conecte-se conosco


Nacional

Familiares e amigos falam no velório do jornalista Ricardo Boechat: “Gênio”

Publicado

em


Ricardo Boechat é velado no Museu da Imagem e Som de São Paulo; cerimônia aberta acontece até as 14h
Reprodução/TV Globo
Ricardo Boechat é velado no Museu da Imagem e Som de São Paulo; cerimônia aberta acontece até as 14h

Familiares, amigos e fãs de Ricardo Boechat se despedem do jornalista, que morreu nesta segunda-feira (11) em um acidente aéreo. O corpo do jornalista começou a ser velado por volta das 23h30 de ontem no Museu da Imagem e do Som, nos Jardins, região nobre da capital.

Leia também: Corpo de Ricardo Boechat é velado no Museu da Imagem e do Som em SP

O velório se estendeu pela madrugada e seguiu aberto ao público até as 14h desta terça-feira (12).  Às 16h, o corpo será cremado em uma cerimônia fechada à família de Boechat
. A também jornalista Veruska Seibel, viúva de Boechat e mãe das duas filhas mais novas do apresentador, relembrou da bondade do marido.

“Era um poço sem fundo de pedido de ajuda de pessoas que não tinham mais a quem recorrer e ele sempre conseguiu achar ali dentro, muitas vezes não respondia as pessoas da família. Eu acabava virando pessoa de recado com a minha sogra, meus cunhados, mas se ele visse qualquer mensagem de uma pessoa precisando de ajuda neste país que é tão difícil sempre pra todo mundo, ele dava sempre prioridade em fazer o que fosse”, disse Veruska
.

“Meu marido era ateu, mas era o ateu que praticava o mandamento mais importante que era o amor ao próximo, nunca vi uma pessoa se preocupar tanto em ajudar os outros”, completou a viúva.

Quem também falou foi a mãe do apresentador, Mercedez Boechat, de 86 anos. De acordo com jornalista Bárbara Gancia, que esteve na cerimônia, a mãe do jornalista “disse que nunca houve um ateu que fizesse tantas boas ações por dia como seu filho.”

Leia mais:  Polícia faz operação contra milícia que atua em Itaboraí, no Rio

Carlos Boechat, irmão do jornalista, também se emocionou. “É um momento muito duro. O país perdeu, o jornalismo perdeu, a família perdeu. Eu gravava o jornal para ver quando chegasse em casa. Não sei como será a vida sem a voz dele”, disse.

Leia também: Helicóptero que transportava Boechat tentou pousar e foi atingido por caminhão

Companheiro de bancada do jornalista na rádio, José Simão também lamentou a perda do amigo. “Hoje acordei e falei: ‘Cadê o Boechat pra fazer o programa?’. A gente tinha uma relação que era muito mais que profissional, era amor, alegria”, disse o apresentador.

Colega de Boechat na TV Bandeirantes
Ana Paula Padrão exaltou o legado deixado pelo jornalista. O rádio talvez tenha democratizado o verdadeiro Boechat e dado a ele a virada que fez na carreira, mas também no jornalismo. Do jornalista da nossa geração, treinado para ser 100% neutro, para um modelo mais moderno, em que o jornalista se emociona, torce, fica indignado. É difícil de incorporar porque tem um limite muito tênue. O Boechat promoveu essa revolução”, opinou a apresentadora.

Leia também: Bolsonaro lamenta morte de Ricardo Boechat e se solidariza com a família

O apresentador Milton Neves, que era muito próximo de Boechat, afirmou que o amigo era um “gênio” e disse que sentia no velório o mesmo clima que sentiu quando morreram figuras como Tancredo Neves e Ayrton Senna.

Boechat
tinha 66 anos, era apresentador do  Jornal da Band
 e da rádio  BandNews FM
 e tinha uma coluna semanal na revista  ISTOÉ
. O jornalista nasceu em Buenos Aires, na Argentina, quando o pai Dalton Boechat, diplomata, estava a serviço do Ministério das Relações Exteriores.

Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Unicef: 32 crianças são assassinadas por dia no Brasil

Publicado

em

Em 2017, foram 11,8 mil mortes de crianças e adolescentes de 10 a 19 anos. Vítimas, em sua maioria, são meninos negros e pobres

Relatório sobre os direitos da criança apresentado pelo Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) nesta terça-feira (12/11/2019) mostra que, por dia, 32 crianças e adolescentes de 10 a 19 anos são assassinadas no Brasil.

Em 2017, foram 11,8 mil mortes. As vítimas, em sua maioria, são meninos negros, pobres, que vivem nas periferias e em áreas metropolitanas das grandes cidades desprovidas de serviços básicos de saúde, assistência social, educação, cultura e lazer.

De acordo com o relatório do Unicef, que reúne dados de 10 capitais brasileiras, 2,6 milhões de crianças vivem em áreas diretamente afetadas pela violência armada.

Nos últimos 10 anos, o número de homicídios entre adolescentes brancos vem caindo, enquanto o de negros apresenta crescimento. Somente em 2017, os negros representavam 82,9% dos 11,8 mil casos de assassinato entre crianças e adolescentes de 10 a 19 anos no país.

“Reverter esse quadro é urgente. É preciso investir nos territórios mais vulneráveis, com políticas públicas de qualidade, voltadas a cada criança e a cada adolescente, em especial os mais excluídos. Temos que oferecer a eles um ambiente seguro em que possam desenvolver plenamente o seu potencial”, afirmou Florence Bauer, representante do Unicef no Brasil.

Saúde e educação
O relatório do Unicef ainda mostra que, atualmente, há quase 2 milhões de crianças fora da escola. Grande parte delas vem de família de baixa renda.

Além disso, há também crianças que estão na escola, mas com alto índice de reprovação. Em 2018, 3,5 milhões de estudantes de colégios estaduais e municipais foram reprovados ou abandonaram os estudos.

Na área de saúde, o documento chama atenção para a má nutrição. Por um lado, a desnutrição crônica caiu maciçamente, com exceção das crianças indígenas, que registraram uma taxa média de 30% entre os menores de 5 anos, índice que chega a quase 80% entre os Ianomâmis. De outro lado, o Unicef aponta que uma em cada três crianças brasileiras de 5 a 9 anos está com sobrepeso.


(*Metropoles)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Polícia faz operação contra milícia que atua em Itaboraí, no Rio
Continue lendo
Entretenimento6 minutos atrás

Júlio passa por cirurgia em “Éramos Seis” e deixa sua família preocupada

Em “Éramos Seis”, a saúde frágil de Júlio (Antonio Calloni) deixará toda a sua família preocupada. Depois de ter tido...

Mulher6 minutos atrás

Qual o signo mais buscado na web? Veja ranking e motivos para tanta curiosidade

Qual é o seu signo? Se você é aquele tipo de pessoa que se preocupa com astrologia, costuma ler o...

Mulher6 minutos atrás

Horóscopo do dia: previsões para 13 de novembro de 2019

arrow-options Marcelo Dalla As mandalas são uma representação do mapa astral Veja também: Em que nível de evolução do seu...

Economia3 horas atrás

Tudo sobre o DPVAT:  o que é, quem utiliza e porque Bolsonaro vai acabar com ele

arrow-options Edson Lopes Jr/A2AD Todos os proprietários de veículos do Brasil pagam o seguro DPVAT, extinto pelo presidente por Medida...

Economia3 horas atrás

Desconto no seguro-desemprego pode chegar a 8,14% com novo programa do governo

arrow-options Divulgação Programa Verde Amarelo visa aumentar a abertura de vagas para jovens de 18 a 29 anos O governo...

Economia3 horas atrás

Senado aprova saque do FGTS de R$ 998 e texto segue para sanção de Bolsonaro

arrow-options Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil Texto que amplia saque precisa ser sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro O Senado aprovou, em...

Internacional6 horas atrás

Jeanine Áñez se autoproclama presidenta da Bolívia em sessão sem quórum

arrow-options Reprodução/Twitter Senadora Jeanine Añez assumiu a presidência da Bolívia em sessão legislativa sem quórum nesta terça-feira (12). A senadora...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana