conecte-se conosco


Entretenimento

EUA querem confiscar dinheiro da venda dos livros de Edward Snowden

Publicado

em

O governo dos Estados Unidos entrou, na terça-feira (17), com um processo contra Edward Snowden, alegando que o livro escrito por ele violaria termos de confidencialidade. Ex-funcionário da Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês), Snowden vazou, em 2013, documentos secretos do governo sobre existência de um sistema de vigilância mundial das comunicações e da internet.

Leia também: Edward Snowden pede a Macron convite para asilo na França

 Edward Snowden arrow-options
Reprodução/IMDB
Edward Snowden


Segundo o Departamento de Justiça dos EUA, Edward Snowden publicou sua autobiografia, Permanent Record (ainda sem tradução para o português), sem submetê-la às agências de Inteligência para revisão. O órgão pede à Justiça todo o lucro que ele venha a obter com a venda do livro — e também acusa “entidades corporativas” por trás da publicação do livro.

“Snowden violou a obrigação que assumiu com os Estados Unidos ao assinar documentos quando foi contratado pela Agência Central de Inteligência e como funcionário terceirizado da NSA”, disse em comunicado Jody Hunt, procuradora-geral assistente da divisão civil do Departamento de Justiça”. “A habilidade dos EUA de proteger informações sensíveis de segurança nacional depende do cumprimento de acordos de confidencialidade assinados por seus funcionários e contratados”.

Ben Wizner, advogado da União Americana pelas Liberdades Civis (ACLU, na sigla em inglês) que representa Snowden, disse que o processo não tem mérito:

Leia também: Aplicativo de Snowden transforma seu celular antigo em um sistema de segurança

“Esta obra não contém segredos do governo que não tenham sido previamente publicados por organizações midiáticas respeitáveis”, disse em um comunicado, afirmando que Snowden teria submetido a obra para revisão do governo se acreditasse que tal procedimento fosse realizado com boa fé.

Leia mais:  Luciana Gimenez aposta no carão e posa sensual, com seios em evidência

Representantes da editora, a Macmillan Publishers, e de sua divisão, Henry Holt & Co, não responderam aos pedidos de comentário da Reuters.

Desde que revelou os detalhes sobre o sistema de vigilância do governo americano, Snowden mora na Rússia. Autoridades americanas querem que ele seja submetido a julgamento pela divulgação das informações classificadas.

“Horas após o governo dos EUA abrir um processo para punir a publicação da minha nova biografia, a mesma obra que o governo não quer que você leia se tornou o primeiro mais vendido do mundo. Ele está disponível em todo lugar onde os livros são vendidos”, tuitou Snowden, que também compartilhou um link para a venda da biografia. “É difícil pensar em um selo de autenticidade melhor”.

Leia também: Agente de inteligência, Edward Snowden pede perdão a Obama

Falando por vídeo conferência de Berlim para promover seu trabalho, Snowden disse que por mais que tenha assinado um acordo de confidencialidade para manter segredo, também jurou respeitar a Constituição dos EUA.

“Você disse ao governo que não falaria com jornalistas. Você disse a eles que não iria escrever um livro. Ao mesmo tempo, você fez um juramento para defender a Constituição e o segredo que te pedem para proteger é que o governo está violando a Constituição e os direitos das pessoas pelo mundo”, declarou Edward Snowden.

Comentários do Facebook
publicidade

Entretenimento

Influenciador que faz crochê na web se defende de comentários homofóbicos

Publicado

em

source
Crocheteiro arrow-options
Reprodução/Instagram

Há três anos, Júnior Silva faz crochê em vídeos do Instagram

Júnior Silva, o influenciador que ensina crochê com mais de 126 mil seguidores no Instagram, publicou um vídeo comovente em seu IGTV. Vítima de preconceito pelo hobby do artesanato, o garoto de 15 anos de Iaras (SP) compilou comentários maliciosos que recebe nas redes sociais.

LEIA MAIS: Ex-Casa dos Artistas briga com a mulher e expõe traições

“Coisa de menina, você é gay”, “quem compraria isso de você” e “insuficiente, não consegue” são alguns dos comentários mostrados por Júnior. Visivelmente emocionado, o garoto finaliza o vídeo com um sorriso, mostrando o cartaz com os dizeres: “Não entre em depressão. Você consegue”. A trilha sonora escolhida para o vídeo foi ‘Girassol’, de Whindersson Nunes e Priscilla Alcântara.

Ver essa foto no Instagram

Compartilhem ❤️ @whinderssonnunes @priscillaalcantara

Uma publicação compartilhada por Junior Crocheteiro (@juniorcrocheteiro) em 17 de Jan, 2020 às 1:00 PST

O influenciador começou a fazer crochê aos doze, após aprender a arte do artesanato com sua avó. O vídeo em questão acumula mais de 40 mil visualizações, até a publicação de nossa reportagem.

Fonte: IG GENTE

Comentários do Facebook
Leia mais:  Resistência a Bolsonaro e “fogo a racistas” marcam shows de rappers no João Rock
Continue lendo
Mulher3 minutos atrás

Nutrição e bronzeado: quais alimentos ajudam a cuidar da pele no verão?

O verão, marcado por altas temperaturas e sol intenso, é uma estação que exige cuidados com a pele. Para proteger...

Mulher16 minutos atrás

Horóscopo do dia: previsões para 26 de janeiro de 2020

arrow-options Marcelo Dalla O horóscopo do dia apresenta a previsão para o seu signo e ascendente Leia também: Horóscopo Chinês: o...

Carros e Motos16 minutos atrás

Guardiola já danificou seus carros em R$ 2,5 mi na Inglaterra

arrow-options Reprodução/Twitter O treinador espanhol do Manchester City Pep Guardiola que já teria gasto R$ 2,5 mi para reparar sua...

Economia37 minutos atrás

Perfil paulistano: veja as profissões com mais oportunidades em São Paulo

arrow-options Marcelo Camargo/ABr São Paulo é a terra das oportunidades para profissionais como vendedores e analista de sistemas A cidade...

Tecnologia37 minutos atrás

Assim como futebol americano, EUA quer criar liga de Fortnite nas escolas

arrow-options Divulgação/Epic Games Fortnite se torna esporte em escolas norte-americanas A startup PlayVS fez um contrato de parceria com a...

Tecnologia2 horas atrás

LGPD passa a valer em agosto: lei irá mesmo proteger nossos dados?

arrow-options Marcello Casal Jr/Agência Brasil Maioria das empresas não tem como atender à Lei de Proteção de Dados Chegou a...

Nacional7 horas atrás

Vale distribuirá a acionistas mais que dobro do gasto com indenizações

arrow-options Lucas Hallel Ascom/Funai Indígenas Pataxó Hã-hã-hãe vivem na aldeia Naõ Xohã, às margens do rio Paraopeba, em Brumadinho Para...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana