde trabalhar, nos dias 30 e 31 de janeiro. De acordo com o Ministério da Saúde, 10.205 médicos brasileiros ou estrangeiros formados no exterior completaram a inscrição de participação no programa.

O que é o Mais Médicos?


Luiz Henrique Mandetta avalia soluções para o Mais Médicos com médicos militares
Rafael Carvalho/Governo de Transição

Luiz Henrique Mandetta avalia soluções para o Mais Médicos com médicos militares

O programa foi criado em 2013, durante o governo de Dilma Rousseff, com o objetivo de ampliar a assistência em regiões com carência de profissionais. Desde novembro, novos editais vêm sendo lançados com o objetivo de substituir os 8.517 cubanos que atuavam em 2.824 municípios e 34 distritos sanitários especiais indígenas (DSEI).

Leia mais:  Bolsonaro exalta preenchimento das vagas do Mais Médicos e ataca governo cubano

De início as vagas foram abertas somente aos médicos brasileiros com registro no país, porém, nos últimos dias 3 e 4, os médicos formados no exterior puderem selecionar as vagas que ainda não haviam sido preenchidas.

O médico Luiz Henrique Mandetta assumiu o Ministério da Saúde e alegou que pretende reformar o programa, devido à escassez de profissionais para preencher o total de vagas.

Segundo o novo ministro, O Brasil tem aproximadamente 320 faculdades de medicina e 26 mil médicos graduados em 2018, com previsão de aumento deste número em 10% ao ano até chegar a 35 mil profissionais formados.

“Quem forma essa quantidade toda de profissionais? Muitos deles endividados pelo Fies [Fundo de Financiamento Estudantil] e muitos formados em escola pública. Não temos uma proposta ou política de indução para que eles venham para o sistema público de saúde”, afirmou Mandetta sobre o programa Mais Médicos .

Comentários do Facebook
publicidade

Saúde

Saiba o que pode estar diminuindo a sua libido

Publicado

em

O desejo sexual de homens e mulheres pode ser afetado pelo stress, problemas na tireoide ou até mesmo pouca exposição ao sol

Já é cientificamente comprovado que uma boa relação sexual traz inúmeros benefícios para homens e mulheres, incluindo proteção cardiovascular, controle da dor — já que a ocitocina e a endorfina (hormônios liberados durante prazer) podem ter efeito analgésico —, além de melhorar o sono. No entanto, para que esses benefícios sejam alcançados é preciso primeiro ter vontade de fazer sexo. Segundo especialistas, não há um nível considerado “normal” quando o assunto é desejo sexual, mas é possível notar quando a libido diminui de forma mais acentuada. Isso pode acontecer por vários motivos, como stress e problemas hormonais.

O site especializado Medical Daily preparou uma lista com alguns dos fatores que mais influenciam nos níveis de desejo sexual de um indivíduo e qual é a melhor forma de resolvê-los.

1. Pouca luz

Esse provavelmente é o problema mais fácil de resolver. A exposição à luz — ou falta dela — pode interferir nos níveis de testosterona do homem, influenciando na libido. Estudo de 2016 mostrou que se expor ao sol pode aumentar os níveis hormonais e, consequentemente, a satisfação sexual em homens com baixa libido.

Em entrevista a Reuters, Andrea Fagiolini, um dos autores da pesquisa, disse que a produção natural de testosterona declina durante períodos mais frios e alcançam o pico na primavera e no verão. 

2. Stress e cansaço

A rotina corrida, o trânsito caótico e o excesso de trabalho são fatores que podem causar cansaço e stress, o que prejudica o desempenho e o desejo sexual. “Muitas mulheres estão satisfeitas com seus relacionamentos e gostam de sexo, mas estão muito cansadas e estressadas para sentir o desejo sexual”, explicou Laurie Mintz, professora de psicologia da Universidade da Flórida, nos Estados Unidos. No caso dos homens, o stress pode estreitar as artérias, levando a sintomas de disfunção erétil, segundo estudo.

3. Menopausa

De acordo com a Sociedade Norte Americana de Menopausa (NAMS, na sigla em inglês), durante a transição da menopausa, os efeitos físicos da queda dos níveis de estrogênio — incluindo ondas de calor, suor noturno e secura vaginal — podem atrapalhar a motivação sexual. O envelhecimento também pode causar declínio no nível de testosterona em homens e mulheres, provocando a redução da libido.

4. Problemas na tireoide

hipotireoidismo — doença caracterizada pela baixa produção de hormônio na tireoide — está ligado a uma série de sintomas, incluindo disfunção sexual. Como ocorre uma interrupção na produção hormonal, algumas mulheres apresentam menor lubrificação vaginal, o que pode resultar em dor durante o sexo, levando diminuição da frequência das relações sexuais. Problemas na tiroide também podem reduzir a energia, aumentar o stress e diminuir a sensação de bem-estar geral, todos sintomas que desempenham papel importante na libido. Apesar de afetar principalmente as mulheres, o hipotiroidismo em homens pode causar ejaculação precoce ou atrasada.

Para contornar a situação, é preciso assegurar o equilíbrio hormonal, alcançado através de medicação — prescrita por um endocrinologista. 

5. Medicamentos

Alguns fármacos são conhecidos por interferir no desejo sexual, como antidepressivos, pílulas anticoncepcionais, anti-histamínicos (ou anti-alérgicos), medicamentos anti-convulsivos e analgésicos opioides. Esses medicamentos podem interromper a produção hormonal, provocando dificuldade em atingir o orgasmo e afetando o humor. 

A melhor maneira de tentar contornar a situação é conversar com o médico e buscar alternativas possíveis. Às vezes, atitudes simples, como praticar exercícios, podem elevar o humor e a libido.

Soluções

Exercício

Segundo o Medical News Today, a solução para alguns desses problemas pode estar no ioga. Isso poque a prática ajudar a aliviar o stress e a ansiedade já que reduz os níveis de cortisol e pode afetar a expressão genética que predispõe as pessoas a se estressarem. A atividade ainda pode ajudar com problemas na tireoide e síndrome metabólica — conjunto de doenças, como hipertensão, excesso de gordura corporal, níveis de colesterol anormais, altos níveis de açúcar no sangue, que aumentam risco de doença cardíaca. 

Além disso, estudo recente publicado no The Journal of Sexual Medicine mostrou que 75% das participantes que praticaram ioga durante 12 semanas notaram melhora na vida sexual. Essa resposta pode ser especialmente interessante para mulheres acima dos 45 anos, que podem recuperar desejo, lubrificação, satisfação, excitação e sentir menos dor. 

Comentários do Facebook
Leia mais:  A importância dos selantes nos dentes dos nossos filhos
Continue lendo
São Mateus19 minutos atrás

Estação de Tratamento de Esgoto do balneário de Guriri continua sem funcionar

SÃO MATEUS (ES) – Construída há 19 anos, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Mariricu, que atenderia toda a...

Sem categoria2 horas atrás

Petrocity: Faculdade vai capacitar mão de obra para o porto

SÃO MATEUS (ES) – A Petrocity e a Faculdade Vale do Cricaré celebraram convênio para que a instituição de ensino...

Mulher2 horas atrás

Pizza sem glúten é opção que cabe na dieta; veja como preparar

Pizza combina com final de semana, encontro entre amigos ou aquele momento bate uma vontade de comer algo diferente e...

Mulher2 horas atrás

Sonha em ter cabelo volumoso? Veja 5 truques básicos que são infalíveis

Ter um cabelo volumoso e hidratado todos os dias é um sonho de consumo para a maior parte das pessoas,...

Mulher2 horas atrás

Foto de parto cesárea mostra bebê com “pose de super-herói”

Muitas crianças sonham em ser um super-herói quando crescer, mas um garotinho parece ter conseguido atingir esse sonho logo que...

Mulher2 horas atrás

Mulheres inspiradoras: corredora muda vida de mulheres da comunidade há 20 anos

“O que você está fazendo para mudar o mundo?”. Assim, de cara, a pergunta soa dura e pede uma reflexão....

Entretenimento5 horas atrás

Paolla Oliveira posa de biquíni e conscientiza seguidores: “Água é vida”

Paolla Oliveira, de 36 anos, compartilhou um registro fotográfico em sua conta do Instagram na tarde desta sexta-feira (22). De...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana