conecte-se conosco


Estadual

Empresa da Petrobras abre 1,3 mil vagas com salário de até R$ 4,8 mil

Publicado

em

VITÓRIA (ES) – A Liquigás Distribuidora, empresa estatal que faz parte do Sistema Petrobras, abre hoje as inscrições para o processo seletivo com 1.349 vagas para todos os níveis de escolaridade. Os salários podem chegar a R$ 4.894.

As oportunidades contemplam vários estados do Brasil, e há vagas para o Espírito Santo. Das 1.349 vagas, 74 oportunidades são para início imediato e 1.175 são para cadastro de reserva. Diferentemente, porém, de alguns órgãos públicos, as chances de convocação após aprovação no cadastro são grandes.

Para candidatos com nível fundamental completo ou incompleto, as chances são para os cargos de ajudante de carga e descarga, e oficial de produção. Já para os que têm nível médio, as chances são para ajudante de motorista granel, assistente administrativo, assistente de logística, oficial de manutenção elétrica, oficial de manutenção mecânica, operador de gás e técnico de Segurança do Trabalho.

Há ainda vagas de nível superior para os cargos de profissional de vendas júnior, e de profissionais juniores nas áreas de Comunicação Social, Direito, Economia, Direito e Tecnologia de Informação, com atuação em análise de sistemas e arquiteto de soluções. Para o Espírito Santo, são cinco oportunidades para o cargo de profissional de vendas júnior, que irá atuar no município da Serra.

Os salários vão de R$ 1.321,09 a R$ 4.894,08, podendo ultrapassar R$ 5 mil, com todos os benefícios, que incluem vale-alimentação, vale-refeição, vale-gás, vale-transporte e auxílio-creche, se necessário.

As inscrições podem ser feitas até 1º de outubro no site cesgranrio.org.br. É preciso pagar uma taxa de R$ 37 para os cargos de nível fundamental, R$ 47 de nível médio e R$ 67 para nível superior.

A Liquigás atua no engarrafamento, distribuição e comercialização de gás liquefeito de petróleo em todo o País.


(*Com informações do Tribuna on line)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Sete concursos abertos no ES com salário de até R$ 9 mil
publicidade

Estadual

Acusado de matar a ex é condenado a 38 anos de prisão no ES

Publicado

em

Crime ocorreu em 2016, na cidade de Piúma

Preso preventivamente desde 2016 por ter matado ex-namorada e suposto companheiro dela, Maxsuel Bento Pacheco, ajudante de pedreiro, foi condenado nesta quarta-feira (20) pelo Tribunal do Júri de Piúma a 38 anos de reclusão. Em relação à primeira vítima, Jéssica Brito Costa, Maxsuel teve a pena arbitrada com base na qualificadora de feminicídio, que se dá por matar mulher em razão do gênero.

Em Júri Popular, com relação à Jéssica, ficaram reconhecidas também as qualificadoras de motivo torpe, em razão de ciúme, e a impossibilidade de defesa, uma vez que a vítima teria sido surpreendida com tiros no rosto, sem que restasse qualquer chance de se proteger. Com relação à motivação de gênero, houve no processo evidências de histórico de agressões e ameaças relatadas pela vítima, que havia inclusive registrado boletim de ocorrência e pedido, dois dias antes de morrer, medida protetiva contra o ex-namorado.

Em relação a Walafe dos Santos Dias, suposto companheiro de Jéssica à data do crime, o acusado, agora condenado, teria realizado três disparos pelas costas. De acordo com a sentença proferida pelo juiz Diego Ramirez Grigio Silva, o Réu premeditou a conduta, tendo sido visto rondando a casa da vítima.

O CRIME

Na madrugada do dia 18 de setembro de 2016, no centro de Piúma, litoral sul do Espírito Santo, Walafe teria saído do restaurante onde trabalhava como garçom, por volta de 1h, e passado na lanchonete em que Jéssica trabalhava, para então seguirem juntos para casa. Testemunhas contaram para a Polícia Militar, à época, que eles estavam acompanhados por uma terceira jovem, quando, Maxsuel teria chegado de moto, atirando.

A princípio, os três amigos correram. Walafe caiu no caminho e levou três tiros pelas costas, já Jéssica foi atingida na cabeça. As vítimas chegaram a ser socorridas pela ambulância, mas não resistiram.

De acordo com familiares de Jéssica, a jovem, de 24 anos à data do crime, namorava Walafe há apenas 15 dias.

A prisão de Maxsuel ocorreu apenas em 22 de setembro, já que o hoje condenado esteve, a princípio, foragido. O ajudante de pedreiro foi localizado, na motocicleta utilizada no dia do crime, em um posto de Casimiro de Abreu, ao norte do estado do Rio de Janeiro.


(*Gazeta on line)

Comentários do Facebook
Leia mais:  Paulo Hartung visita indústria de frutas em São Mateus
Continue lendo
Regional27 minutos atrás

Dono de bar é condenado por comercializar por criminalizar dvd´s piratas no Norte do ES

Após denúncia, policiais encontraram no estabelecimento 2.100 mídias falsificadas (cd’s e dvd’s), além de cigarros de origem desconhecida. O proprietário...

São Mateus55 minutos atrás

Estação de Tratamento de Esgoto do balneário de Guriri continua sem funcionar

SÃO MATEUS (ES) – Construída há 19 anos, a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) Mariricu, que atenderia toda a...

Sem categoria2 horas atrás

Petrocity: Faculdade vai capacitar mão de obra para o porto

SÃO MATEUS (ES) – A Petrocity e a Faculdade Vale do Cricaré celebraram convênio para que a instituição de ensino...

Mulher2 horas atrás

Pizza sem glúten é opção que cabe na dieta; veja como preparar

Pizza combina com final de semana, encontro entre amigos ou aquele momento bate uma vontade de comer algo diferente e...

Mulher2 horas atrás

Sonha em ter cabelo volumoso? Veja 5 truques básicos que são infalíveis

Ter um cabelo volumoso e hidratado todos os dias é um sonho de consumo para a maior parte das pessoas,...

Mulher2 horas atrás

Foto de parto cesárea mostra bebê com “pose de super-herói”

Muitas crianças sonham em ser um super-herói quando crescer, mas um garotinho parece ter conseguido atingir esse sonho logo que...

Mulher2 horas atrás

Mulheres inspiradoras: corredora muda vida de mulheres da comunidade há 20 anos

“O que você está fazendo para mudar o mundo?”. Assim, de cara, a pergunta soa dura e pede uma reflexão....

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana