conecte-se conosco



Nacional

Governadora do Alabama sanciona lei antiaborto mais rígida dos EUA

Publicado

em


Kay Ivey
Reprodução
Kay Ivey, governadora do Alabama

A governadora do Alabama, Kay Ivey, sancionou nessa quarta-feira (15) uma lei que proíbe  aborto em todo o estado norte-americano, até em casos de estupro ou incesto. A medida é a tentativa mais recente dos conservadores para induzir a Suprema Corte a reconsiderar o direito constitucional das mulheres ao aborto.

Leia também: Coreia do Sul altera lei de 1953 e acaba com proibição de aborto

Ativistas norte-americanos pró-aborto já haviam se comprometido a ir à Justiça para impedir a aplicação da medida da governadora no Alabama
, a mais severa lei antiaborto, promulgada com a intenção de reverter uma decisão judicial de 1973.

A situação fez com que o debate sobre o aborto voltasse à pauta política nacional, no período que antecede as eleições presidenciais dos Estados Unidos em 2020. A decisão ocorreu um dia após o Senado do Alabama, de maioria republicana, aprovar o projeto de lei
e rejeitar uma emenda democrata que teria permitido abortos legais para mulheres que engravidassem em casos de estupro ou incesto.

“Aos muitos defensores do projeto de lei, esta legislação é um testemunho poderoso da crença profundamente enraizada dos alabamienses de que cada vida é preciosa e que toda vida é um dom sagrado de Deus”, disse Ivey em comunicado.

Defensores da descriminalização do aborto nos EUA condenaram o projeto, julgando-o como parte de um ataque apoiado por republicanos aos direitos de as mulheres controlarem seus corpos. “Essa é a guerra contra mulheres”, disse o governador democrata da Califórnia, Gavin Newsom. “Está a pleno vapor e há anos em construção”.

A lei do Alabama entrará em vigor dentro de seis meses. A legislação para restringir o direito ao aborto foi apresentada neste ano em 16 estados, quatro deles comandados por governadores que sancionaram projetos de lei proibindo a prática se um batimento cardíaco embrionário puder ser detectado.

Leia também: 41% dos brasileiros são contra o aborto em qualquer situação, diz Datafolha

O projeto de lei sancionado pela governadora do Alabama
vai mais longe, proibindo abortos em qualquer estágio. Aqueles que os realizam estariam cometendo um crime grave, sujeito a penas de 10 a 99 anos de prisão, mas uma mulher que fizer um aborto não seria responsabilizada criminalmente.

Comentários do Facebook

Nacional

Idosa é morta por filha, netas e genro em disputa por herança em SP

Publicado

em

Caso, que ocorreu Jardim Odete, em Itaquaquecetuba, na Grande SP foi registrado como homicídio qualificado e ato infracional por homicídio

Um homem, de 25 anos, duas mulheres, de 19 e 36 anos, e uma adolescente, de 14, foram detidos em flagrante suspeitos pela morte de uma idosa, de 61, na rua Aurélio Peres, no Jardim Odete, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. O caso ocorreu na tarde de sábado (22). Os adultos foram presos devem responder pelo crime de triplo homicídio qualificado. A jovem foi apreendida. 

Os policiais militares foram acionados para atender a ocorrência. No local, foram recepcionados por uma das suspeitas, a filha da vítima. Ela afirmou à polícia que encontrou a mãe desacordada. O Samu e Bombeiros foram acionados, mas a idosa estava morta. Ela apresentava marcas no pescoço.

Em diligências, os policiais encontraram uma testemunha que contou que a vítima enfrentava problemas de relacionamento com a filha e suas duas netas em razão de uma indenização em dinheiro recebida. O valor era de aproximadamente de R$ 140 mil. 

Os PMs encontraram o homem, companheiro da filha da vítima. Segundo a polícia, ele afirmou que, junto com a mulher e as duas filhas, praticaram o crime. O suspeito afirmou que a idosa foi estrangulada. Os quatro foram detidos em flagrante.

O caso foi registrado como homicídio qualificado e ato infracional por homicídio. O corpo de Marivalda dos Santos, de 61 anos, será velado na manhã da segunda-feira (24), na capela do Cemitério Morada da Paz, na Estrada de São Bento, Jardim São Paulo, em Itaquaquecetuba, Região Metropolitana de São Paulo. O sepultamento ocorreu por volta das 9h30.


(*R7)

Comentários do Facebook
Continue lendo
Política31 minutos atrás

Bolsonaro comete infração de trânsito em passeio de moto no Guarujá; assista

arrow-options Reprodução/Twitter Presidente publicou o vídeo em suas redes sociais O presidente Jair Bolsonaro está aproveitando o carnaval no Guarujá,...

Internacional44 minutos atrás

Japão divulga diretrizes básicas para combater coronavírus

O governo do Japão definiu diretrizes básicas para medidas de proteção contra um surto nacional do novo coronavírus. Entre elas,...

Internacional44 minutos atrás

Mortes por coronavírus na China passam de 2.660

Autoridades de saúde da China informaram que outras 71 pessoas morreram na segunda-feira em decorrência de infecção causada pelo coronavírus,...

Entretenimento57 minutos atrás

Simony abandona cobertura de Carnaval ao vivo

Escalada por Leo Dias para participar da cobertura de Carnaval da RedeTV! , Simony abandonou seu posto ao vivo na...

Nacional1 hora atrás

Idosa é morta por filha, netas e genro em disputa por herança em SP

Caso, que ocorreu Jardim Odete, em Itaquaquecetuba, na Grande SP foi registrado como homicídio qualificado e ato infracional por homicídio Um...

Nacional1 hora atrás

Chefe tortura funcionário por acreditar que ele furtou R$ 8 mil

Um empresário foi preso em flagrante suspeito de torturar um funcionário, em Aparecida de Goiânia, Região Metropolitana da capital. Segundo a...

Entretenimento1 hora atrás

Iza é traída pela fantasia e fica com o seio de fora na Sapucaí

Cantora foi discreta, mas teve que ajeitar o figurino por diversas vezes durante o desfile da Imperatriz Já era madrugada...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana