conecte-se conosco



Economia

Faltam “de 60 a 70 votos” para aprovar reforma da Previdência, afirma Mourão

Publicado

em


O vice-presidente acredita que governo precisa conquistar entre 60 e 70 votos para conseguir a aprovação da reforma da Previdência
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

O vice-presidente acredita que governo precisa conquistar entre 60 e 70 votos para conseguir a aprovação da reforma da Previdência


O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse nessa terça-feira (19) que faltam “de 60 a 70 votos” de parlamentares para que o governo consiga que a reforma da Previdência seja aprovada. De acordo com ele, a proposta já reúne cerca de 250 votos positivos.

Leia também: Endividados, estados e municípios seguirão novas regras da Previdência

A gente sabe que a oposição tem em torno de 150 votos [contra a reforma da Previdência
]. Então sobram 363 para serem garimpados. Acredito que temos 250. Então entre 60, 70 votos terão que ser buscados”, calculou Mourão.

A expectativa é que a proposta de reforma
seja enviada ao Congresso Nacional já nessa quarta-feira (20). Segundo o secretário de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, Rogério Marinho, o texto será levado pessoalmente pelo presidente Jair Bolsonaro

.

Depois de enviado ao Congresso, o projeto será analisado pela Câmara dos Deuputados em precisará sem aprovado em dois turnos, com pelo menos 308 votos em cada um deles. Se aprovada, a r eforma da Previdência
parte para o Senado Federal, precisando obter 49 votos favoráveis também em duas votações diferentes.

Reforma da Previdência: o que se sabe até agora


Rogério Marinho, secretário de Previdência, anunciou as idades mínimas para a aposentadoria: 65 anos para homens e 62 para mulheres
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Rogério Marinho, secretário de Previdência, anunciou as idades mínimas para a aposentadoria: 65 anos para homens e 62 para mulheres




Na última quinta-feira (14),  Marinho anunciou as i dades mínimas para a  aposentadoria 

decididas pela equipe econômica do governo e pelo presidente. De acordo com ele, o texto prevê idade mínima
de 65 anos para homens e 62 para mulheres. Elas devem ser alcançadas dentro de 12 anos, período de transição escolhido por eles.

Marinho destacou ainda que os valores decididos para a reforma foram um meio termo encontrado, já que Bolsonaro defendia a diferenciação das idades mínimas, ao contrário de sua equipe. O presidente queria 60 anos para mulheres e 65 para homens, enquanto sua equipe propunha 65 para ambos. Bolsonaro também desejava, um período de transição mais longo do que o decidido (de 20 anos, e não 12).

“Nós conversamos com ele, e o presidente tem sensibilidade. Entendeu também as condições da economia. E fez a distinção do gênero. Ele acha importante que a mulher se aposente com menos tempo de contribuição e trabalho do que o homem e nós conseguimos encurtar um pouco essa questão da transição”, declarou o secretário.

Leia também: Reforma da Previdência deve igualar regras para novos políticos às do INSS

Também segundo Marinho, Bolsonaro pediu que, no momento, sejam divulgadas apenas “algumas” informações sobre a nova Previdência 
. Outras informações virão a público apenas no dia 20 de fevereiro, quando a proposta for enviada para aprovação do Congresso Nacional.

Comentários do Facebook

Economia

Refazer o pedido do auxílio emergencial aumenta chance de conseguir benefício

Publicado

em


source
auxílio emergencial
Agência Senado / Divulgação

Auxílio pode ser negado por problemas cadastrais


Refazer o pedido do auxílio emergencial pode ser uma opção melhor do que contestar a recusa do benefício. Isso porque uma nova solicitação permite que os dados cadastrais sejam revistos, o que pode ser a raiz do problema. 

Leia também:

Moradora de MG tem auxílio suspenso e aplicativo aponta: “Residente no exterior”

Auxílio emergencial: Mais maquininhas receberão pagamentos com os R$ 600

Auxílio virou empréstimo? Saiba quem precisará devolver os R$ 600 em 2021

Tanto a contestação como a nova solicitação estão disponíveis no aplicativo Caixa Auxílio Emergencial para quem teve o benefício negado. A contestação, que só pode ser feita uma vez, não permite que o usuário troque os dados fornecidos, mas apenas reenvia o pedido para nova análise da Dataprev. 

“É preciso fazer uma nova solicitação quando houver a necessidade de corrigir informações prestadas anteriormente”, informa Tatiana Thomé, vice-presidente de governo da Caixa Econômica Federal, em entrevista coletiva. 

Para tornar as informações mais claras, toda vez que um pedido for negado por problemas cadastrais, gerando uma análise inconclusiva, o aplicativo irá direcionar a pessoa diretamente para a opção de nova solicitação . O anúncio foi feito nesta quinta-feira (04), pelo Ministério da Cidadania. 

Por que o auxílio foi negado?

Tatiana afirma que um dos principais erros ao inserir os dados é a o cadastro familiar divergente . “Vamos supor que uma chefe de família cadastra os parentes que moram no mesmo endereço, mas um dos integrantes da família também se cadastra e não declara os mesmos parentes. Esse é um dos problemas que dá muito erro de cadastro”, explica. 

Outros motivos pelos quais o auxílio emergencial pode ser negado são quando o sistema entende que a pessoa tem vínculo empregatício ativo, que algum membro da família indicado no pedido veio a óbito, que o cidadão recebe benefício do INSS ou seguro-desemprego, ou que a renda famíliar declarada é superior a três salários mínimos (ou meio salário mínimo por pessoa). 

Em todos esses casos, se o benefício for negado e a pessoa apenas contestar a recusa, o problema dificilmente será resolvido, já que os dados cadastrados serão os mesmos. Para corrigir os dados, é preciso realizar uma nova solicitação. 

Como fazer uma nova solicitação? 

Para não ter nenhum erro, antes de realizar a nova solicitação é preciso conferir se você se encaixa em todas as regras para receber o auxílio emergencial . Além disso, se mais de um mebro da família for realizar o pedido, é essencial que os dados sejam os mesmos, com todos os membros cadastrados corretamente. 

Para realizar um nova solicitação, é preciso acessar o aplicativo Caixa Auxílio Emergencial , e ir até “acompanhe sua solicitação”. Depois de inserir seus dados, a tela irá mostrar o motivo pelo qual o benefício foi negado. 

Nessa tela, clique em “realizar nova solicitação” e preencha todo o seu cadastro novamente, se atentando aos detalhes.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional4 minutos atrás

Prometidos para maio, respiradores de Doria podem chegar só em setembro

Prevista inicialmente para maio, a entrega dos respiradores comprados pela gestão João Doria (PSDB) pode ficar apenas para setembro, segundo...

Saúde4 minutos atrás

Bolsonaro participa de inauguração de hospital em Goiás

. Será inaugurado hoje (5), às 8h30, o Hospital de Campanha (HCamp) de Águas Lindas (GO), para atender exclusivamente casos...

Política4 minutos atrás

Punição para atos de improbidade durante pandemias

. Tramita na Assembleia Legislativa (Ales) o Projeto de Lei (PL) 309/2020, que estabelece penalidades administrativas aos agentes públicos e...

Tecnologia9 minutos atrás

Conheça as 10 vacinas contra Covid-19 em testes avançados

Reprodução Mundo tem 10 vacinas contra a Covid-19 em estágio mais avançado O mundo inteiro corre atrás de uma vacina...

Internacional9 minutos atrás

Inglaterra: casos não diagnosticados podem indicar mais mortes

. Um aumento no número de mortes na Inglaterra e no País de Gales nos últimos meses, que não foram...

Internacional14 minutos atrás

EUA retomam ataque aéreo ao Talibã após cessar-fogo

Reprodução/ U.S.Army Soldados no Afeganistão Por meio de sua conta oficial no Twitter, o porta-voz militar dos Estados Unidos, Sonny...

Economia24 minutos atrás

Refazer o pedido do auxílio emergencial aumenta chance de conseguir benefício

Agência Senado / Divulgação Auxílio pode ser negado por problemas cadastrais Refazer o pedido do auxílio emergencial pode ser uma...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!