conecte-se conosco



Economia

Estatais federais investem 31,3% a menos em 2019

Publicado

em

source

Agência Brasil

estatais arrow-options
Fernando Frazão/Agência Brasil

Petrobras foi a estatal que mais investiu em 2019


As estatais federais investiram R$ 58,3 bilhões em 2019, 31,3% a menos que no ano anterior. O valor foi divulgado nesta terça-feira (28) pelo Ministério da Economia no Diário Oficial da União.

A execução do Orçamento também caiu. Em 2019, as 85 empresas públicas avaliadas pelo governo investiram 45,7% da verba total de R$ 127,6 bilhões. Em 2018, as estatais federais tinham aplicado 64,5% dos R$ 131,4 bilhões reservados para investimento naquele ano.

Leia também: Governo quer R$ 150 bilhões com privatizações de partes de estatais em 2020

Entre as principais estatais, o Grupo Petrobras liderou os investimentos , com R$ 50,9 bilhões no ano passado. O valor, no entanto, indica queda de 36,1% em relação a 2018. O Grupo Petrobras inclui tanto a petroleira quanto as subsidiárias.

A Eletrobras e suas empresas controladas investiram R$ 2,9 bilhões em 2019, retração de 14,8% na comparação com o ano anterior. O levantamento avaliou 78 estatais do setor produtivo e sete do setor financeiro. Na divisão por atividade, 39 empresas são do segmento de energia e 13 da área de petróleo.

O Orçamento Geral da União de 2020 reserva R$ 121,4 bilhões para investimentos das estatais. A execução desses gastos, no entanto, dependerá das condições fiscais do governo.

Comentários do Facebook

Economia

Rodrigo Maia espera aprovar reforma administrativa ainda no primeiro semestre

Publicado

em

source

Brasília – O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia , disse nesta segunda-feira (10) que espera aprovar a reforma administrativa ainda no primeiro semestre deste ano.

Ressaltou, no entanto, que as disputas em torno da reforma tributária, já em tramitação na Casa, devem ser maiores do que as da administrativa, mesmo admitindo que pode haver conflito com os servidores públicos.

Maia diz que uso de ‘termos pejorativos’ sobre servidor atrapalha reforma

“Claro que todos os sistemas onde a gente tem distorções eles estão beneficiando alguém e prejudicando milhões. Não é diferente nem no administrativo nem no tributário. Então, enfrentamentos nós teremos, mais no tributário do que no administrativo, já que o governo decidiu que é melhor uma reforma para os novos servidores”, afirmou Maia.

Declaração de Guedes

Em palestra para empresários, em café da manhã na Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), Maia destacou que os servidores públicos devem ser tratados com respeito e que o uso de termos pejorativos atrapalha o debate.

“Todos devem ser tratados com muito respeito. Eu acho que o enfrentamento feito com termos pejorativos, que gera muito conflito, nos atrapalha no nosso debate, de mostrar a alguns setores que a sociedade não aceita mais concentrar riqueza para muito poucos”, disse Maia.

Ele se referia à declaração, na sexta-feira (7), do ministro da Economia, Paulo Guedes , que classificou os funcionários públicos como “parasitas”, em palestra na Fundação Getulio Vargas.

Rodrigo Maia e Paulo Guedes arrow-options
Daniel Marenco/Agência O Globo

Rodrigo Maia e Paulo Guedes

Para Maia, o fato da proposta de reforma administrativa tratar apenas dos novos servidores, vai ajudar a diminuir os conflitos e ajuda na tramitação, “para que a gente possa concentrar nossos esforços na reforma tributária”.

“Você muda o conceito de estabilidade, de promoção. Promoção no serviço público não faz muito sentido. Promoção por mérito, por produtividade. Claro, você vai ter dois sistemas funcionando um contra o outro, mas com os anos o antigo vai acabar. Mas nós temos que respeitar, querendo ou não, gostando ou não, os direitos que foram adquiridos. Mas não inventar novos direitos adquiridos”, afirmou.

O deputado Rodrigo Maia disse aos empresários que a base da discussão da reforma tributária será a Proposta de Emenda à Constituição 45/2019, do deputado Baleia Rossi (MDB-SP). E alertou que se a reforma tributária não for aprovada, o Brasil não vai crescer.

Pacto federativo: clima é favorável no Congresso, afirma Paulo Guedes

O presidente da Câmara dos Deputados disse que o debate não pode ser feito com soluções que beneficiem apenas uma parcela da população.

“Eu tenho me esforçado pessoalmente para que a gente consiga fazer um debate sério. Às vezes alguns vêm para o debate com informações que não são verdadeiras e ficam inventando soluções que só resolvem seus próprios problemas. Achar que cria uma nova CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira), que vai ser o imposto único, com essa quantidade de problemas tributários que nós temos, e que isso ainda vai desonerar a folha, não está trabalhando com dados corretos”, declarou.

Maia afirmou estar confiante na criação de um imposto sobre valor agregado (IVA) nacional, com uma transição de 10 anos no sistema tributário.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Nacional53 minutos atrás

Vice-governador sobrevoa áreas atingidas pelas chuvas na Grande São Paulo

arrow-options Divulgação/Governo do Estado de São Paulo Governador em exercício, Rodrigo Garcia (DEM) sobrevoou as áreas atingidas pelas chuvas na...

Entretenimento53 minutos atrás

“BBB 20”: Lucas Gallina comenta gafe de Neymar em balada

Lucas Galina resolveu contar uma história que aconteceu em Santa Catarina nesta tarde chuvosa no ” Big Brother” . Ele...

Tecnologia1 hora atrás

Polêmica: Motorola rebate teste que reprovou dobradiça do Razr; assista ao vídeo

arrow-options Reprodução Motorola Razr foi reprovado em teste de dobradiça Na última semana, o site Cnet realizou um teste que...

Tecnologia1 hora atrás

Xiaomi Mi 10 ganha data de lançamento e tem foto divulgada; confira

arrow-options Divulgação/Xiaomi Xiaomi Mi 10 tem data de lançamento divulgada A Xiaomi anunciou oficialmente a data de lançamento do seu...

Política1 hora atrás

Policiais cobram reposição de perdas salariais

Profissionais da segurança pública lotaram as galerias e o Plenário Dirceu Cardoso da Assembleia Legislativa (Ales) durante a reunião da...

Política1 hora atrás

Instituto Ponte: comissão conhece trabalho

A Comissão de Educação recebeu a coordenadora do Instituto Ponte Verônica Lopes para abordar o trabalho realizado pela entidade, que...

Política1 hora atrás

Projeto proíbe taxa de visita técnica para orçamento

Advertência e aplicação de multa para estabelecimentos e prestadores de serviços que cobrarem do consumidor taxa de visita técnica para...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana