conecte-se conosco



Política

Exército deve produzir 1 milhão de comprimidos de cloroquina, diz Bolsonaro

Publicado

em

source
cloroquina arrow-options
Reprodução/Twitter

Cloroquina será produzida pelo exército brasileiro

Durante o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro , na noite desta terça-feira (31), foi anunciado que laboratórios militares irão produzir 1 milhão de comprimidos de Cloroquina em 12 dias para o combate a covid-19.

O medicamento foi utilizado em alguns pacientes infectados pelo novo coronavírus (Sars-coV-2) na França e no Brasil e apresentou resultados, porém a utilização de Cloroquina em larga escala ainda não é recomendado pela OMS .

A produção do medicamento ficará a cargo do Laboratório Químico Farmacêutico do Exército (LQFEx) apoiado pelo Laboratório Farmacêutico da Marinha (LFM) e pelo Laboratório Químico Farmacêutico da Aeronáutica (LAQFA).

Segundo informe do Ministério da Defesa, a produção da Cloroquina 150 mg está em alta demanda desde o dia 23 de março. A Cloroquina é usada no Brasil para o tratamento da Artrite, do Lúpus e da Malária e está em falta nas farmácias em virtude da divulgação do seu uso contra o coronavírus. Segundo o Exército , o esforço para a produção do remédio é necessário “ainda que permaneçam em fase de estudos para a comprovação de sua segurança e sua eficácia”.

Leia também: Coronavírus – acompanhe a situação do Brasil 

O presidente Jair Bolsonaro também mencionou que os laboratórios militares também produzirão álcool em gel.

Comentários do Facebook

Política

Bolsonaristas não prestam depoimento e podem ser alvo de condução coercitiva

Publicado

em


source
Douglas Garcia
Reprodução/Facebook

Deputado estadual Douglas Garcia (PSL) é um dos que se negou a depor

Os alvos do inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre Fake News haviam sido intimados a prestar depoimento na Polícia Federal (PF) entre esta quarta (3) e quinta-feira (4), mas muitos não compareceram. Os alvos da investigação são empresários, ativistas e deputados bolsonaristas.

Leia também: Governo Bolsonaro publicou 653 mil anúncios em canais de fake news, aponta CPMI

Ao se recusarem a prestar depoimento , os bolsonaristas ficam sujeitos a serem alvos de condução coercitiva – quando uma pessoa é levada de forma forçada a testemunhar. 

O empresário Otávio Fakhoury , que tinha depoimento marcado para esta quarta-feira, foi um dos que decidiu não depor. “Segundo me foi informado pelo meu advogado, t enho direito ao acesso total a investigação completa . Diante disso meu advogado comunicou em juízo que eu não vou comparecer. Em pessoa, ele se dirigiu à PF e entregou cópia desse comunicado”, disse à emissora CNN Brasil .

Fakhoury afirma que não se nega a prestar o depoimento , mas diz que “eu quero que meu direito à ampla defesa seja resguardado, então estou aguardando que meu direito seja atendido. Tem que aguardar para que eu possa prestar depoimento”.

Outro que se negou foi o deputado estadual Douglas Garcia (PSL-SP). “Eu não vou depor na Polícia Federal, porque eu considero esse inquérito inconstitucional. Eu não vou dar nenhum tipo de legitimidade a essa ação”, afirmou a revista VEJA . “Esse inquérito está sendo usando como factóide para perseguir aqueles que apoiam o governo Bolsonaro”, afirmou o deputado que é bolsonarista.

Já a deputada federal Carla Zambelli (PSL-SP) compareceu ao seu depoimento, que estava marcada para às 14h desta quinta-feira (4). 

Leia também: STF vota dia 10 legalidade do inquérito sobre fake news

Em nota, a assessoria de imprensa da deputada, também bolsonarista , informou que “a duração de seu depoimento deverá ser curta, pois, apesar do ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes, ter deferido o acesso aos autos do inquérito, a defesa da parlamentar, até o momento, não obteve o conteúdo do processo”.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Saúde2 minutos atrás

SP está fazendo 8 mil testes para diagnóstico de coronavírus por dia

. O estado de São Paulo faz, a cada dia, oito mil testes para diagnóstico do novo coronavírus, seja por RT-PCR, que...

Economia12 minutos atrás

Auxílio emergencial: Maia espera proposta do governo para debater prorrogação

Najara Araújo/Câmara dos Deputados Rodrigo Maia, presidente da Câmara, falou sobre extensão temporal do auxílio de R$ 600 O presidente...

Política17 minutos atrás

Bolsonaristas não prestam depoimento e podem ser alvo de condução coercitiva

Reprodução/Facebook Deputado estadual Douglas Garcia (PSL) é um dos que se negou a depor Os alvos do inquérito do Supremo...

São Mateus18 minutos atrás

Hospital Roberto Silvares compra contêiner para servir de necrotério provisório

  O Hospital Estadual Roberto Arnizaut Silvares,  está comprando um contêiner refrigerado para servir como necrotério provisório durante a pandemia...

Economia27 minutos atrás

Governo repassa R$ 84 milhões do Bolsa Família no Nordeste para publicidade

Divulgação/Caixa Econômica Federal Governo repassou R$ 83,9 milhões do Bolsa Família no Nordeste para publicidade do Planalto O governo repassou,...

Variedades29 minutos atrás

6 dicas do que fazer para manter a relação a dois na quarentena

  Vamos falar de relacionamento em tempos de quarentena? Os terapeutas tântricos Satta Flor e Mahaprabhu, do TantrAmor, vêm atuando...

Política32 minutos atrás

Ex-ministros dizem que Moraes não deveria julgar inquérito das fake news

José Cruz/ Agência Brasil Cardozo resaltou que, se o inquérito apontar para a produção de fake news desde as eleições...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!