conecte-se conosco



Direto de Brasília

Donald Trump acusa ex-advogado de inventar fatos em troca de acordo na Justiça

Publicado

em


Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump escreveu em sua rede social sobre as declarações feitas por Michael Cohen
Twitter/Donald Trump
Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump escreveu em sua rede social sobre as declarações feitas por Michael Cohen

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, acusou seu ex-advogado Michael Cohen de “inventar histórias” para conseguir um acordo com a justiça. A declaração foi feita em sua conta no Twitter nesta quarta-feira (22), depois que Cohen se declarou culpado
por violar normas de financiamento de campanhas eleitorais.

Na terça-feira (21), o ex-advogado de Donald Trump
admitiu ter gerenciado, antes das eleições, dois pagamentos, de US$ 150 mil e de US$ 130 mil, a mulheres que afirmaram ter mantido relações amorosas com o então candidato republicano à Presidência.

Trump ainda voltou a elogiar seu ex-chefe de campanha Paul Manafort, condenado por oito das 18 acusações de fraude bancária e fiscal por um tribunal na Virgínia.

“Eu me sinto muito mal por Paul Manafort e sua maravilhosa família. A ‘Justiça’ pegou um caso fiscal de 12 anos, entre outras coisas, aplicou uma tremenda pressão sobre ele que, ao contrário de Michael Cohen
, recusou-se a ceder e criar histórias para conseguir um acordo. Meu respeito a esse homem valente”, escreveu o presidente norte-americano na rede social.

Em tom irônico, Trump também afirmou que “se alguém estiver buscando um bom advogado, sugeriria com contundência que não contratasse os serviços de Michael Cohen”.

O ex-advogado do republicano poderia ter recebido uma pena de até 65 anos de prisão pelos crimes cometidos, mas com um acordo fechado com a Justiça, ele deve receber uma multa e um tempo de prisão bastante reduzido, que fica entre três e cinco anos, de acordo com a imprensa americana.

Leia também: ‘Encontro do século’ termina com acordo de paz entre Trump e Kim Jong-un

Acusações relacionadas a Donald Trump


A atriz pornô Stormy Daniels afirma ter assinado um acordo de silêncio a pedido do presidente dos EUA, Donald Trump
Wikimedia Commons
A atriz pornô Stormy Daniels afirma ter assinado um acordo de silêncio a pedido do presidente dos EUA, Donald Trump

Michael Cohen, declarou-se culpado em um tribunal de Manhattan, nos Estados Unidos, por violar as leis de financiamento de campanhas. Ele ainda admitiu a compra do silêncio da atriz pornô Stephanie Clifford, conhecida como Stormy Daniels, que alega ter tido um relacionamento extraconjugal com o magnata.

Cohen fez um acordo com promotores federais de Nova York, para depor em uma investigação sobre fraude bancária e fiscal e violação das leis de financiamento de campanhas. Ao todo, ele confirmou estar envolvido em oito acusações, algumas delas relacionadas a Trump .

Em seu depoimento, o ex-advogado afirmou que o pagamento de US$130 mil à estrela pornô foi feito em nome “do candidato”, fazendo referência a Trump. Além disso, tinha como “objetivo principal influenciar a eleição” presidencial em 2016, admitiu.

A propina foi paga dias antes das eleições em que o milionário republicano derrotou a democrata Hillary Clinton. Desta forma, as autoridades norte-americanas investigam uma possível infração das regras de financiamento de campanha.

Cohen é alvo da Justiça por ter cometido fraude fiscal e por ter realizado empréstimos bancários irregulares. Ele também já estava sendo investigado pelos pagamentos de suborno que fez às mulheres que alegam ter tido relacionamentos com o atual presidente dos EUA
.

Em abril, agentes do FBI invadiram o escritório de Cohen em Nova York e apreenderam documentos e aparelhos eletrônicos. As autoridades buscavam informações sobre uma transação entre o advogado e Stormy Daniels.

Recentemente, o advogado também vazou à “CNN” uma gravação entre ele e o republicano antes do pleito presidencial, no qual os dois conversam sobre possíveis pagamentos para silenciar a modelo da revista Playboy Karen McDougal. Ambas as mulheres alegam ter tido relação sexual com o presidente.

Leia também: Cerca de 600 mulheres são presas em protesto contra Donald Trump em Washington

As alegações de Cohen poderão se estender para outras investigações, o que pode acabar atingindo o presidente Donald Trump
.

Comentários do Facebook

Direto de Brasília

Alexandre de Moraes vota a favor de prisão após segunda instância

Publicado

em

source
Ministro Alexandre de Moares arrow-options
Rosinei Coutinho/SCO/STF

Ministro votou contra o ministro Marco Aurélio

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes votou a favor do cumprimento antecipado de pena após condenação em segunda instância . Com o voto, o placar está em 1 a 1 após o ministro Marco Aurélio Mello votar contra a pauta.

No início da leitura do voto, Moares disse que “toda vez que se altera a jurisprudência se fala em evolução”, mas que, às vezes, também há uma “involução”.

Acompanhe ao vivo: STF retoma julgamento sobre prisão em segunda instância

Em seguida, o ministro fez uma defesa da democracia e ciriticou ameaças à Corte. “Paixões políticas e ideológicas resultaram em ameaças ao STF, muito acima das salutares  manifestações de uma democracia. Relatores foram chamados de levianos e corruptos por ter uma posição contrária”, afirmou.

Na sustentação do voto, Moraes disse que “alterações de posicionamento não produziram nenhum impacto significativo no sistema penitenciário nacional” e que não vê que os princípios de presunção de inocência e de não culpabilidade serão feridos. “A decisão de segundo grau é fundamentada”, completou.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Economia45 minutos atrás

Mega-Sena: confira os números sorteados nesta quarta-feira

arrow-options Rafael Neddermeyer/fotos públicas Mega-Sena tem prêmio estimado em R$ 170 milhões para quem acertar as seis dezenas nesta quarta-feira...

Polícia Federal45 minutos atrás

Nota à Imprensa

Brasília/DF – A Polícia Federal informa que, na data de hoje, 19/02, realizou oitiva do ex-Presidente da República Luiz Inácio...

Política45 minutos atrás

Alcolumbre pede a Moro e a governador do Ceará garantia de segurança à Cid Gomes

arrow-options Reprodução Senador Cid Gomes foi baleado nesta quarta (19) O presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), acionou na tarde...

Política45 minutos atrás

Governador diz que vídeo de autópsia de Adriano divulgado por Flávio é falso

arrow-options Manu Dias/GOVBA Rui Costa, governador da Bahia O governador da Bahia, Rui Costa (PT), afirmou nesta quarta-feira (19) que...

Economia1 hora atrás

Dólar encerra a R$ 4,3657 e renova alta histórica

O dólar encerrou, nesta quarta-feira (19), em alta de 0,177%, a R$ 4,3657. O valor renova a máxima de fechamento,...

Internacional1 hora atrás

Violinista toca durante operação no cérebro para salvar movimentos das mãos

arrow-options Reproducao / BBC Violinista tocou instrumento durante cirurgia para a remoção de um tumor no cérebro. A violinista Dagmar...

Nacional2 horas atrás

“Cid não corre risco de morte”, diz Ciro Gomes

arrow-options Reprodução/TV Globo Ciro Gomes O ex-candidato a presidência Ciro Gomes (PDT) afirmou no início da noite desta quarta-feira (19)...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana