conecte-se conosco


São Mateus

Família de jovem morta durante carnaval de Guriri ainda busca respostas

Publicado

em

De acordo com a PM, a conclusão foi de que o militar se defendeu das agressões e não teve a intenção de atingir a vítima e, por isso, foi absolvido

Após quase dois anos da morte da jovem Jessika Pauli, a família da manicure, que se formaria em Direito este ano, resolveu falar sobre o caso, ocorrido no durante o carnaval do ano passado, em Guriri. Jessika foi morta com um tiro disparado por um policial durante uma briga em que ela sequer estava envolvida.

A família agora tenta buscar respostas para o que aconteceu. A mãe de Jessika conta que a relação com a filha era a melhor possível, pois eram muito próximas e companheiras. “Eu me sinto sozinha. Porque quando eu estava sufocada em casa, cansada, com problemas, eu ligava para ela e ela me buscava”, desabafa a mãe, Giovana Rosa Pauli. 

No dia do crime, segundo a mãe, o policial contou que na casa onde a jovem estava acontecia uma discussão. Em certo momento, o policial teria saído da residência. mas precisou voltar para pegar alguns pertences. Quando ele entrou na casa, uma briga corporal começou. O policial sacou a arma e fez um disparo, que atingiu de raspão a mão de outra mulher e acertou Jessika. 

A Polícia Militar informou que foi instaurado um procedimento administrativo para apurar o que aconteceu na época. A conclusão foi de que o militar se defendeu das agressões e não teve a intenção de atingir a vítima e, por isso, foi absolvido e trabalha normalmente. 

A Polícia Civil também foi procurada e informou que o inquérito foi concluído e encaminhado para a justiça em setembro deste ano. O Ministério Público solicitou novas diligências, que seguem em andamento. Já o policial foi procurado pela equipe de reportagem, mas não quis se pronunciar. 


(*Folha Vitória)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Paulo Hartung visita indústria de frutas em São Mateus
publicidade

São Mateus

Marinha anuncia unidade militar no Porto de São Mateus

Publicado

em

Uma comitiva de militares da Marinha do Brasil esteve em audiência com o governador Renato Casagrande (PSB) no final da tarde de sexta-feira (13) para anunciar a construção de uma unidade da corporação junto ao Porto de Urussuquara, projetado para o litoral Norte do Estado pela Petrocity Portos e cujo início de obras depende tão somente da liberação da licença ambiental pelo Instituto Estadual de Meio-Ambiente (IEMA).

A audiência foi agendada pelo presidente da Petrocity, José Roberto Barbosa da Silva, que estava acompanhado de Cleones Zoboli, representante da Brasil Participações, que é sócia do empreendimento, e dos consultores Alexandre Drummond e Wesley Correa. A Petrocity estava tratando do assunto com a Marinha há pelo menos seis meses, quando houve a manifestação da corporação pelo projeto.

O anúncio da construção da segunda unidade da Marinha no Espírito Santo foi feito pelo almirante de Esquadra Leonardo Puntel, que é Comandante de Operações Navais da Marinha do Brasil e coordena a operação de resposta ao recente derramamento de óleo no mar do Brasil, junto com representantes de vários ministérios.

O comandante Puntel estava acompanhado do chefe do Primeiro Distrito Naval, o também almirante Flávio Viana Rocha, do Capitão dos Portos do Espírito Santo, comandante Silvio Fernando Pereira, do Diretor-Geral de Navegação da Marinha, almirante Marcelo Francisco Campos, do superintende da Secretaria de Patrimônio da União no Estado, Márcio Passos Costa Furtado, e do professor Gerard Molina.

O senador Marcus do Val também participou da audiência, como membro da Comissão de Segurança do Senado Federal.

De acordo com José Roberto Barbosa, a Marinha ocupará salas do edifício administrativo da Petrocity, além de uma área de 5 mil metros que está sendo cedida pela Petrocity para a instalação de uma vila militar com um prédio de três andares, com quatro apartamentos por andar e uma casa para o comandante da Unidade, além de um berço específico para atracação da Marinha e 150 mil metros quadrados para atracação de lanchas.

A Marinha já estará requerendo uma área para extensão do cais num total de 150 metros para ter seu próprio porto no local. “A partir dali, a Marinha do Brasil guardará nossa costa entre o Norte do Espírito Santo e o Sul da Bahia. O comandante deixou claro para o governador que aquela posição é estratégica para garantir a segurança da navegação no Norte do Estado e na região de Abrolhos. A unidade mais próxima está em Ilhéus”, disse José Roberto.

