conecte-se conosco


Tecnologia

Fazer aplicações conversarem pode movimentar US$3,5 bilhões

Publicado

em

source
aplicativos arrow-options
Pixabay
O mercado de integração de sistemas tem crescido muito.


Por trás de cada um dos aplicativos que facilitam nossa rotina, há um emaranhado de processos que precisam falar a mesma língua. E fazer com que eles se entendam é um negócio que poderá gerar US$ 3,5 bilhões ao ano.

Mas o que significa dizer que os processos precisam se comunicar? Tudo isso tem a ver com APIs. Expressão corriqueira no mundo da informática, API é a sigla em inglês para Interface de Programa de Aplicação. A tradução não ajudou muito? Talvez porque a terminologia típica dos programadores soe como um código indecifrável para quem não entende do assunto. É assim também quando um software quer falar com outro. Cada qual tem seu idioma e,  para que consigam se entender, é preciso integrar diferentes APIs.

Leia também: Agora dá para agendar mensagens no Telegram; confira essa e outras novidades

Mas nem sempre essa “tradução simultânea” do mundo digital flui sem percalços. “É muito comum haver problemas na integração de sistemas. Grande parte das plataformas não aguenta as requisições e transformações que os dados sofrem”, diz Thiago Lima, programador e CEO da LinkApi. “Nossa missão é ser uma ferramenta parceira do desenvolvedor, auxiliando em toda a complexidade técnica”, afirma. A plataforma criada pela LinkApi permite aumentar a eficiência operacional de qualquer negócio, principalmente daqueles baseados em dados.

E o mercado no qual essa empresa está inserida tem crescido, e muito. De acordo com um relatório da consultoria Zion Market Research, o mercado global de gerenciamento por APIs, que gerou cerca de US$ 609,32 milhões em 2016, deverá movimentar US$ 3,5 bilhões até 2022. Um crescimento anual acima de 30%.

Leia mais:  Já viu o teste do Instagram? Saiba usar nova função de pergunta no Stories

Leia também: Uber perde mais de US$ 5 bilhões em um único trimestre

Mirando no sucesso

Nascido no Grajaú, bairro periférico da capital paulista, Thiago começou a programar computadores aos 12 anos. Aos 17, já havia montado sua primeira empresa, que logo foi abandonada pelo sonho de ser um lutador profissional de artes marciais. A carreira no tatame começou bem, mas teve de ser interrompida após uma fratura. De volta ao mouse e ao teclado, ele reencontrou sua vocação. Hoje a LinkApi tem mais de 100 colaboradores e clientes como Samsung, Leroy Merlin, Chili Beans e Multicoisas. Parte desse sucesso é explicado pela necessidade das empresas de integrar seus sistemas. 

Um exemplo de empresa que percebeu a necessidade de investir na integração de sistemas para crescer é a marca de cosméticos Contém 1g Make-up. Ao montar suas operações de e-commerce e market place, a direção da empresa percebeu a necessidade de uma atualização de estoque em tempo real. “A gente sai daqui na sexta-feira e o e-commerce continua funcionando. É tudo feito pelo integrador”, diz Antonio Azevedo e Marques, responsável pela área de TI da empresa. Segundo ele, a integração maximizou em 50% suas operações em estoque graças à reposição automatizada, que não paralisa a operação pela falta de produtos. Com isso, os lucros crescem.

Fonte: IG Tecnologia
Comentários do Facebook
publicidade

Tecnologia

Conheça 6 golpes que podem te fazer perder dinheiro e saiba como evitá-los

Publicado

em

source
hacker arrow-options
Unsplash
Criminosas usam da ingenuidade das vítimas


Black Friday chegando e os golpes e fraudes online seguem acontecendo. Com os avanços da tecnologia, avançaram também as formas de se conseguir roubar dinheiro. Hoje, a maioria dos golpes e fraudes consegue tirar do consumidor dados e senhas importantes, que permite aos criminosos acesso ao dinheiro da vítima. Hoje, 70% dos golpes digitais envolve a captura de dados pessoais e senhas.

É no ambiente digital que as pessoas ficam mais vulneráveis, sobretudo em períodos do ano nos quais as promoções se tornam regra. Durante a Black Friday que acontece em novembro, por exemplo, pode ficar mais difícil distinguir o que é uma promoção verdadeira do que é uma fraude online. 

Leia também: Mantenha o celular seguro! Aprenda como se proteger de golpes no WhatsApp

Por isso, em época de Black Friday ou não, é muito importante saber reconhecer os principais golpes aplicados digitalmente. Separamos os X principais para você ficar atento, e explicamos como evitá-los. As dicas são da Federação Brasileira de Bancos, a Febraban, que promove a Semana da Segurança Digital. De modo geral, a principal dica é: desconfie sempre e, na dúvida, não passe qualquer tipo de dado. 

1. Promoção falsa

A promoção falsa é muito comum, sobretudo, em datas comemorativas. Nelas, o internauta recebe uma mensagem ou e-mail com um link para uma promoção. Neste link, a pessoa pode realizar a compra de um produto que nunca chega ou, pior ainda, ceder seus dados bancários para criminosos que os utilizarão para fazer transações com o dinheiro da vítima – a prática é chamada de phishing . Para evitar cair nesse golpe, as dicas são as seguintes:

Leia mais:  É impossível criar ferramentas contra fake news antes da eleição, diz WhatsApp

Leia também: Segurança importa, e muito, no smartphone; saiba como se proteger

  • Verifique se o endereço do site é verdadeiro. Sites que praticam phishing geralmente têm a URL muito parecida com a do site copiado, mas com alguma letra ou símbolo diferente;
  • Para garantir, não clique no link recebido, mas procure pela promoção no site da loja em questão;
  • Prefira comprar em sites conhecidos;
  • Não use computadores públicos para realizar compras online;
  • Mantenha seu antivírus atualizado;
  • Não repasse nenhum código fornecido por SMS ou imagem de um QR code enviado para autenticar alguma operação.

2. WhatsApp clonado

whatsapp arrow-options
shutterstock
WhatsApp pode ser clonado


Em um dos golpes online, os criminosos clonam o WhatsApp de uma pessoa. Os hackers fazem isso se passando por serviços de atendimentos de sites de compras, e acabam clonando a conta. Depois disso, usam a conta clonada para enviar mensagens aos amigos da vítima pedindo dinheiro emprestado. Para não passar por essa fraude, siga as dicas:

  • Habilite a configuração “Confirmação em duas etapas” no aplicativo do WhatsApp. Assim, você cadastra uma senha que será solicitada pelo aplicativo toda vez que o número for verificado, provando que você é realmente o dono da conta. Para ativar o recurso, vá em Configurações/Ajustes > Conta > Confirmação em duas etapas;
  • Sempre duvide de serviços de atendimento entrando em contato;
  • Não compartilhe nenhum código fornecido por SMS ou imagem de um QR code enviado para autenticar alguma operação;
  • Se algum amigo pedir dinheiro emprestado pelo WhatsApp, ligue para confirmar. 

3. Golpe por telefone

Nesse golpe, a vítima recebe uma ligação telefônica de alguém se passando por uma central antifraude de seu banco. Geralmente, esses golpes são muito bem articulados, inclusive usando gravações e menus, para que o consumidor realmente pense que a história é verdadeira. Nessas ligações, os criminosos pedem os dados bancários da vítima, que pode acabar com a conta limpa. Nesse caso, vale ressaltar que os bancos nunca ligam pedindo dados pessoais e, portanto, desconfie quando isso acontecer. Além disso, siga as dicas:

  • Em nenhuma situação, passe sua senha do banco ou os dados do seu cartão de crédito por telefone;
  • Na dúvida, desligue e contate seu gerente. 
Leia mais:  MP investiga legalidade do uso de reconhecimento facial pelo Facebook

