conecte-se conosco



Nacional

Ex-secretário da Saúde do Rio afirma que governador em exercício recebia propina

Publicado

em


source

O ex-secretário estadual de Saúde Edmar Santos disse, como parte do acordo de delação premiada, que o presidente da Assembleia Legislativa do Rio, André Ceciliano (PT-RJ), falou durante uma conversa que desviaria parte dos R$ 100 milhões, valor que foi doado pelo Legislativo para ajudar no combate a Covid-19. O dinheiro seria transferido para as prefeituras do interior com influência dos deputados da Casa. A propina seria dividida entre o então vice-governador, Cláudio Castro, que assumiu o posto de Wilson Witzel, com o ex-secretário estadual da Casa Civil André Moura (PSC).

Cláudio Castro
Divulgação/Rafael Campos

Cláudio Castro está sendo acusado de estar envolvido em esquema de propina

Segundo o documento divulgado pelo jornal O Globo, Edmar falou que esteve com Ceciliano para falar do esquema e toda a movimentação do dinheiro seria feita sob os excedentes dos duodécimos da Alerj. Por conta das dificuldades de caixa do Executivo, foi proposto pela Assembleia doar as sobras, porém, de acordo com o ex-secretário de Saúde, tudo não passou de uma manobra para que o desvio fosse realizado em meio a pandemia.

Edemar foi procurado por Ceciliano, conforme afirma a Procuradoria-Geral da República (PGR), pois ele queria ter certeza de que o dinheiro chegaria aos municípios “evidenciando que a estratégia tinha por objetivo maior atender aos interesses espúrios do grupo criminoso”. O esquema acontecia da seguinte forma: o dinheiro saía da Alerj e ia para a Secretaria Estadual de Saúde, depois disso, era encaminhado para os municípios específicos sinalizados por parlamentares. Segundo O Globo, foram 87 cidades beneficiadas com valores de aproximadamente R$ 1 milhão que deveriam ser voltados a construção de centros triagem, mas as obras não aconteceram em boa parte dos municípios.

Durante o depoimento, Edemar garantiu que Ceciliano falou que a propina seria dividida e que os políticos envolvidos receberiam em dinheiro vivo. Como exemplo, o ex-secretário da Saúde contou que foi chamado pelo presidente da Assembleia Legislativa para ajudar a resolver o problema do deputado estadual Márcio Canella (MDB), que teria pedido para a Alerj mandar R$ 25 milhões para Duque de Caxias, entretanto o então secretário André Moura falou ao presidente da Alerj que tinha esse valor.

De acordo com Edmar, Canella teria ficado “furioso” em uma reunião que aconteceu no gabinete de Ceciliano e que ele gritou que “sairia da base do governo por não ter sido atendido”. Porém, ele não afirmou que o deputado recebeu propina. Após a reunião, o deputado estadual Rodrigo Bacellar (SD-RJ) o chamou para uma conversa sobre a divisão de propina. Ceciliano teria deixado claro que André Moura e Cláudio Castro participavam do esquema ao dizer que pretendia deixar de fazer o pagamento dos dois e deixar Edmar como único beneficiário, isso se ele ajudasse a receber o dinheiro. Ele afirmou que não disse se aceitava ou não a proposta.

Ainda de acordo com Edmar, em uma conversa com André Moura, ele notou que Moura pode ser o intermediário de Witzel para receber esses recursos ilícitos. Todos os citados negaram envolvimento no esquema.

Comentários do Facebook

Nacional

Funcionária da USP confessa que morte de aluno foi causada por negligência

Publicado

em


source
aluno
Reprodução Instagram

Filipe Leme foi encontrado morto na Poli-USP


Um ano depois da morte do aluno de geografia Filipe Varea Leme, de 21 anos, morto em um acidente de elevador na Poli (Escola Politécnica), uma funcionária da  USP admitiu negligência no caso. A supervisora do aluno irá prestar serviços comunitários por oito meses após assinar um acordo na Justiça assumindo envolvimento indireto na morte do jovem.


No dia da morte, Filipe trabalhava como monitor de informática na Poli quando foi orientado pela supervisora a deixar suas atividades para carregar um armário da sala para outro cômodo, como o auxílio de um amigo, embora a instituição tenha equipe de manutenção. 

Algumas horas depois naquele dia, o corpo de Filipe foi encontrado dentro de um elevador de deficientes com o pescoço esmagado pelo armário de livros, segundo laudo do Instituto de Criminalística.

A promotora do caso, Amaitê Iara Giriboni de Mello, entendeu após analisar as provas e os depoimentos que a supervisora foi negligente, por isso foi condenada por homicídio culposo (sem intenção de matar). 

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional49 segundos atrás

Funcionária da USP confessa que morte de aluno foi causada por negligência

Reprodução Instagram Filipe Leme foi encontrado morto na Poli-USP Um ano depois da morte do aluno de geografia Filipe Varea...

Esportes51 segundos atrás

Los Angeles Lakers derrota Miami Heat e conquista título da NBA

Depois de dez anos, a NBA voltou a se pintar de roxo e dourado com a vitória do Los Angeles Lakers sobre...

Entretenimento16 minutos atrás

Marina Ruy Barbosa é traída por madrinha de casamento que expõe sua intimidade

Parece que Marina Ruy Barbosa não tem mesmo paz. Circulou recentemente boatos de que a atriz e o marido Alexandre...

Política31 minutos atrás

Candidatos a prefeito “escondem” nomes dos partidos em campanhas eleitorais

Arte iG Candidatos a prefeitos descoloraram suas imagens de seus respectivos partidos Com o início das campanhas para as eleições...

Entretenimento46 minutos atrás

“A Fazenda 12”: Raissa perde o controle a parte para cima de Narizinho

Raíssa Barbosa partiu pra cima de Carol Narizinho na noite de domingo (11), em ‘A Fazenda’. A confusão aconteceu após...

Entretenimento1 hora atrás

Vitão fica constrangido após homens tirarem sarro dele: “Meu casal”; assista

Um vídeo de alguns homens tirando sarro do cantor Vitão ao pedir uma foto com ele viralizou nas redes sociais...

Economia1 hora atrás

Sem poder viajar, clientes trocam milhas por produtos e quitam fatura de cartão

Arquivo Pessoal/Leonardo Chen Antunes Leonardo e a filha Marina: milhas trocadas por celular A pandemia provocada pelo novo coronavírus provocou...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!