Enquanto o Rio de Janeiro tem oito unidades da Marinha, o Espírito Santo tem apenas uma e, agora, ganhará a segunda. Essa unidade, segundo comentado pelos almirantes com o governador, terá o comandante, 12 suboficiais e entre 40 e 50 marinheiros que serão formados em São Mateus, segundo revelou José Roberto.

“Haverá um grande ganho social, econômico e de segurança para o Norte do Estado. Este acordo entre a Marinha e a Petrocity Portos S.A. já está assinado e, agora, a Marinha vai entrar com o pedido e anuência na Prefeitura e, junto à SPU, para liberação da área de seu próprio porto”, disse José Roberto.

MEIO-AMBIENTE
A Prefeitura de São Mateus liberou a primeira licença para construção na área da Petrocity: para as unidades de geração de energia fotovoltaica. Agora, a Petrocity avança para a liberação da licença de construção do complexo administrativo na área contígua à do porto. Na sexta-feira (13), audiência pública realizada em Urussuquara aprovou os ajustes no Plano Diretor Municipal para regulamentação da área portuária, distrito industrial e extensão da área urbana.

O porto da Petrocity custará R$ 3,2 bilhões e será construído num prazo de até três anos, a partir da emissão da licença ambiental, que está sendo aguardado pela companhia. A área incorporada pela Companhia já foi declarada portuária pela Agência Nacional de Transportes Aquáticos (Antaq).

De acordo com José Roberto, o CPSM terá um conceito totalmente novo em relação ao que se conhece de portos no Brasil. “Será moderno, funcional e limpo. Não trabalharemos com cargas sujas, apenas com cargas secas, geraremos nossa própria energia, trataremos nossa própria água a ser utilizado, bem como os efluentes gerados pela atividade”, disse o executivo.

Ao lado do projeto do porto, que está sendo aguardado com ansiedade pela comunidade de Urussuquara e sendo visto como a redenção econômica das regiões Norte do Espírito Santo, Sul da Bahia e Leste de Minas, a Petrocity lançou o projeto de uma ferrovia ligando o porto a Sete Lagoas em Minas Gerais. Esse projeto está mobilizando empresários e autoridades mineiras.

Comentários do Facebook
Leia mais:  Vereador Jozail culpa administração por falha no combate a crimes em São Mateus
Continue lendo
Entretenimento1 hora atrás

Juiz federal quer processar Netflix por especial de Natal com ‘Jesus gay’

arrow-options Divulgação Especial de Natal do Porta dos Fundos traz Gregório Duvivier como Jesus Cristo e Fábio Porchat como seu...

Entretenimento1 hora atrás

Taty Zatto posa sensualíssima em ensaio fotográfico de lingerie

arrow-options Gutho Oliveira Taty Zatto, por Gutho Oliveira Taty Zatto posou para um ensaio fotográfico com sugestões de lingeries brancas...

Esportes1 hora atrás

Seleção feminina aumenta série invicta e encerra 2019 com vitória

A seleção brasileira de futebol feminino se despediu com vitória da temporada 2019. Neste domingo (15), na Arena da Fonte...

Estadual2 horas atrás

Motorista sofre sequestro relâmpago e suspeito tem traumatismo craniano depois de veículo capotar

Esse é o quarto caso de sequestro a motorista de aplicativo em duas semanas. As primeiras informações dão conta de...

Entretenimento2 horas atrás

Geisy Arruda aparece sem sutiã e empina bumbum gigante de calcinha fio dental

Na tarde deste domingo (15), Geisy Arruda levou os seguidores à loucura ao publicar uma foto pra lá de sensual em seu...

Entretenimento2 horas atrás

Juiz federal quer processar Netflix por especial de Natal com ‘Jesus gay’

Divulgação Especial de Natal do Porta dos Fundos traz Gregório Duvivier como Jesus Cristo e Fábio Porchat como seu namorado...

Entretenimento2 horas atrás

Vidente faz previsões chocantes sobre as cantoras Anitta e Ludmilla em 2020

O vidente Robério de Ogum concedeu recentemente uma entrevista especial para o programa Super Pop e revelou como será o futuro de alguns famosos...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana