conecte-se conosco



Economia

Dólar do cartão será do dia da compra a partir de março, define BC

Publicado

em

source

Agência Brasil

dólar e cartão de crédito arrow-options
Reprodução

Novas regras vão tornar compras feitas em dólar com o cartão de crédito mais transparentes

O Banco Central (BC) definiu as regras para a divulgação das taxas de conversão de gastos em moeda estrangeira em cartão de crédito de uso internacional.

A circular publicada neste domingo (23)  detalha norma definida no fim do ano passado que determinou que os gastos feitos em moeda estrangeira nos cartões de crédito internacionais terão seu valor fixado em reais pela taxa de conversão vigente no dia de cada gasto realizado.

Marcado pelo turismo, carnaval deve movimentar R$ 8 bilhões

O novo cálculo passa a valer a partir a partir de 1º de março de 2020. Com essa medida, o cliente ficará sabendo já no dia seguinte quanto vai desembolsar em reais , eliminando a necessidade de eventual ajuste na fatura subsequente.

A circular também determina que a taxa de conversão do dólar deve ficar disponível nos canais remotos de atendimento ao cliente, inclusive por meios eletrônicos, com acesso direto ao público no menu relativo a cartões de uso internacional.

A divulgação das taxas de conversão deve ser realizada independentemente de identificação ou autenticação do usuário, diz a circular.

Bancos terão programação especial entre segunda e quarta por conta do carnaval

Além disso, a taxa de conversão deve ter quatro casas decimais e deve ser divulgada tanto em formato de dados abertos (acesso livre para modificação e compartilhamento), quanto em formato final para utilização direta pelo público .

Histórico

Quanto ao histórico, a circular determina que a informação deve abranger as taxas de conversão praticadas, no mínimo, a partir de 1º de março de 2020, até 30 de agosto de 2020. A partir de 1º de setembro de 2020, o histórico deve abranger as taxas de conversão praticadas, no mínimo, nos últimos 180 dias .

O BC também determina que o histórico deve conter a opção para a consulta da última taxa de conversão disponível.

Comentários do Facebook

Economia

Fundo PIS-Pasep não interfere no abono salarial; entenda

Publicado

em

source

Na última terça-feira (7), uma Medida Provisória ( MP ) que extinguiu o Fundo PIS-Pasep foi publicada. A MP não altera o abono salarial do Fundo, que é pago anualmente para os que trabalharam com carteira assinada recebendo até dois salários mínimos por mês.

Petrobras anuncia novos estímulos a demissão voluntária

É necessário compreender que o Fundo PIS-Pasep e o abono PIS-Pasep não são a mesma coisa.

Quem tem uma conta no Fundo?

Entre os anos de 1971 e 1988, depósitos de empresas e órgãos eram realizados no nome dos trabalhadores, em suas contas individuais do Fundo PIS-Pasep. Quem trabalhou em uma empresa, ou como servidor público, antes de 4 de outubro de 1988 tem uma conta no fundo.

Caixa Econômica arrow-options
LEO FONTES – 10.6.2009

Caixa Econômica


MP fará com que o dinheiro seja perdido?

A MP não causa a perda do dinheiro no Fundo. O valor irá seguir identificado separadamente e ficará livre para saque até o dia 1º de junho de 2025. Após a data, o valor será registrado como abandonado e passa para a União.

Governo libera R$ 1.045 para saque do FGTS em junho e extingue Fundo PIS/Pasep

O governo estima que ainda R$ 21 bilhões não foram resgatados pelos trabalhadores. Aos que não realizaram este saque, devem procurar uma agência da Caixa Econômica Federal com um documento oficial com foto. Até o dia 31 de maio, o dinheiro das contas PIS-Pasep continuará com o Banco do Brasil .

Em abril , foi divulgado um calendário de pagamento do abono para quem trabalhou com carteira assinada em 2019.

O último lote do atual calendário foi liberado para os trabalhadores nascidos em maio e junho , no caso do PIS . Para os servidores, o pagamento foi liberado para aqueles com inscrição final 8 e 9.

Os valores variam de R$ 88 a R$ 1.045, variando de acordo com a quantidade de dias trabalhados durante o ano-base 2018.

Os pagamentos são escalonados conforme o mês de nascimento do trabalhador e tiveram início em julho de 2019, com os nascidos naquele mês.

O prazo máximo para sacar os recursos do abono é 30 de junho de 2020.

Quem é cliente da Caixa Econômica Federal ou do Banco do Brasil recebeu os recursos por meio de crédito automático no dia 17 de abril.

Comentários do Facebook
Continue lendo
Policial30 minutos atrás

PRF inicia Campanha “Desafio Sangue Solidário” no Espírito Santo

. O objetivo da Campanha nacional é estimular a doação de sangue, no período de escassez dos estoques nos hemocentros,...

Saúde43 minutos atrás

Hospital de campanha em município goiano será construído em 15 dias

. Localizada na divisa do estado de Goiás com o Distrito Federal, a cidade de Águas Lindas terá, em um...

Saúde43 minutos atrás

Covid-19: ministério consolida orientações para prevenção e tratamento

. O Ministério da Saúde consolidou as orientações sobre prevenção e tratamento no guia Diretrizes para Diagnóstico e Tratamento da...

Saúde43 minutos atrás

Rio de Janeiro confirma mais 17 mortes por coronavírus

. A Secretaria de Saúde do Estado do Rio de Janeiro confirmou, hoje (8), mais 17 mortes pelo novo coronavírus...

Política43 minutos atrás

“Quem comanda essa equipe é o presidente Bolsonaro”, diz Mandetta

arrow-options José Dias/PR Ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta , reconheceu em entrevista coletiva nesta...

Economia43 minutos atrás

Fundo PIS-Pasep não interfere no abono salarial; entenda

Na última terça-feira (7), uma Medida Provisória ( MP ) que extinguiu o Fundo PIS-Pasep foi publicada. A MP não...

Entretenimento56 minutos atrás

Em homenagem ao aniversário de Gugu, família prepara acervo do apresentador

Na próxima sexta-feira (10) Gugu Liberato completaria 61 anos. Em homenagem, a família do apresentador anuncia o projeto “Memória Gugu...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana