conecte-se conosco


Direto de Brasília

Gilmar Mendes é investigado pela Receita por “possíveis fraudes de corrupção”

Publicado

em


Ministro Gilmar Mendes durante sessão extraordinária do Supremo Tribunal Federal (STF)
Rosinei Coutinho/SCO/STF – 13.6.18

Ministro Gilmar Mendes durante sessão extraordinária do Supremo Tribunal Federal (STF)

A Receita Federal abriu procedimento para investigar “possíveus fraudes de corrupção, lavagem de dinheiro, ocultação de patrimônio ou tráfico de influência” envolvendo o minsitro do Supremo Tribunal Federal (STF) Gilmar Mendes.

Leia também: Juíza rejeita ação popular e mantém filho de Mourão em cargo de confiança no BB

A análise fiscal alcança também a mulher de Gilmar Mendes , a advogada Guiomar Mendes, e é conduzida pela Equipe Especial de Fraudes da Receita. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (8) pela coluna Radar, da revista Veja .

Segundo a publicação, o procedimento teve início após um relatório de maio do ano passado apontar variação, no ano de 2015, de R$ 696 mil no patrimônio de Guiomar sem que houvesse explicação para tanto. Esse relatório concluiu que havia ali “indícios de lavagem de dinheiro”.

À coluna da Veja , Guiomar Mendes se disse “dominada por profunda perplexidade e indignação” por conta da investigação e assegurou que sua atuação profissional “sempre se pautou pelo respeito às instituições e àqueles que as integram e pela observância aos valores éticos e morais inerentes ao exercício da advocacia”.

“Não bastassem as minhas palavras, coloco à sua disposição as Reuniões de Contas do escritório que me dizem respeito, com a devida relação dos processos em que atuei e respectivos valores recebidos, bem como movimentação bancária e declarações de rendimentos apresentadas junto à Receita Federal com discriminação detalhada de bens e valores absolutamente compatíveis com os ganhos que obtive”, declarou a advogada.

Leia também: Nove perguntas e respostas para entender a condenação de Lula no caso do sítio

Leia mais:  Lotofácil da Independência sorteia R$ 85 mi; Mega-Sena pode pagar hoje R$ 24 mi

Gilmar também reagiu à abertura do procedimento investigatório. O ministro do STF peticionou à Procuradoria-Geral da República (PGR) e à própria Receita para manifestar seu “estranhamento” e “pronto repúdio” ao que classificou como “abuso de poder por agentes públicos para fins escusos, concretizado por meio de uma estratégia deliberada de ataque reputacional a alvos pré-determinados”.

“Tal estratégia revela-se clara no presente caso, em que ilações desprovidas de qualquer substrato fático são feitas não apenas em relação a minha pessoa, mas em relação a todo o Poder Judiciário nacional”, disse o magistrado.

De acordo com a jornalista Mônica Bergamo, da Folha de S.Paulo , Gilmar Mendes também cobrou “providências urgentes” do presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli, para apurar a ação dos auditores fiscais que deram início à investigação “sem nenhum fato concreto” a justificá-la. A reportagem do iG solicitou posicionamento à assessoria de Gilmar, mas não obteve retorno até o momento.

Leia também: Lula sabia que era alvo da Lava Jato antes da condução coercitiva, diz Palocci

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
publicidade

Direto de Brasília

Salles nomeia militares para acabar com “arcabouço ideológico” no Ministério

Publicado

em


Ricardo Salles pensativo
Jorge William/Agência O Globo

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não comentou nomeação de militares

Seguindo orientação do presidente Jair Bolsonaro, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, decidiu colocar militares em cargos importantes do Ministério e de órgãos subordinados. Até o momento, 12 militares já foram nomeados com o objetivo de acabar com o “arcabouço ideológico” no setor.

Leia também: Governo vai dificultar destruição de equipamentos em operações do Ibama

Os postos ocupados pelos militares vão do alto escalão da pasta até as diretorias do Ibama e do Instituto Chico Mendes de Biodiversidade (ICMBio). Na última quinta-feira (18), o então diretor de planejamento do Ibama, Luiz Eduardo Nunes, que era servidor de carreira do órgão,  foi exonerado e deve ser substituído por Luís Gustavo Biagioni, aposentado da Polícia Militar Ambiental de São Paulo.

Na mesma semana, Ricardo Salles indicou o coronel Homero de Giorge Cerqueira, também da Polícia Militar Ambiental de São Paulo, para a presidência do ICMBio . Ele também nomeou Davi de Souza Silva, outro militar paulista, para o comando regional do Ibama em São Paulo.

Em meio ao troca-troca, Bolsonaro voltou a critiar o Ibama. “É um órgão muito mais aparelhado do que o Ministério da Educação”, disse. Sobre as substituições, o presidente disse que “com Salles, nosso ministro do Meio Ambiente, tomamos providências para substituir esse tipo de gente”.

Leia também: Ministro do Meio Ambiente cita o nazismo para rebater crítica de jornal alemão

Segundo levantamento do jornal O Estado de S. Paulo , oito militares ocupam cargos comissionados no Ministério do Meio Ambiente , trabalhando ao lado do ministro. Na sede do Ibama, os militares já comandam duas diretorias. O Estado de S. Paulo procurou Ricardo Salles, mas ele não quis comentar a militarização do Ministério.

Leia mais:  “Pigmeu, “fantoches”, “petista”…o que o general Paulo Chagas falou sobre o STF

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional6 minutos atrás

Batida entre van e caminhão mata 4 deixa quatro feridos; lateral de veículo foi arrancada

Acidente ocorreu no início da madrugada desta sexta-feira (19), na BR-242, trecho da cidade de Barreiras. Quatro pessoas morreram e...

Entretenimento12 minutos atrás

“Preconceito velado”, diz atriz trans sobre falta de papéis na TV

Maria Clara Spinelli aproveitou a sexta-feira para desabafar em seu perfil no Instagram. A atriz trans publicou uma imagem onde...

Entretenimento12 minutos atrás

Donald Trump leva bronca da HBO após usar imagem de “Game of Thrones”

A rede HBO repreendeu o presidente americano, Donald Trump, depois que o mandatário voltou a recorrer à popular série “Game...

Entretenimento12 minutos atrás

Presidente da Ancine suspende repasse de verbas para o audiovisual

 O diretor-presidente da Ancine, Christian de Castro, mandou suspender o repasse de verbas para a produção de filmes em série....

Nacional19 minutos atrás

Grávida de 7 meses morre ao tentar salvar filho de 5 anos afogado em represa

Mãe e filho que se afogaram na Represa de Jurumirim, em Itaí (SP), na tarde desta quinta-feira (18), morreram depois de...

Direto de Brasília30 minutos atrás

Salles nomeia militares para acabar com “arcabouço ideológico” no Ministério

Jorge William/Agência O Globo O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, não comentou nomeação de militares Seguindo orientação do presidente...

Direto de Brasília30 minutos atrás

Alan García deixou carta de despedida onde nega subornos e diz que cumpriu dever

Alexandre Moreira/Brazil Photo Press/Agencia O Globo Alan García deixou carta de despedida onde nega subornos e diz que cumpriu sua...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana