conecte-se conosco


Economia

Dólar passa de R$ 4 após governo admitir recuo na projeção do PIB

Publicado

em


Notas de dólar
Reprodução
Dólar atingiu a maior cotação desde o dia 1º de janeiro, quando Bolsonaro assumiu a presidência


Um dia após o governo reconhecer que o crescimento da economia brasileira neste ano será menor
que o previsto, o dólar começou o dia operando em alta nesta quarta-feira (15).

Às 10h, a moeda americana subia 0,87%, cotada a R$ 4,0106. Mais cedo, o dólar
chegou a valer R$ 4,0213, registrando a maior cotação desde que Jair Bolsonaro (PSL) assumiu a presidência da República.

Nesta-terça feira (14), o ministro da Economia, Paulo Guedes, disse que o governo estava revisando as projeções de alta do PIB (Produto Interno Bruto) para este ano, recuando de mais de 2% para 1,5%. 

No ano passado, quando o governo do ex-presidente Michel Temer (MDB) enviou o Orçamento de 2019 ao Congresso Nacional, a projeção era de crescimento de 2,5%. Em março, já sob o comando da gestão de Jair Bolsonaro (PSL), a alta do PIB
de 2019 havia sido revisada para 2,2%, chegando a 1,5% neste mês.

Leia também: Economia desacelera e prévia do PIB aponta queda de 0,68% no primeiro trimestre

“Vocês vão ver que o crescimento, que era de 2% quando eles fizeram as primeiras simulações, já caiu para 1,5%. Quando cai para 1,5%, as receitas são menores ainda, e aí já começam os planejamentos de contingenciamentos de verbas. “, afirmou o ministro.

Guedes disse, ainda, que a situação da economia brasileira chegou “ao fundo do poço” e que será necessária ajuda do Congresso Nacional para haver alguma evolução.

A tensão entre Estados Unidos e China
, que discutem aumento nas tarifas sobre produtos e abalam a trégua na guerra comercial, também preocupa investidores, causando reflexos na cotação do dólar
.

Fonte: IG Economia
Comentários do Facebook
Leia mais:  Setor de serviços cresce 1,2% em agosto e tem menor queda anual desde 2015
publicidade

Economia

Governo pode autorizar saques de até R$ 500 do FGTS em 2019

Publicado

em

Waldery Rodrigues arrow-options
Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil – 15.4.19
Waldery Rodrigues Júnior, secretário especial de Fazenda, afirmou que medida não será um “repeteco” de Temer

O governo decidiu liberar um saque emergencial de até R$ 500 nas contas do FGTS a partir de setembro. Segundo interlocutores da área econômica, esse vai ser o limite autorizado para 2019. Assim, só em 2020 valerão as regras para a retirada periódica de recursos do Fundo.

A partir do ano que vem, os saques devem variar de acordo com o valor do saldo da conta de cada trabalhador. O percentual pode variar de 10% a 35%, sendo que, quem tem mais dinheiro terá um percentual menor a sacar.

Mais: Bolsonaro avalia reduzir multa de 40% do FGTS em demissões sem justa causa

A liberação dos recursos do FGTS é uma das formas encontradas pelo governo para estimular a atividade econômica num momento em que o PIB está praticamente estagnado. A previsão oficial do governo é de um crescimento de apenas 0,8% em 2019. 

O saque, no entanto, é limitado para evitar uma descapitalização do Fundo, que financia habitação e obras de infraestrutura.

Extrato:   Governo deve liberar recursos do FGTS; saiba como consultar o saldo de sua conta

“Não é repeteco”

O secretário especial de Fazenda,  Waldery Rodrigues  , disse nesta segunda-feira (22) que as mudanças no FGTS que o governo vai anunciar nesta semana não serão “um repeteco” das realizadas pelo governo Michel Temer. Segundo ele, as medidas serão de curto e médio prazo .

Ele negou ainda que o governo planeje, agora, mexer na multa de 40% sobre o Fundo paga a trabalhadores demitidos sem justa causa. Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro negou que o governo esteja planejando acabar com a multa de 40%  paga sobre o saldo do FGTS em caso de demissão sem justa causa.

Leia mais:  Adiamento da votação da Previdência faz Bolsa despencar e dólar subir

Viu isso?  Líder de caminhoneiros cobra reajuste de 30% a 35% na tabela de frete

“Eu não falei que ia acabar com a multa, até porque não tenho poder para isso, passaria pelo Parlamento. Não existe isso aí”, disse o presidente.

No entanto, na última sexta-feira, Bolsonaro afirmou que a multa atrapalha o emprego , sinalizando que defenderia o fim da gratificação . Depois, no domingo, disse que o governo “pode pensar”, no futuro, em reduzir a multa.

Fonte: IG Economia
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Esportes5 minutos atrás

Confira a agenda do futebol desta terça-feira, dia 23 de julho de 2019

arrow-options Rudy Trindade / FramePhoto / Agência O Globo Palmeiras entra em campo pela Libertadores nesta terça A agenda do...

Nacional7 minutos atrás

Apagão atinge Venezuela; governo fala em ‘ataque eletromagnético’

arrow-options Reprodução/Twitter Diversos prédios ficaram sem luz após o apagão geral desta segunda-feira Um apagão de energia elétrica atingiu a...

Nacional1 hora atrás

São Paulo tem dia ensolarado e campanha de vacinação contra gripe na estação Sé

arrow-options shutterstock Metrô tem campanha de vacinação gratuita nesta semana A previsão do tempo para São Paulo indica máxima de...

Nacional2 horas atrás

Temperaturas voltam a aumentar e São Paulo tem máxima de 27ºC nesta terça

arrow-options Larissa Pereira/ iG São Paulo Pôr do sol na estação Tamanduateí, em São Paulo Após uma semana com baixas...

Tecnologia3 horas atrás

WhatsApp chega para celulares KaiOs: básicos e com preços acessíveis

arrow-options shutterstock whatsapp Nesta segunda-feira (22), o sistema operacional  KaiOS anunciou  via Twitter uma parceria com o Facebook para disponibilizar...

Tecnologia3 horas atrás

Uber começa a testar serviço mensal de assinatura para todos seus aplicativos

arrow-options shutterstock Uber testa serviço de assinaturas O próximo passo para a Uber fidelizar seus clientes será em forma de...

Esportes5 horas atrás

São Paulo goleia Chape e reencontra caminho das vitórias no Brasileirão

Depois de mais de dois meses, o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias no Brasileiro. Nesta segunda-feira, o Tricolor...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana