conecte-se conosco



Internacional

EUA admitem que 11 militares americanos ficaram feridos em ataques do Irã

Publicado

em

source
Pentágono arrow-options
Flickr/David B. Gleason

Tensão entre os Estados Unidos e o Irã aumentou após morte de general iraniano em Bagdá, capital do Iraque

Os Estados Unidos afirmaram, na quinta-feira (16), que 11 militares americanos ficaram feridos no ataque à base iraquiana de Ain al-Asad, represália iraniana ao assassinato do general Qassem Soleimani por ordens do presidente Donald Trump, no dia 3 de janeiro. Desde o ataque, no último dia 8, o governo americano afirmava que não havia mortos ou feridos.

Leia também: Joice Hasselmann chama Bolsonaro de “botequeiro de 5ª categoria”

Em um comunicado, o Comando Central dos EUA  no Iraque disse que “por mais que nenhum soldado americano tenha sido morto” na operação iraniana, “vários deles foram tratados por sintomas relacionados a concussões cerebrais”. Segundo a nota assinada pelo porta-voz Bill Urban, oito militares foram enviados para o centro médico americano em Landstuhl, na Alemanha, e outros três para o acampamento Arifa, no Kuwait para testes adicionais, onde ainda estão sob avaliação.

Urban explicou que o tratamento dado aos soldados é “padrão” para pacientes que estiveram perto de explosões — uma forma de averiguar se houve “lesões traumáticas cerebrais”. Cerca de 1.500 norte-americanos estavam posicionados na vasta base no deserto de Anbar, no Iraque.

A confirmação dos onze feridos contradiz aquilo que foi dito por Donald Trump após o ataque de Teerã para vingar a morte de Soleimani . O comandante era chefe das Forças Quds, unidade de elite da Guarda Revolucionária responsável pela articulação regional dos diversos grupos pró-Irã em países como Síria e Iraque

“O povo americano deve ficar extremamente grato e feliz que nenhum americano ficou ferido nos ataques do regime iraniano. Nós não sofremos baixas, todos os nossos soldados estão seguros e apenas danos mínimos ocorreram em nossas bases militares”, disse Trump, na ocasião.

Ao canal americano CNN, representantes do Departamento de Defesa dos EUA afirmaram que os sintomas surgiram “dias depois do ataque” e, por isso, a contradição entre as declarações prévias e os números que vieram à tona na quinta-feira.

O fato dos ataques iranianos não terem matado nenhum americano foi fundamental para o alívio das tensões regionais — caso contrário, o presidente Trump ameaçava responder “desproporcionalmente”. Já no dia seguinte, contudo, tanto Washington quanto Teerã afirmaram publicamente que não iriam se engajar em um confronto militar diretos.

Leia também: Deficiente físico é preso dirigindo carro roubado sem habilitação ou adaptações

Ainda assim, a escalada de tensões trouxe outras consequências. Cinco horas após os ataques contra os americanos, a Guarda Revolucionária do Irã abateu, por “erro humano”, um avião da Ukraine International Airlines, matando os 176 passageiros a bordo — em sua maior parte, cidadãos iranianos. Teerã só admitiu sua culpa três dias após o acidente, demora que gerou protestos nas ruas do país.

Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook

Internacional

Brincadeira perigosa: homem é preso após cegar piloto com laser durante voo

Publicado

em

source
Laser arrow-options
Reprodução

Após acertar o avião com laser, homem foi preso pela polícia da Califórnia

Uma perigosa brincadeira envolvendo um laser e um avião quase acaba em tragédia nos Estados Unidos no início da semana. Durante um voo de reconhecimento em uma rodovia na Califórnia, o piloto de uma aeronave da patrulha de trânsito do estado foi atingido no rosto pela luz disparada por um homem que estava em terra e acabou ficando momentaneamente cego.

Leia também: Com medo do coronavírus, ucranianos atacam ônibus com pessoas retiradas da China

“Quando o laser atingiu o meu olho, ficou tudo escuro. Estávamos voando e foi como se o sol tivesse surgido na nossa frente, nos cegando completamente. Levei alguns minutos para conseguir me recuperar depois disso e ainda estou sentindo dores nos dois olhos”, revelou o piloto Jan Sears, em entrevista à ABC News.

Ele lembra que tudo aconteceu na noite da última segunda-feira (17), quando retornava de uma patrulha para o aeroporto da região. Quando passava pelo condado de Solano , foi atingido mais de uma vez pelo laser azul e acabou ficando sem enxergar. Segundo ele, o sistema de piloto automático teve que ser acionado para evitar um desastre.

Para o azar do homem que resolveu fazer a brincadeira, a câmera do avião conseguiu captar a sua localização. “Algumas vezes, temos dificuldades de encontrar a pessoa que está com o laser porque ela faz isso apenas uma vez. Porém, ele seguiu lançando o raio na nossa direção, o que facilitou a nossa busca”, relembrou o piloto.

Leia também: Usando tornozeleira eletrônica, Pezão diz que vive com a aposentadoria da esposa

Após aterrissar, Sears encaminhou a localização do suspeito para a delegacia de polícia de Solano. Ao chegar no local, os agentes prenderam o homem, identificado como Christopher Larsen, de 33 anos, e encontraram o laser dentro de sua casa.

Agora, Larsen permanecerá preso até o dia do julgamento e deverá responder por dois delitos: utilização imprópria de laser e por mirar o objeto na direção de uma aeronave.

Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook
Continue lendo
Internacional3 minutos atrás

Brincadeira perigosa: homem é preso após cegar piloto com laser durante voo

arrow-options Reprodução Após acertar o avião com laser, homem foi preso pela polícia da Califórnia Uma perigosa brincadeira envolvendo um...

Internacional3 minutos atrás

Polícia apreende submarino do tráfico com cinco toneladas de drogas

arrow-options Divulgação/Panama Ministry of Public Security Apreensão no Panamá terminou com cinco pessoas presas Cinco toneladas de drogas foram apreendidas...

Internacional3 minutos atrás

Passageiros bêbados ameaçam tapas e causam tumulto em avião; assista

arrow-options Wikimedia Commons/Bene Riobó Avião era da Ryanair Passageiros supostamente bêbados causaram tumulto em um voo da companhia aérea Ryanair...

Internacional3 minutos atrás

Ex-conselheiro de Trump é condenado a 3 anos de prisão

arrow-options Reprodução/Casa Branca O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump O ex-conselheiro informal de Donald Trump, Roger Stone, foi condenado...

Internacional3 minutos atrás

Após conflito com EUA, Irã vai às urnas para renovar Parlamento

arrow-options Tasnim News Agency/Amir Hesaminejad Eleições no Irã Pouco menos de dois meses depois da morte do general Qassem Soleimani...

Internacional3 minutos atrás

Mexicanos se revoltam após menina de 7 anos ser sequestrada e torturada

arrow-options Associação Mexicana de Crianças Desaparecidas Fátima Cecilia Aldrighett Anton desapareceu em 11 de fevereiro O corpo de uma garota de...

Internacional3 minutos atrás

Homem serra a própria perna após misturar droga zumbi com coquetel de remédios

arrow-options Reprodução Imagens mostram a vítima já no hospital e sem uma das pernas Um caso bizarro de automutilação aconteceu...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana