conecte-se conosco



Nacional

‘Fica um jogo de empurra’, diz Simesp sobre demandas da rede de saúde

Publicado

em


source
null
Divulgação

undefined


Com ameaça de paralisar as atividades, o Sindicato dos Médicos de São Paulo (Simesp) fez uma  série de reivindicações à prefeitura e às Organizações Sociais de Saúde (OSS), responsáveis pela gestão das unidades básicas de saúde do estado. As respostas, segundo o Simesp, não levam a lugar nenhum.

“Fica um jogo de empurra”, resume a médica Vanessa Araújo, delegada sindical da Atenção Primária e, portanto, representante do sindicato na pauta. 

Ao falar com o iG na tarde desta quinta-feira (13), Vanessa explicou que alguns dos principais pleitos são a contratação imediata de mais equipes para atendimento de pacientes com sintomas respiratórios, a não-convocação obrigatória de médicos para atender os plantões aos sábados e o pagamento de hora extra quando os profissionais trabalharem nesses plantões. O serviço aos sábados  foi uma determinação da gestão municipal, porém não há consenso entre as gestoras sobre como a convocação deve ser feita.

“As OSS têm mandado esses avisos de convocação pra os trabalhadores de forma muito variada. Algumas têm anunciado como convocação obrigatória, sem oferecer qualquer tipo de pagamento de hora extra e sem a possibilidade desse trabalhador recusar o plantão extra, enquanto outras unidades conseguem fazer um tipo de negociação”, pontua Vanessa.

Leia Também

Ela acrescenta ainda que a prefeitura divulgou um informe geral, depois repassado pela gestão ao iG, para indicar que o comparecimento não é obrigatório e que, caso os profissionais compareçam, eles deverão receber hora extra. “Então, a gente questiona as OSS e o Sindhosfil, que representa legalmente essas entidades, dá respostas evasivas, diz que isso não está nas mãos deles, que é uma determinação da prefeitura, enquanto a prefeitura afirma que já liberou a verba pra pagamento de hora extra”, descreve a situação.

A nota do Sindhosfil divulgada no Instagram do Simesp diz que “cabe às políticas públicas de saúde avaliar as questões do desabastecimento de recursos materiais e da qualidade da atenção primária de saúde do Município”. 

Diante desse cenário indefinido, o Simesp cobra fiscalização por parte da gestão municipal e a implementação de outras ações. Na lista estão a instalação de gripários e outros tipos de locais adequados para atendimento de pacientes com sintomas respiratórios para que eles fiquem separados de pacientes com outros sintomas; a reposição de medicamento básicos nas farmácias; e a reposição de equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras e lençóis.

Toda essa discussão está na pauta da assembleia prevista para iniciar às 19h30 de hoje, no Simesp. Os médicos vão discutir a realização de uma paralisação. Se aprovada, eles deverão definir uma data, que deverá ser comunicada à prefeitura, aos empregadores e ao Conselho de Medicina do estado (Cremesp) com até 72 horas de antecedência à realização do ato.

Comente Abaixo
Política35 minutos atrás

Randolfe pede que STF enquadre Bolsonaro em crime de desobediência

Jefferson Rudy/Agência Senado Senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) O senador Randolfe Rodrigues pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) para que o...

Entretenimento60 minutos atrás

‘BBB 22’: “se o líder me indicar, puxo o amigo dele”, diz Rodrigo

Reprodução/BBB Rodrigo comentou estratégia para o BBB Rodrigo já faz apostas para o próximo paredão do ‘BBB 22’. No quarto...

Entretenimento60 minutos atrás

Globeleza: Valéria Valenssa lista cuidados com o corpo e a alimentação

Edduh Moraes Valéria Valenssa Com os seus 50 anos recém-completados, a  modelo e empresária Valéria Valenssa continua exibindo uma silhueta...

Entretenimento60 minutos atrás

Jotave revela flerte com Anitta em festa particular da cantora

Reprodução Jotave falou sobre flerte com Antita Jotave, um dos protagonistas do início do “De Férias com o Ex Caribe”,...

Entretenimento60 minutos atrás

Murilo Dias, do reality “Soltos em Floripa”, celebra aniversário em SP

Divulgação Murilo Dias Murilo Dias, ex-integrante do “Soltos em Floripa”, que bebe da fonte de uma atração internacional de sucesso...

Tecnologia1 hora atrás

Para onde vão as multas do Procon à Apple, Google, Amazon?

Janaína Dantas Para onde vão as multas do Procon à Apple, Google, Amazon? Apple, Google, Facebook, Amazon, PayPal e outras...

Tecnologia1 hora atrás

Promoção do Steam tem Sims 4 a R$ 19, FIFA 22 e 20 mil jogos de PC

Murilo Tunholi Promoção do Steam tem Sims 4 a R$ 19, FIFA 22 e mais 20 mil jogos de PC...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!