conecte-se conosco



Variedades

Empresa é condenada por ‘acidente de trabalho’, após funcionário casado morrer durante sexo

Publicado

em

Com a decisão judicial, a mulher e os filhos do funcionário receberão, mensalmente, a quantia referente a 80% do salário do engenheiro, até completarem idade mínima para a aposentadoria

Uma empresa do ramo de construção ferroviária foi condenada pela Justiça da França, depois que um funcionário, que era casado, sofreu um ataque cardíaco e morreu enquanto fazia sexo com uma mulher que havia acabado de conhecer, durante uma viagem de trabalho.

Segundo publicação do jornal The Times, de Londres, a empresa foi responsabilizada por arcar com todos os custos da morte do funcionário. O caso aconteceu em 2013, na cidade de Meung-sur-Loire, na França, mas o processo permaneceu na Justiça até este ano.

De acordo com a publicação, o homem já estava morto quando foi encontrado no quarto de hotel. A defesa da empresa alegou que o funcionário não estava cumprindo obrigações de trabalho, quando ocorreu o incidente, que foi registrado durante a madrugada.

Entretanto, os juízes compreenderam que o funcionário deveria ter “direito à proteção do empregador”, por estar em viagem de trabalho pela empresa. O entendimento dos magistrados foi baseado em uma decisão judicial de 2016, que compreende que encontros sexuais são atos de vida normais.

Com a decisão judicial, a família do funcionário terá direito a receber dinheiro do Estado e da empresa. A mulher e os filhos do funcionário receberão, mensalmente, a quantia referente a 80% do salário do engenheiro, até completarem idade mínima para a aposentadoria. Posteriormente, eles receberão pensão vitalícia.

Comentários do Facebook

Variedades

Confira as fotos dos partos mais surpreendentes de 2018

Publicado

em

Alguns nascimentos são muito raros

O ano de 2018 foi marcado por partos bem diferentes e emocionantes. Alguns são bem raros e as imagens deixaram muitas pessoas impressionadas (inclusive a gente!).

Como por exemplo, o caso da mãe que deu à luz no Mar Vermelho, no Egito. As fotos registraram o exato momento em que o recém-nascido foi retirado da mãe que, antes de se juntar ao filho, saiu da água como se tivesse acabado de dar um mergulho.

Acompanhada pelo parceiro e pelo médico, ela entrou no mar um pouco antes de iniciar o trabalho de parto. Apesar da falta de detalhes sobre o momento antes do parto, a presença do médico indica que o nascimento no meio do oceano foi planejado. Depois que o bebê nasceu, a placenta foi colocada em uma tigela e o recém-nascido foi levado para a costa, ainda preso ao cordão umbilical.

Identificada apenas como uma “turista russa”, a mãe deu à luz ao filho no meio do Mar Vermelho (Foto: Reprodução / CEN Facebook)

 

A fotógrafa e doula Jerusha Sutton também registrou um nascimento inusitado: o bebê chegou ao mundo, literalmente, com o pé direito. Para esclarecer sobre o assunto, a doula disse que o parto pélvico é um dos partos normais mais rápidos e diretos: “Eles dançaram juntos a linda dança do parto e nascimento, sem medo, sem dúvida e com total confiança um no outro”, explicou Sutton.

A doula Jerusha Sutton fotografou um parto pélvico (Foto: Reprodução/Instagram)

Outro registro de um parto incrível foi o de um bebê expelindo líquido amniótico por uma das narinas enquanto seu corpo ainda está dentro do canal vaginal da mãe. A foto foi feita pela fotógrafa australiana Victoria Berekmeri e é um dos destaques do Prêmio de Fotografia do Colégio Australiano de Parteiras, que tem a intenção de contribuir para a normalização e valorização do parto normal.

Em suas redes sociais, a fotógrafa escreveu: “Há muito sobre o nascimento que continua a me surpreender, e olha que já vi muita coisa! Fotografar partos é sobre enriquecer a nossa compreensão de como todos nós entramos neste mundo, e da sagrada, complexa e envolvente jornada do início da vida”.

A foto foi destaque do Prêmio de Fotografia do Colégio Australiano de Parteiras (Foto: Reprodução / Victoria Berekmeri)

No Brasil, Priscila Sandri postou em seu Instagram – que foi criado após ela descobrir sua gestação de quadrigêmeos – as fotos de seu parto. Os irmãos Diego, Antonella e Ícaro nasceram empelicados. O parto empelicado é uma condição rara em que a membrana da bolsa não se rompe durante o trabalho de parto. O registro foi feito pela fotógrafa Thalita Castanha.


(*Paisefilhos.uol.com.br)

Comentários do Facebook
Continue lendo
Estadual1 hora atrás

Ouvidoria do Poder Judiciário do Espírito Santo publica relatório e soma 1432 registros no último ano

O correio eletrônico foi o canal mais utilizado pelos usuários, correspondendo a 96,4% dos registros, entre sugestões, elogios, pedidos de...

Estadual1 hora atrás

Negada indenização a morador de Linhares que comprou ingressos para show que foi cancelado

Como forma de compensação, a empresa organizadora do show teria oferecido ingressos para outro evento, o que teria sido aceito...

Estadual1 hora atrás

Cerimonial é condenado a indenizar noivos pela má prestação do serviço contratado

Convidados da festa confirmaram que a comida não foi suficiente e que nem todos os presentes foram servidos. Um casal...

Esportes1 hora atrás

Inter vence e avança na Libertadores

O Internacional derrotou o Universidad de Chile por 2 a 0 nesta terça (11) e se classificou para a terceira...

Economia3 horas atrás

Brasil e Paraguai assinam acordo de livre comércio automotivo

Brasília – O Brasil e o Paraguai assinaram, nesta terça-feira (11), o acordo de livre comércio automotivo . Pelo acordo,...

Economia3 horas atrás

Em acordo com governo, Congresso Nacional deve derrubar vetos ao Orçamento 2020

arrow-options MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL Rodrigo Maia, presidente da Câmara, e Davi Alcolumbre, presidente do Senado, participaram do acordo com o...

Economia3 horas atrás

Dólar fecha a R$ 4,326, no maior nível desde a criação do real

Em mais um dia de oscilações no câmbio, o dólar subiu novamente e voltou a fechar no maior valor nominal...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana