conecte-se conosco



Estadual

Edital do Governo do Estado busca soluções inovadoras no segmento da economia criativa

Publicado

em


.

Chegou uma oportunidade para que empresas jovens que utilizam ferramentas tecnológicas ou serviços inovadores, as startups, apresentem novas soluções ao setor da economia criativa. A Secretaria da Cultura (Secult) elaborou o desafio: “Como promover divulgação, conexão e troca entre criativos a partir de uma plataforma de marketplace?”, dentro do Edital de Chamamento Público do Programa Pitch Gov.ES. Esta ação do Governo do Estado, em parceria com diversos órgãos estaduais, foi desenvolvida com o propósito de receber e custear soluções para desafios em várias áreas da gestão pública. As inscrições vão até o dia 28 de agosto de 2020. 

O documento na íntegra ficará disponível no site da Fapes AQUI Mais informações sobre o programa também podem ser conferidas pelo site do Laboratório de Inovação na Gestão da Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger) – (LAB.ges): https://labges.es.gov.br/pitchgoves

Inserido na área temática de desenvolvimento econômico sustentável do Programa, a Secult quer receber soluções para o modelo digital de Marketplace, no qual tanto lojas quanto pequenos negócios anunciam por produtos e serviços, beneficiando toda uma rede de empreendedores e produtores no segmento da economia criativa.

As Etapas

A seleção das soluções encaminhadas será realizada em duas etapas. Na primeira, a ABStartup fará a análise de mérito das sugestões, considerando quatro critérios para classificação: maturidade do estágio de desenvolvimento do interessado; modelo de negócio; equipe; e compatibilidade, inovação e benefícios. Já na segunda etapa, serão selecionadas até quatro soluções para o desafio, que serão apresentadas no evento Pitch Gov.ES, ou seja, as empresas escolhidas deverão apresentar um pitch (defesa oral de cinco minutos), em um evento on-line com a participação de uma banca examinadora.

As soluções selecionadas na fase de testes poderão receber um recurso de subvenção nos valores de 10 a 30 mil reais. Caso as soluções testadas apresentem bons resultados, alcançando e metas pré-estabelecidas, elas podem ser contratadas e implementadas pela Secult.

Segundo a gerente de Economia Criativa da Secult, Lorena Louzada, a utilização de plataformas digitais é uma demanda bastante discutida por diversos setores criativos para que possa suprir a necessidade de vendas, incentivando, assim, os empreendedores a atuarem por meio de ferramentas tecnológicas e sem contar que o serviço digital do marketplace está muito em voga diretamente, por conta da crise do novo Coronavírus (Covid-19).

“O desafio foi elaborado para acharmos soluções abrangentes para auxiliar o aumento do fluxo de parcerias e relações de trabalho entre os profissionais, negócios e espaços criativo. Este é um dos benefícios esperados pelo nosso programa o ES+Criativo, que visa a estimular os negócios e o de desenvolvimento de todo o ambiente neste importante setor econômico no Estado”, destaca Lorena Louzada.

O programa Pitch Gov.ES conta com recurso de R$ 750 mil, proveniente do Fundo Estadual de Ciência e Tecnologia (Funcitec), com a atuação da Mobilização Capixaba pela Inovação (MCI). Desse montante, até R$ 500 mil serão investidos nas propostas aprovadas para a fase de testes, cuja duração é de seis meses. O Programa é coordenado pela Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger), com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação (Fapes), e a realização da Associação Brasileira de Startups (ABStartup), que tem parceria com diversos órgãos estaduais. 

Os desafios nas outras áreas da gestão pública

Confira abaixo a lista de áreas temáticas e seus respectivos desafios e órgãos, que estão presentes no edital de chamada pública do Programa Pitch Gov.ES.

Saúde

1) Como gerir plantões e escalas, priorizando na oferta de plantões extra os profissionais mais bem ranqueados? – Secretaria da Saúde (Sesa)

2) Como controlar a jornada do paciente no momento da entrada até a alta? – Secretaria da Saúde (Sesa)

Gestão Pública

3) Como estruturar um sistema de comunicação com o servidor estadual, que seja interativo, automatizado, customizado e dinâmico, a respeito de informações funcionais e de carreira? –  Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger)

4) Como criar uma rede para compartilhamento de competências técnicas, sociais, emocionais e comportamentais, de cada servidor, facilitando a interação e a colaboração

dentro do governo estadual? – Secretaria de Gestão e Recursos Humanos (Seger)

Educação

5) Como reduzir o abandono e a evasão escolar utilizando metodologias, estratégias e recursos pedagógicos inovadores, dinâmicos e interativos? – Secretaria da Educação (Sedu)

6) Como articular o projeto de vida do jovem com perspectivas latentes e futuras do mercado de trabalho, adequando o serviço de educação? – Secretaria da Educação (Sedu)

Segurança Pública

7) Como informatizar e ser mais eficiente na identificação do risco de reingresso do preso no sistema prisional e na individualização do tratamento penal? – Secretaria da Justiça (Sejus)

8) Como automatizar a contagem da remição e do cumprimento da pena das pessoas presas e comunicar às autoridades competentes? – Secretaria da Justiça (Sejus)

9) Como automatizar o agendamento de audiências judiciais das pessoas presas, junto ao Poder Judiciário? – Secretaria da Justiça (Sejus)

10) Como agilizar o registro e consulta de ocorrências e procedimentos iniciados no ambiente das unidades policiais civis do Estado do Espírito Santo, por meio de plataforma virtual? – Secretaria da Justiça (Sejus)

Infraestrutura e Mobilidade Urbana

11) Como automatizar o processo logístico de controle de usuários, dentro das Centrais de Abastecimento do Espírito Santo (Ceasa), órgão responsável pelas políticas de comercialização de hortifrutigranjeiros no Estado? – Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag)

12) Como aferir quantitativo de passageiros embarcados e desembarcados dos veículos de transporte coletivo por ponto de parada?  – Companhia Estadual de Transportes Coletivos de Passageiros (Ceturb)

Desenvolvimento Econômico Sustentável

13) Como utilizar uma plataforma tecnológica de inteligência artificial para possibilitar atendimento remoto aos agricultores familiares? – Secretaria da Agricultura, Abastecimento, Aquicultura e Pesca (Seag)

14) Como otimizar o processo de seleção de candidatos para as vagas cadastradas nas agências vinculadas ao SINE, a partir de um sistema de recomendação baseado em inteligência artificial? – Secretaria de Trabalho, Assistência e Desenvolvimento Social (Setades)

15) Como promover divulgação, conexão e troca entre criativos a partir de uma plataforma de marketplace? – Secretaria da Cultura (Secult)

Outros Poderes

16) Como facilitar o acesso gratuito do cidadão à justiça, a partir de um modelo que avalie se o pedido pode ser concebido, cruzando dados das mais diversas bases em busca de parâmetros que o justifiquem? – Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES).

 

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Secult

Aline Dias / Danilo Ferraz / Erika Piskac/ Jória Scolforo

(27) 3636-7111 / 99753-7583 / 999021627

[email protected]

[email protected]

https://www.facebook.com/SecultES/

https://www.instagram.com/secult.es/

Assessoria de Comunicação da Fapes

Mike Figueiredo / Jair Oliveira

(27) 3636-1867 / 99309-7100

[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook

Estadual

Corregedoria padroniza procedimentos e prazos para apuração de irregularidades administrativas

Publicado

em


.

A Corregedoria-Geral do Estado regulamentou e padronizou os procedimentos no âmbito do Sistema de Correição do Poder Executivo Estadual (Siscores). A Portaria nº 012-R, publicada nesta quinta-feira (24) no Diário Oficial do Estado, estabelece normas e prazos que passarão a ser seguidos em todos os processos para apuração de irregularidades administrativas. Além disso, institui o mecanismo de Procedimento Preliminar, que agiliza a investigação nos casos de menor complexidade.