Leia também: Meus dados vazaram, e agora? Veja como se proteger em situações como essa

4. Golpe do motoboy

O golpe do motoboy é parecido com o do telefone, já que os criminosos se passam por funcionários do banco da vítima. Nesse caso, a pessoa ao telefone diz que o cartão do cliente foi fraudado, e que um motoboy do banco pode ir buscar o cartão, desde que a vítima informe a senha. Com cartão e senha em mãos, os criminosos roubam todo o dinheiro da pessoa. Para evitar cair nesse golpe, saiba:

  • Nenhum banco oferece esse tipo de serviço;
  • Nunca passe senhas por telefone;
  • Ao inutilizar um cartão, corte o chip ao meio e nunca o entregue a outra pessoa;
  • Na dúvida, desligue o telefone e contate seu gerente. 

5. Golpe da troca de cartões

cartão arrow-options
shutterstock
Esteja sempre atento quando passar o cartão na maquininha


Esse golpe acontece pessoalmente, geralmente com vendedores ambulantes ou taxistas mal-intencionados. Quando você passa o cartão na maquininha , o vendedor fica de olho na senha e, na hora de devolver o cartão para você, rapidamente o troca por outro similar. Assim, o criminoso fica com cartão e senha da vítima. Para evitar cair nesse golpe, siga as seguintes dicas:

  • Sempre fique atento se o vendedor está olhando a senha que você digita;
  • Confira se o que aparece escrito no visor da maquininha corresponde à sua compra;
  • Sempre cheque se o cartão que pegou de volta é realmente o seu. 

Leia também: Lei Geral de Proteção de Dados deve diminuir venda de dados pessoais na Dark Web

6. Dupla operação

Parecido com o golpe da troca de cartões, nesse caso o criminoso finge que a primeira compra deu erro, fazendo a vítima efetuar duas compras na maquininha . Para não cair nesse golpe:

  • Baixe o aplicativo do banco e ative as notificações a cada compra;
  • Sempre peça o comprovante das transações;
  • Confira no leitor da maquininha se o valor da compra está correto.
Leia mais:  Já viu o teste do Instagram? Saiba usar nova função de pergunta no Stories

Fonte: IG Tecnologia
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Estadual2 minutos atrás

Redistribuição de royalties é tema de audiência

A decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) acerca da redistribuição dos royalties de petróleo entre todos os municípios do Estado...

Estadual2 minutos atrás

Adaptações em salas de aula em urgência

Os deputados estaduais aprovaram durante a sessão ordinária desta terça-feira (22) na Assembleia Legislativa (Ales) o requerimento de urgência para...

Estadual2 minutos atrás

CPI resgata 19 gatos em casa de Vila Velha

Uma ação da CPI dos Maus-Tratos Contra os Animais, presidida pela deputada Janete de Sá (PMN), em parceria com o...

Estadual2 minutos atrás

Justiça mantém seis despachos denegatórios

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa (Ales) deliberou sobre 13 proposições, em reunião nesta terça-feira (22), no...

Agricultura1 hora atrás

Pavilhão Brasil é inaugurado na Fruit Attraction 2019 na Espanha

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o Ministério das Relações Exteriores (MRE), em parceria com Associação Brasileira...

Agricultura1 hora atrás

Sessenta mil pescadores artesanais do Nordeste vão receber seguro defeso em novembro

No próximo mês, 60 mil pescadores artesanais afetados pelo vazamento de óleo no litoral do Nordeste receberão uma parcela do...

Agricultura1 hora atrás

Câmara do Agro 4.0 apresenta as principais demandas para ampliar o uso de novas tecnologias no campo

A Câmara do Agro 4.0 iniciou os trabalhos nesta terça-feira (22), durante a programação da 16ª Semana Nacional de Ciência...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana