conecte-se conosco



Estadual

Fabricante, concessionária e seguradora devem indenizar cliente por demora em serviço

Publicado

em


O juiz da Vara Única de Marilândia declarou que as requeridas não demonstraram a regularidade do excessivo período de espera de mais de seis meses.

O juiz da Vara Única de Marilândia decidiu que uma fabricante de automóveis, uma concessionária autorizada e uma companhia de seguros devem indenizar cliente por demora na conclusão de serviço em veículo.

Segundo os autos, em razão da presença de água no motor, o autor entregou seu veículo à concessionária para que fossem realizados serviços mecânicos, porém, em decorrência da demora e de outras situações acarretadas por esta, ele deve ser indenizado. De acordo com o processo, desde a entrada do automóvel na empresa, em dezembro de 2013, o requerente entrou em contato, semanalmente, para que tivesse a liberação do seu veículo para uso, mas não houve êxito, já que as peças necessárias para o conserto estavam em falta na fábrica. Além disso, o cliente afirma que, no período de quatro meses que estava sem o veículo, a seguradora concedeu um carro reserva apenas por 03 dias, fazendo com que ele precisasse alugar um automóvel, para realizar, até mesmo, atividades profissionais.

A fabricante contestou o autor, afirmando que houve demora para autorização do procedimento em garantia, já que a seguradora realizou diversas vistorias e só autorizou em abril de 2014. Também reiterou que a realização de reparos no veículo, por si só, não gera automaticamente dever de indenizar por danos morais. Enquanto a concessionária se pronunciou dizendo não ser responsável por supostos vícios no automóvel, pois este sofreu sinistro, e que não houve demora na aquisição das peças ou na execução dos serviços, uma vez que permaneceu na oficina em razão da desídia da seguradora em fornecer a autorização do reparo. Já a seguradora alegou que o veículo não foi reparado em tempo razoável por falta de fornecimento das peças.

Contudo, o juiz da Vara Única de Marilândia declarou que as requeridas não demonstraram a regularidade do excessivo período de espera de mais de seis meses, levando em consideração a data do efetivo reparo, enfrentado pelo autor para obtenção de seu veículo, caracterizando falha na prestação de serviço. Logo, condenou as reclamadas, de forma solidária, ao pagamento de R$ 5.413, por danos materiais, referentes ao aluguel do veículo, além de R$ 10.000 a título de danos morais, posto que a situação de espera injustificável gerou sentimentos passíveis de reparação.

Processo nº 0000331-91.2014.8.08.0066

Vitória, 21 de julho de 2021

Informações à Imprensa

Assessoria de Imprensa e Comunicação Social do TJES
Texto: Thayná Bahia | [email protected]

Maira Ferreira
Assessora de Comunicação do TJES

[email protected]
www.tjes.jus.br

Fonte: TJES

Comente Abaixo
Internacional17 minutos atrás

Em caso raro, bebê nasce com feto não desenvolvido do irmão gêmeo no estômago

Kaique Lima Bebê nasce com feto não desenvolvido do irmão gêmeo dentro do estômago Um caso extremamente raro aconteceu com...

Mulher17 minutos atrás

Candidíase: excesso de roupas no inverno pode favorecer a infecção

Reprodução: Alto Astral Candidíase: excesso de roupas no inverno pode favorecer a infecção Muito se fala sobre os problemas íntimos...

Saúde22 minutos atrás

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas ao PNI

O Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos (Bio-Manguinhos) da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) entregou 2,2 milhões de doses da vacina contra...

Estadual47 minutos atrás

Justiça Estadual inicia na próxima terça-feira (03/08) júri popular do caso Gerson Camata

O julgamento de Marcos Venício Moreira Andrade terá início às 9h, no Fórum Criminal de Vitória. Começa na próxima terça-feira,...

Estadual47 minutos atrás

130 anos do Tribunal de Justiça do ES: depoimentos de servidores encerram o mês de comemoração

Margareth, Frederico, Sandra e Eufânia contam seus aprendizados e experiências vividas no judiciário. Para encerrar o mês de comemoração dos...

Estadual47 minutos atrás

Servidores do Judiciário devem participar de capacitação no Processo Judicial Eletrônico

Os atos de convocação foram publicados pela Presidência do TJES no e-diário da última quinta feira (29). No próximo mês...

Saúde47 minutos atrás

Butantan pede autorização à Anvisa para aplicar CoronaVac em crianças

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recebeu hoje (30) o pedido do Instituto Butantan para ampliar a faixa etária...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!