O corregedor-geral do Estado, Helmut Mutiz D’Auvila, explica que a Portaria preenche lacunas existentes na Lei Complementar nº 46/1994 (Regime Jurídico dos Servidores Públicos Civis do Estado). “A Lei não abarca todas as situações, o que dava margem a diferentes interpretações e procedimentos no âmbito do Siscores. Estamos arrumando a casa e estabelecendo o padrão que será seguido por todos, para que essa diferenciação não ocorra mais”, ressalta o corregedor.

A Portaria foi elaborada com a contribuição de todas as corregedorias setoriais, que puderam apresentar propostas e opinar. Ela normatiza, entre outros temas, as atribuições do Siscores, os prazos a serem observados nas investigações, as provas admitidas, os recursos, as punições e o padrão para publicação da instauração de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) no Diário Oficial.

Já a instituição do Procedimento Preliminar visa a desburocratizar a apuração de denúncias de menor complexidade, que não exigem a atuação de comissão processante e podem ser conduzidas por um único servidor. “O PP vai agilizar a tomada de decisão em casos mais simples. Nos demais continuaremos utilizando a sindicância”, esclarece o corregedor-geral.

Modernização

A publicação da Portaria nº 012-R é mais um passo no processo de modernização da Corregedoria-Geral. Neste mês outras duas importantes medidas foram efetivadas: a publicação da Portaria nº 01-R, que regulamenta a utilização de recursos tecnológicos para comunicação sobre intimações, citações e notificações referentes a procedimentos correcionais; e do Decreto nº 4729-R, que disciplina a celebração de Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) no âmbito do Poder Executivo Estadual.

As duas medidas garantem mais agilidade ao processo de apuração de infrações disciplinares. Além do ganho em eficiência, irão gerar a redução de custos. Com a utilização de meios eletrônicos (e-mail, whatsapp e e-Docs) para a realização de atos de comunicação processual, os custos com postagens  são eliminados. Já o Decreto nº 4729-R estabelece a possibilidade de resolução dos conflitos referentes à conduta de servidores de forma consensual, nos casos de infrações disciplinares de menor potencial ofensivo. “Com a celebração de TACs em pequenos ilícitos, ganha o servidor e ganha o Estado, que evita os custos de um PAD e consegue resolver o problema de forma mais rápida e menos burocrática”, afirma o corregedor.

Informações à Imprensa:

Assessoria de Comunicação da Secont
Cintia Bento Alves
(27) 3636-5354 | (27) 98895-1695
[email protected]

Fonte: Governo ES

Comentários do Facebook
Continue lendo
Economia49 segundos atrás

Presidente do BC diz que órgão está tranquilo em relação à inflação

REUTERS/Ueslei Marcelino Presidente do BC manifesta tranquilidade em relação à inflação O Banco Central (BC) está tranquilo com relação à...

Policial52 segundos atrás

PM recupera duas motocicletas e apreende arma de fogo em Irupi

. Os policiais militares em serviço na cidade de Iúna e Irupi recuperaram duas motocicletas, apreenderam uma arma de fogo...

Entretenimento56 segundos atrás

Jornalista comete gafe e descobre que Lilia Cabral está casada há 25 anos

Reprodução Felipeh Campos e Lilia Cabral O jornalista Felipeh Campos fez uma live com a atriz Lilia Cabral em seu...

Regional1 minuto atrás

Menino de apenas 9 anos é agredido pelo pai em Linhares

  O pai viu o menino brigando com a irmã caçula e deu várias chineladas nas costas do filho, que...

Policial16 minutos atrás

Colégio Adventista de Vila Velha realiza vista ao BPTran

. A data de 24 de setembro de 2020 foi marcante para alunos do Colégio Adventista de Vila Velha. Neste...

Economia16 minutos atrás

Guedes é retirado de entrevista depois de falar sobre “tributos alternativos”

Reprodução/CNN Brasil Paulo Guedes é retirado de coletiva por Ricardo Barros e Luiz Eduardo Ramos O ministro da Economia, Paulo...

Polícia Federal16 minutos atrás

PF incinera aproximadamente 800 kg de drogas no Rio Grande do Norte

. Natal/RN – A Polícia Federal, com a devida autorização da Justiça, e sob forte esquema de segurança, incinerou nesta...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!