conecte-se conosco



Economia

Dólar tem maior queda semanal em quase dois meses e fecha em R$ 5,207

Publicado

em


source

Agência Brasil

dólar
iStock

Dólar teve maior queda semanal desde o início de junho

Num dia de volatilidade no mercado internacional, o  dólar fechou a volátil sessão desta sexta-feira (24) em leve queda, depois de subir quase 0,8% mais cedo. A cotação alternou altas e baixas, em meio a temores sobre as relações entre Estados Unidos e China.

O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,207, com recuo de 0,14%. Na semana, o dólar perdeu 3,26%, a mais forte desde a semana finda em 5 de junho. Em julho, a cotação recua 4,28%, mas acumula alta de 29,76% em 2020.

No exterior, o dólar bateu mínimas em quase dois anos, com avaliações de que a economia norte-americana pode perder ritmo em sua recuperação diante do aumento de casos de Covid-19 no país. Esse temor voltou a pressionar as bolsas, além dos receios de potenciais impactos econômicos decorrentes de tensões entre Estados Unidos e China.

Bolsas

A instabilidade nos mercados externos refletiu-se na bolsa brasileira. O índice Ibovespa, da B3, também oscilou bastante ao longo do dia, até encerrar a sessão aos 102.382 pontos, com pequena alta de 0,09%. Na semana, o indicador caiu 0,49%, registrando a primeira perda semanal no mês.

* Com informações da Reuters

Comentários do Facebook

Economia

Uso de precatórios para bancar Renda Cidadã prejudicaria aposentados; entenda

Publicado

em


source
agência inss
Agência Brasil

Uso de precatórios para bancar o Renda Cidadã poderia prejudicar os aposentados do INSS

Aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social ( INSS) que amargam uma longa espera para ter a liberação de pagamentos em atraso correm risco de ficar a ver navios. Embora ainda não esteja “fechada” a fonte de recursos permanentes para bancar o programa Renda Cidadã , que o governo do presidente Jair Bolsonaro lançou como substituto ao Bolsa Família, pode vir de precatórios , que são ordens de pagamento de dívidas que o governo tem com os cidadãos após perder ação judicial. Ou seja, a União é derrotada na Justiça e precisa pagar seu débito, por não haver mais a possibilidade de entrar com recurso.


Para se ter uma ideia o montante de dívidas da União com os cidadãos que ganharam ações judiciais saltou de R$22,3 bilhões, em 2015, para R$ 70,4 bilhões, este ano. Desse total, R$ 13,4 bilhões são destinados ao pagamento sentenças previdenciárias.

O número pode até ser maior. Nesse levantamento estão somente as Requisições de Pequeno Valor (RPVs), que são ordens de pagamento limitadas a 60 salários mínimos (R$ 62.700) e são pagos mensalmente. Os precatórios , dívidas superiores a 60 mínimos, são pagos uma vez ao ano.

Este ano o Conselho da Justiça Federal (CJF) liberou R$ 31,7 bilhões. Do total, R$ 7,98 bilhões são relativos a condenação em matéria previdenciária. Ou seja, pessoas que buscaram na Justiça o direito a aposentadoria, pensão por morte, auxílio-doença ou qualquer outro benefício previdenciário, além de indenizações.

“Os aposentados levam anos para ter seu pedido na Justiça concedido e agora podem ter seu dinheiro vilipendiado pelo governo”, lamenta João Batista Inocentini , presidente do Sindicato Nacional de Aposentados, Pensionistas e Idosos (Sindnapi).

Sindicato vai questionar medida no STF

“A Constituição não permite que as verbas destinadas a precatórios previdenciários sejam desviadas pois elas têm caráter alimentar”, explica João Batista Inocentini , presidente do Sindnapi . E complementa: “A não ser que seja feita uma Emenda à Constituição, se for este o caso, nós vamos procurar deputados e senadores para barrar a medida”.

A PEC é uma das vias que o senador Márcio Bittar (MDB-AC), vice-líder do governo e relator da chamada PEC Emergencial, vai utilizar para garantir a retirada dos recursos de precatórios. Bittar afirmou que a Proposta de Emenda à Constituição a ser enviada ao Congresso vai prever o financiamento do Renda Cidadã com recursos do Fundo da Educação Básica ( Fundeb ) e com verbas reservadas no Orçamento para pagamentos de precatórios.

“É inconstitucional , se o governo teimar em apresentar essa proposta, nós vamos ao Supremo Tribunal Federal para garantir que esse dinheiro não tenha outra destinação”, garante Inocentini.

Guedes diz que é um “estudo”

Em coletiva ontem o ministro da Economia, Paulo Guedes , negou que o governo vá utilizar os recursos dos precatórios, embora tenha acertado a medida com o presidente Jair Bolsonaro. Segundo o ministro, é “um estudo” ainda.

“Se queremos respeitar teto, temos que passar lupa em todos os gastos, para evitar propostas de romper teto, de financiar programa de forma equivocada, que nunca foi nossa ideia”, disse Paulo Guedes. A afirmação do ministro vai contra o anunciado pelo relator da PEC, senador Márcio Bittar, que deve propor a utilização do dinheiro dos precatórios.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Tecnologia13 minutos atrás

Huawei vai abrir seus sistemas para provar que não oferece riscos

Unsplash/Omid Armin Huawei vai abrir seus sistemas para investigações A Huawei vai abrir seus sitemas para que a tecnologia seja...

Política28 minutos atrás

Agências de publicidade têm até dia 15 para apresentar propostas

Está reaberto o prazo para entrega de propostas de agências interessadas em prestar serviço de publicidade para a Assembleia Legislativa...

Policial28 minutos atrás

PM apreende droga e detém homem com mandado de prisão em Vitória

Na tarde desta quarta-feira (30), policiais militares da 12ª Companhia Independente apreenderam drogas e detiveram um homem com mandado de prisão...

Mulher28 minutos atrás

Brasileira que atuou em “Mulher-Maravilha” foi vítima de tráfico sexual

Reprodução Da esquerda para direita: A Maia em Mulher Maravilha e A Maia para um ensaio A. Maia, que ficou...

Internacional28 minutos atrás

Continente africano surpreende com baixas taxas de Covid-19

Foto: Reprodução/ Edelman Trip A população africana é mais jovem do que a média mundial e a Covid-19 tem demonstrado...

Carros e Motos43 minutos atrás

Projeto de lei prevê pagamento de multas de trânsito na abordagem

Divulgação Segundo a proposta do projeto de lei, pagamento de multas poderá ser feito por meios eletrônicos, inclusive de débitos...

Policial58 minutos atrás

PRF recupera veículo roubado na mesma data em Linhares/ES

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) recuperou na noite de terça-feira (29), um Fiat/Uno Mille com ocorrência de roubo/furto ocorrido no...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!