conecte-se conosco


Esportes

Flamengo continuará pagando salários das vítimas do incêndio no Ninho do Urubu

Publicado

em


Nesta segunda-feira (11), representantes do Flamengo deverão participar de uma reunião no Ministério Público para tentar esclarecer o que ocorreu
Tomaz Silva/Arquivo/Agência Brasil
Nesta segunda-feira (11), representantes do Flamengo deverão participar de uma reunião no Ministério Público para tentar esclarecer o que ocorreu

A diretoria do Flamengo comprometeu-se a manter o pagamento dos salários às vítimas do incêndio de sexta-feira (8) em um dos alojamentos do clube, no Ninho do Urubu, como é conhecimento popularmente o Centro de Treinamento Presidente George Helal. A informação está em nota divulgada pelo clube neste domingo (10).

Leia também: Presidente do Flamengo lamenta mortes: “Maior tragédia do clube em 123 anos”

“O Flamengo
gostaria de reiterar que, independentemente de qualquer investigação, vem prestando todo o amparo às famílias dos atletas vitimados pela tragédia ocorrida no centro de treinamento, assim como aos feridos e sobreviventes. Neste momento, o clube, de pleno, assume o compromisso de manter a remuneração paga aos atletas vítimas do incêndio, sem qualquer prejuízo de outras ações adicionais de apoio que estão sendo implementadas”, diz a nota.

Em outro trecho da nota, a diretoria do Flamengo ressalta que, de acordo com a empresa NHJ, responsável pelo alojamento de contêiner
, a espuma usada no isolamento térmico e acústico não era inflamável. “Vale ressaltar que representantes da empresa NHJ – em reunião realizada na manhã deste domingo, na sede da Gávea – esclareceram que o poliuretano utilizado entre as chapas metálicas não é propagador de incêndios, por ter característica auto-extinguível.”

Leia também: Ao som de “Parabéns a você”, jovem vítima de incêndio no Flamengo é enterrado

Nesta segunda-feira (11), representantes do Flamengo deverão participar de uma reunião no Ministério Público (MP) para tentar esclarecer o que ocorreu no Ninho do Urubu
. Também estarão presentes à reunião representantes de diversos outros órgãos da Justiça e da prefeitura do Rio.

Leia mais:  Nantes cobra R$ 72 milhões do Cardiff pela transferência do finado Emiliano Sala

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, já havia dado a entender que daria amparo às famílias das vítimas. “Obviamente estamos todos consternados. Essa é a maior tragédia que esse clube passou nos últimos 123 anos (anos de existência do clube, fundado em novembro de 1895)”, disse o mandatário do clube, eleito recentemente.

“O mais importante agora é a gente se dedicar a tentar minimizar o sofrimento de todas essas famílias. O Flamengo está cuidando disso e estamos fazendo com que isso seja minimizado ao máximo”, completou o cartola.

As chamas tomaram conta do alojamento dos jogadores do base do Flamengo
, no centro de treinamento Ninho do Urubú, ocalizado em Vargem Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro, na madrugada desta sexta-feira (8). Dez atletas com idades entre 14 e 15 anos acabaram morrendo no incêndio. Três seguem internados, um deles em estado grave.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
publicidade

Esportes

Polícia investiga torcida da Juventus e encontra armamento e peças neonazistas

Publicado

em

peças neonazistas arrow-options
Reprodução
Polícia encontrou bandeiras da torcida organizada da Juventus e muito armamento

A polícia italiana anunciou nesta segunda-feira (15) a prisão de três homens ligados ao partido político italiano neofacista depois de encontrarem um enorme arsenal de armas automáticas, material com símbolos nazistas e um míssil. O alvo inicial da investigação era uma torcida organizada da Juventus.

Leia também:  Atlético de Madrid vai investir na contratação de James Rodrígues

O grupo Drughi é a principal torcida organizada da Juventus . Após encontrarem bandeiras desse coletivo num centro skinhead em Turim, a polícia também encontrou vários fuzis automáticos, armas de assalto, pistolas, baionetas, munição, rifles de caça e até um míssil terra-ar de 800kg que é utilizado pelo exército do Qatar.

míssil arrow-options
Reprodução
Míssil apreendido em operação que começou com torcida da Juventus

Todo o arsenal estava espalhado na casa das três pessoas. Um dos presos na operação foi o ex-candidato ao Senado em 2001, Fabio Del Bergiolo, de 50 anos, ele faz parte do partido nacionalista Força Nova. Os outros detidos foram Michele Monti e Fabio Amalio Bernardi.

Leia também:  Por rebeldia, PSG ameaçou deixar Neymar sem jogar até 2022, diz jornal

A operação que envolveu a torcida da Juventus foi organizada pelo Serviço Antiterrorismo da Itália e pela Divisão de Investigações Gerais e Operações Especiais (Digos) da polícia de Turim.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Leia mais:  Há 15 anos São Caetano e Paulista fizeram uma final surpreendente
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana