conecte-se conosco



Política

“É inovação do Presidente” Doria ironiza Bolsonaro por governar pelo WhatsApp

Publicado

em

source

O governador de São Paulo, João Doria , voltou a criticar, nesta quarta-feira (19), o distanciamento do presidente Jair Bolsonaro dos chefes dos executivos estaduais. Doria reforçou o convite feito a Bolsonaro, para que ele participe do Fórum de Governadores, logo após o Carnaval, e afirmou que o presidente da República governa pelo aplicativo WhatsApp.

Leia também: Autor de impeachment de Dilma defende afastamento de Bolsonaro

joão doria arrow-options
Governo de São Paulo / Divulgação

João Doria em coletiva de imprensa


“Não posso compreender como administrar o Brasil sem conversar com os governadores, sem dialogar e compreender as suas necessidades. São os governadores que fazem a capilaridade junto aos municípios, nos seus estados. Não conheço administração por WhatsApp . Pode ser uma inovação do presidente Bolsonaro, mas eu não conheço eficiência se não houver diálogo e entendimento”, afirmou Doria, após se reunir com o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). “O que propomos é o diálogo. Se Bolsonaro aceitar o convite, será muito bem recebido”‘, acrescentou. 

Há alguns dias, Bolsonaro deu declarações que irritaram os governadores. Em uma delas, o presidente afirmou que o governo federal reduziria os impostos sobre combustíveis, se os estados diminuíssem o ICMS sobre esses produtos, para permitir a queda dos preços cobrados ao consumidor. Em outra, disse que a morte do ex-capitão do Bope Adriano Magalhães da Nóbrega foi causada pela Polícia Militar da Bahia, governada pelo petista Rui Costa. Como reação, vinte governadores assinaram uma carta criticando Bolsonaro.

João Doria disse ainda que, nesta tarde, pedirá R$ 350 milhões ao governo federal, para financiar projetos de apoio e prevenção ao estado, que junto com Rio de Janeiro e Minas Gerais foi fortemente atingido pelas chuvas. A solicitação será feita em uma reunião com o ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Disse que, assim como a União fez com Minas Gerais – governado por Romeu Zema (Novo) — ao repassar R$ 1 bilhão a fundo perdido, São Paulo quer o mesmo tratamento.

Leia também: Autor de impeachment de Dilma defende afastamento de Bolsonaro

“Estamos indo a Rogério Marinho republicanamente, serenamente, para pedir R$ 350 milhões para a execução de projetos que já esto prontos. O dinheiro é a fundo perdido. São Paulo contribui substancialmente com seus impostos para o governo federal. Está na hora de o governo federal contribuir com São Paulo”, afirmou Doria.

Comentários do Facebook

Política

Inspetores penitenciários ganham escala especial

Publicado

em

.

A Assembleia Legislativa (Ales) aprovou dois Projetos de Lei Complementar (PLCs) voltados para servidores que atuam no sistema penitenciário estadual. As matérias estavam no pacote de projetos de autoria do Executivo que foram analisados em sessão virtual nesta segunda-feira (6).

O PLC 22/2020 estende a Indenização Suplementar de Escala Operacional (Iseo), que já era prevista para policiais militares e civis, para inspetores do sistema prisional. Já o PLC 23/2020 institui no pagamento de parcelas relativas a serviços extraordinários para inspetores penitenciários. A sessão online contou com a presença dos 30 deputados estaduais e ambos PLCs receberam 29 votos favoráveis e o voto de abstenção do presidente Erick Musso (Republicanos).

PLC 22/2020

A comissão especial para análise da matéria sobre indenização suplementar para inspetores penitenciários foi composta pelos seguintes deputados: Enivaldo dos Anjos (PSD), presidente, Marcelo Santos (MDB), relator, Euclério Sampaio (DEM), Hudson Leal (Republicanos) e Dr. Emílio Mameri (PSDB). A matéria foi aprovada sem emendas.

A Lei Complementar 622/2012 criou uma indenização para policiais militares e civis para o pagamento de serviços prestados em convocações extraordinárias. Com a aprovação do PLC 22/2020, a Iseo será estendida também aos inspetores do sistema prisional. Além disso, a matéria também amplia as hipóteses de utilização da indenização e cria três padrões de escalas: de seis, oito e 12 horas.

Calculadas com base no Valor de Referência do Tesouro Estadual (VRTE), as escalas de seis horas terão indenização equivalente a R$ 280, as de oito a R$ 350 e as de 12 horas a R$ 421. A estimativa de impacto orçamentário-financeiro é de R$ 280,6 mil. No entanto, de acordo com a mensagem, o Estado, dispõe de recursos no orçamento para arcar com a despesa.

PLC 23/2020

O PLC 23/2020, que trata do pagamento de serviços extraordinários para inspetores, foi analisado por uma comissão especial formada pelos seguintes parlamentares: Enivaldo dos Anjos (PSD), presidente, Euclério Sampaio (DEM), relator, Marcelo Santos (PDT), Raquel Lessa (Pros) e Dary Pagung (PSB). O projeto foi aprovado sem alteração.

O PLC 23/2020 altera a Lei Complementar 743/2013, que trata do Plano de Cargos e Carreiras dos Agentes Penitenciários e dos Agentes de Escolta e Vigilância Penitenciária e institui o pagamento de parcelas relativas a serviços extraordinários para inspetores penitenciários.

Segundo a mensagem encaminhada pelo governador Renato Casagrande (PSB), a medida é necessária porque a Secretaria de Estado da Justiça (Sejus) está com quadro reduzido de servidores da área em contraste com o crescimento da população carcerária.

A mudança inclui no artigo 3º a possibilidade de pagamento por serviço extraordinário que não poderá exceder, segundo o texto, 24 horas por mês. A proposta diz que a escala será organizada pelo subsecretário estadual para assuntos do sistema prisional ou por gestor designado pelo titular da Sejus.

Casagrande esclarece ainda que a medida não traz impactos ao orçamento do Estado já que os inspetores já prestam serviços extraordinários e o PLC propõe apenas a mudança da base legal que justifica o serviço extraordinário. A matéria isenta a escala de serviço extra de contribuição previdenciária e veda sua incorporação aos proventos de inatividade.

O PLC também extingue 56 cargos comissionados, as funções de chefe de segurança (40 vagas), chefe de plantão (05) e assistente de serviços (11). Por outro lado, a matéria cria 65 funções gratificadas de chefe de segurança (40), chefe de equipe (12) e agente de inteligência (13), sem aumento de despesa.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento2 minutos atrás

 A musa curtiu um dia de sol Na tarde deste domingo (05), Geisy Arruda curtiu um dia relaxante e aproveitou...

Carros e Motos11 minutos atrás

Números do setor automotivo caem quase 90% na segunda metade do mês

arrow-options Divulgação/Jaguar Land Rover Com baixa atividade depois da segunda metade do mês, setor automotivo começa a rever seus planos...

Internacional11 minutos atrás

Japão usará 20% do PIB para reagir ao coronavírus

. O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, prometeu hoje (6) um pacote de estímulo econômico inédito, equivalente a 20% do...

Tecnologia11 minutos atrás

Lançamento se aproxima: iPhone 9 tem pré-venda em site chinês

arrow-options Reprodução/@WhatTheBit Imagem vazada do iPhone 9 A chegada do novo iPhone 9 ou iPhone SE pode estar mais perto...

Internacional11 minutos atrás

Papa alerta para risco de calamidade em prisões por novo coronavírus

arrow-options Reprodução Vaticano Papa Francisco O papa Francisco alertou nesta segunda-feira (06) para o risco de uma “calamidade” nos presídios...

Nacional11 minutos atrás

Após relaxar quarentena, governador do Ceará volta atrás e mantém isolamento

arrow-options Reprodução Governador Ceará Durou poucas horas o relaxamento da quarentena no estado do Ceará. Depois de anunciar, na noite...

Estadual11 minutos atrás

Enivaldo propõe 40% de gratificação para servidores da saúde pública

Pagamento de gratificação de 40% sobre os vencimentos aos servidores da rede estadual de saúde, a título de risco de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana