conecte-se conosco


Internacional

Em posse, Fernández pede “nunca mais” ao uso político da Justiça na Argentina

Publicado

em

source
duas pessoas arrow-options
Reprodução/Twitter Alberto Fernández

Alberto Fernández e Cristina Kirchner em cerimônia de posse

“Precisamos de cidadania na democracia”, começou dizendo Alberto Fernández, presidente da Argentina, ao tocar no tema da Justiça, um dos mais delicados do seu discurso durante a cerimônia de posse, nesta terça-feira (10), no Congresso Nacional do país.

Fernández disse que “sem uma Justiça realmente independente do poder político, não há república nem democracia, somente um conjunto de juízes que passam a atuar para satisfazer os poderosos de turno e a castigar aqueles que o enfrentam”.

Com a autoridade de quem é um dos mais renomados juristas da Argentina, professor decano da Faculdade de Direito da Universidade de Buenos Aires, Alberto Fernández aproveitou essa introdução para descrever o cenário dos últimos quatro anos como “um processo de deterioração da Justiça, onde vimos perseguições indevidas e detenções arbitrárias, induzidas por aqueles que governam e silenciada por certa complacência midiática”.

Leia também: Bolsonaro recua e decide enviar Mourão para posse na Argentina 

Fernández se referia aos mais de 9 processos judiciais contra a ex-presidenta, e agora sua vice-presidenta, Cristina Kirchner, além das prisões preventivas de ao menos dois de seus ex-ministros e outras figuras dos anteriores governos.

“Por isso venho a manifestar diante desta assembleia e de todo o povo argentino, um contundente nunca mais. Nunca mais a uma justiça contaminada por serviços de inteligência! Nunca mais a uma justiça contaminada por operadores políticos! Nunca mais aos procedimentos judiciais obscuros e aos linchamentos midiáticos! Nunca mais a uma Justiça que decide e persegue de acordo aos ventos políticos do poder de turno! Nunca mais a uma política que criminaliza os dissensos para eliminar seus adversários! E digo isso com a firmeza de uma decisão profunda. Quando digo nunca mais, é nunca mais!”.

Leia mais:  Intervenções de Bolsonaro geram ira de servidores e contrariam o próprio PSL

Leia também: Alberto Fernández toma posse como presidente da Argentina

O trecho traz claras referências à forma como o governo de Mauricio Macri atuou neste aspecto, perseguindo referentes kirchneristas e peronistas, fez a grande maioria dos deputados e senadores presentes se levantarem para aplaudir de pé a declaração.

Em seguida, o presidente Fernández anunciou um projeto de reforma do Poder Judiciário, que pretende criar um novo marco e evitar o uso político da Justiça. “Quando a política ingressa aos tribunais, a verdadeira justiça foge pela janela”, comentou o mandatário argentino, para ilustrar o pensamento que guiará o seu projeto. (pulsar/ revista fórum )

Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook
publicidade

Internacional

Ex-ministro da Economia será candidato à presidência na Bolívia

Publicado

em

source
Ex-ministro da economia da Bolívia, Luis Arce arrow-options
Divulgação

Ex-ministro da economia da Bolívia, Luis Arce

O ex-ministro da Economia da Bolívia Luis Arce foi escolhido neste domingo (19) como candidato à presidência pelo Movimento ao Socialismo (MAS), o partido do ex-presidente Evo Morales . Ele formará chapa com o ex-chanceler David Choquehuanca. O pleito está previsto para acontecer no dia 3 de maio.

O anúncio da chapa foi feito em entrevista em Buenos Aires pelo próprio Morales, que está refugiado na Argentina desde que renunciou ao cargo de presidente, em novembro do ano passado.

Arce foi escolhido por mais de 50 delegados do partido e Morales será o responsável por chefiar a campanha do MAS.

Leia também: Morales faz retratação sobre declaração de criação de milícias populares

Durante as eleições do ano passado, nas quais o ex-presidente disputava seu quarto mandato, houve uma polêmica nas apurações que fez o resultado ficar em cheque por suspeita de fraude. Isso porque o candidato  da oposição Carlos Mesa liderava a apuração, mas, depois de uma paralisação na contagem, Evo apareceu como o ganhador. Apesar de ter se beneficiado, agora o ex-presidente defende a realização de uma investigação, mas ainda defende que o processo foi regular.

“Não houve fraude. A Organização dos Estados Americanos ( OEA ) incendiou a Bolívia com seu relatório eleitoral”, afirmou Evo.

Apesar da crítica, no entanto, Morales reconheceu que ele ter entrado na disputa foi um ‘equívovo’.

Fonte: IG Mundo

Comentários do Facebook
Leia mais:  Itália libera cultivo doméstico de cannabis
Continue lendo
Entretenimento20 minutos atrás

Pai de Meghan Markle acusa filha de “depreciar” família real

arrow-options Divulgação Príncipe Harry e Meghan Markle O pai de Meghan Markle , Thomas Markle, acusou a filha de “depreciar”...

Entretenimento20 minutos atrás

Anitta curte Aspen, nos Estados Unidos, com a ex-sogra

arrow-options Reprodução/Instagram Anitta está passando as férias em Aspen Que Anitta está curtindo dias de descanso em Aspen , nos...

Nacional1 hora atrás

Temporal causa alagamentos em Belo Horizonte e deixa moradores ilhados

arrow-options DIVULGAÇÃO / DEFESA CIVIL Casas à beira de córrego ficam alagadas na Região Metropolitana de Belo Horizonte A chuva...

Política1 hora atrás

Rodrigo Maia diz que pensão a solteiras ‘absurdo’ e cobra mudança no STF

arrow-options Luis Macedo/Câmara dos Deputados Maia cobrou que STF mude entendimento de lei sobre pensões O presidente da Câmara dos...

Saúde2 horas atrás

Venenos de vespa e escorpião podem auxiliar tratamento de tuberculose

Pesquisa financiada pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Cientifico e Tecnológico (CNPq) e desenvolvida pelo Instituto de Patologia e Medicina Tropical...

Internacional2 horas atrás

Ex-ministro da Economia será candidato à presidência na Bolívia

arrow-options Divulgação Ex-ministro da economia da Bolívia, Luis Arce O ex-ministro da Economia da Bolívia Luis Arce foi escolhido neste domingo...

Mulher2 horas atrás

Horóscopo do dia: previsões para 20 de janeiro de 2020

arrow-options Marcelo Dalla A mandala “o caminho” foi desenhada por Marcelo Dalla Leia mais: 2020 é Ano do Rato! Confira as...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana