Connect with us

Nacional

Doria gera apreensão no PSDB ao anunciar data para definir futuro

Published

on

source
De volta dos EUA, Doria anuncia futuro político no dia 13 e gera apreensão no PSDB
Ivonete Dainese

De volta dos EUA, Doria anuncia futuro político no dia 13 e gera apreensão no PSDB

Após desistir de concorrer à Presidência da República, o ex-governador João Doria vai anunciar o seu futuro político num pronunciamento marcado para o próximo dia 13. Doria voltou de uma viagem de descanso de uma semana aos Estados Unidos na quinta-feira, mas seu rumo nas eleições de 2022 segue incerto.

Logo após renunciar à sua pré-candidatura no último dia 23, Doria se despediu nas redes sociais com um “até breve” e disse que estará “sempre à disposição de lutar a guerra” quando for chamado. A frase abriu margem no PSDB para a leitura de que o ex-governador de São Paulo podia ter feito um recuo estratégico para tentar voltar ao páreo mais à frente.

Entre no  canal do Último Segundo no Telegram e veja as principais notícias do dia no Brasil e no Mundo. Siga também o perfil geral do Portal iG .

Esse cenário foi cogitado por alguns aliados, caso a candidatura da senadora Simone Tebet (MDB-MS) pela terceira via não se viabilize em seu partido e ela não decole nas pesquisas. Ou na hipótese de o PSDB desistir do apoio a Tebet e decidir por uma candidatura própria. Hoje, há uma ala na sigla que tenta ressuscitar a candidatura do ex-governador do Rio Grande do Sul Eduardo Leite. Para interlocutores, nesse caso Doria seria o nome mais indicado, já que venceu as prévias da sigla no ano passado.

Um retorno de Doria, no entanto, é visto como difícil internamente em razão das desavenças com a cúpula tucana e pela falta de apoio político na sigla, especialmente de correligionários de São Paulo.

Todavia, não está descartada uma candidatura do tucano ao Senado ou à Câmara. Na segunda hipótese, seu nome poderia ser lançado na tentativa de fortalecer a bancada como puxador de votos. Pessoas próximas, porém, afirmam considerar um desprestígio Doria ser cotado para disputar a eleição proporcional. Eles citam atributos como a experiência à frente da prefeitura e do Palácio dos Bandeirantes. Insistem ainda que o ex-governador é o único candidato da terceira via que tem um diferencial como o ativo político da vacina CoronaVac contra a Covid-19.

Doria desistiu de disputar o Palácio do Planalto após ser pressionado pela cúpula do PSDB. Ele chegou a ameaçar entrar na Justiça para manter sua candidatura, alegando ter vencido as prévias internas.

A estratégia dos dirigentes partidários era evitar que o embate se estendesse até a convenção partidária, entre julho e agosto. Em seu discurso de despedida, Doria deixou claro que acabou enquadrado e disse que entendia “não ser a escolha da cúpula tucana”.

Para aliados, a tendência é que Doria volte a se dedicar à iniciativa privada e ao grupo Lide, de líderes empresariais, que tem o ex-governador como fundador. Mas seu entorno acredita que o paulista continuará atuando nos bastidores para ajudar na reeleição do governador Rodrigo Garcia (PSDB). Embora Garcia tenha evitado fazer agendas públicas com Doria desde que assumiu o cargo, devido à sua alta rejeição nas pesquisas, interlocutores afirmam que o ex-governador pode ter um papel importante na articulação de apoio do setor empresarial a Garcia.

Pouco conhecido da população, Garcia tem sugerido que não tem padrinho político e, em entrevista ao GLOBO na semana passada, afirmou que “não é candidato de ninguém”. Mesmo que a relação entre ambos tenha passado por desgastes, Garcia sempre deixa claro que tem sentimento de gratidão em relação ao ex-governador.

Doria elogiou o sucessor político em evento ocorrido um dia após deixar a corrida presidencial, no mês passado. Na ocasião, Garcia desconversou sobre o papel do ex-governador em sua campanha política, mas fez um aceno a Doria.

“Esse gesto seu de ontem (da desistência) foi um gesto de buscar no senso coletivo uma alternativa para o nosso tão amado Brasil”, disse Garcia, ao discursar ao lado de Doria, acrescentando. “Eu sou sucessor do governador João Doria, trabalhei no governo, vou defender o nosso legado, defender as nossas ações e ele continua dando sugestões a mim e outros membros do PSDB sobre como gerir o estado de São Paulo.”

Doria retribuiu:

“Rodrigo Garcia merece apoio, é o candidato mais preparado, é o candidato com melhores condições para dar continuidade ao trabalho que ele já vem realizando brilhantemente. Terá o meu apoio”, afirmou.

A relação entre os dois ficou estremecida depois que Doria, já pressionado pela cúpula partidária, ameaçou no final de março permanecer à frente do governo de São Paulo, o que minaria a estratégia eleitoral de Garcia.

Comente Abaixo
Política17 minutos ago

TSE amplia prazo para análise do código-fonte das urnas eletrônicas

Reprodução TSE amplia prazo para análise do código-fonte das urnas eletrônicas O ministro Edson Fachin, em seu último dia como...

Mulher17 minutos ago

Susana Naspolini usa touca gelada na quimioterapia para manter cabelo

Reprodução/Instagram Susana Naspolini faz tratamento contra o câncer no osso da bacia A jornalista Susana Naspolini voltou a lutar contra...

Tecnologia18 minutos ago

Game Pass recebe Immortals Fenyx Rising em 2ª leva de agosto

Divulgação Game Pass tem novos jogos O Xbox Game Pass divulgou sua segunda leva de títulos para o mês de agosto. O maior destaque...

Mulher18 minutos ago

Criança de 2 anos mata cobra com mordida

Reprodução jornal The Sun A criança passa bem e se recupera em casa Segundo o jornal britânico The Sun, uma...

Economia18 minutos ago

Estados têm arrecadação menor em julho após teto do ICMS

FreePik Estados têm arrecadação menor em julho após teto do ICMS A variação de arrecadação do ICMS (Imposto sobre a...

Internacional18 minutos ago

Menino passa por cirurgia para tirar brinquedo da garganta após 5 anos

Reprodução/ Sunrise menino passa por cirurgia para remover um brinquedo de plástico na Australia Um menino de oito anos passou...

Internacional48 minutos ago

Após injeção mal calculada, preso tem execução mais longa da história

Torange-PT/Creative Commons Acredita-se que Joe Nathan James, 49 anos, tenha sofrido a mais longa execução na história dos EUA No...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana