conecte-se conosco


Entretenimento

Do Abbey Road ao Youtube: instrumentista repensa maneira de aprender música

Publicado

em

Se você é amante de música e não sabe por onde começar na hora de aprender a tocar um instrumento, saiba que nessa nova era digital um canal no YouTube tem chamado atenção: “Mais que Música”. O projeto é do multi-instrumentista brasileiro Heitor Castro , que já gravou no mítico estúdio Abbey Road , onde nomes como Beatles e Pink Floyd se consagraram. 

Leia também: Produtor de Justin Bieber, Henrique Andrade relembra ping pong com Prince


Heitor Castro, músico brasileiro que já gravou no estúdio Abbey Road, onde nomes como Beatles e Pink Floyd se consagraram
Divulgação/Mais que música

Heitor Castro, músico brasileiro que já gravou no estúdio Abbey Road, onde nomes como Beatles e Pink Floyd se consagraram

Com mais de setecentos mil inscritos no “Mais que Música”, Heitor estava em busca de novos ares para ir na contramão do mercado cada vez mais enxuto e repleto de concorrência. Sendo assim, encontrou na plataforma online um jeito de abrir novas portas para mostrar o seu talento e dedicação na música , ensinando os milhares de inscritos de diversos lugares do mundo
desde
 o bê-á-bá até o nível mais avançado na teoria e na prática de violão, guitarra e outros instrumentos de corda.

Gravação no Abbey Road

Aprendendo a tocar violão aos 12 anos de forma autodidata, Heitor estudou no Guitar Institute of Technology, escola de música em Hollywood, Los Angeles, graduando-se com honrarias.


Heitor Castro, idealizador do canal no Youtube
Divulgação/Mais que música

Heitor Castro, idealizador do canal no Youtube “Mais Que Música”

Em sua carreira, já gravou diversos CDs, um deles com a orquestra de cordas de Londres e outros com nomes de peso da MPB como Zé Renato, Léo Gandelman e Nico Assumpção – considerado pelo musicista um dos melhores baixistas do mundo – no Abbey Road, estúdio onde bandas famosas como Beatles e Pink Floyd já gravaram.

Leia mais:  Haja coração! Bailarinas do Faustão dão show de beleza nas Bahamas

“Esse é um estúdio que vai além, a acústica é muito boa. A Orquestra também tem tradição e foi uma experiência muito enriquecedora. Nós gravamos onze músicas em um dia de trabalho, onde estavam presente cerca de quarenta pessoas. Foi um processo muito grande, eu escrevi todas as partituras, de forma linear, como um livro”, conta ao relatar a experiência. 

Leia também: As mulheres mandando na música? Plataforma online promete reequilíbrio de forças

Música e Youtube como forma de negócio 

Após se aperfeiçoar em música nos Estados Unidos, Heitor voltou ao Brasil e após a demanda por suas aulas não pararem de crescer, precisou abrir uma escola física, a Mais que Música, que atualmente possui quatro unidades no Rio de Janeiro, especializada por ensino a distância. 


Heitor Castro consegue vender suas aulas de música à distância para todos os países de língua portuguesa, como Portugal, Moçambique e Angola
Divulgação/Mais que música

Heitor Castro consegue vender suas aulas de música à distância para todos os países de língua portuguesa, como Portugal, Moçambique e Angola

Porém, ainda não satisfeito, criou o seu próprio canal no YouTube , lá em 2006, antes mesmo que muitos youtubers e digitais influencers surgissem, investindo fortemente e colhendo os frutos atualmente: “No meu caso, eu penso as 24 horas do dia sobre quais temas são relevantes para meu público e como fazê-los de forma interessante e que capte a atenção do internauta ansioso por aprender um novo instrumento”, explica Heitor.

Leia também: Como seria a playlist ideal com músicas para ouvir na fossa em 2018?

Sem a pretensão de abrir mais nenhuma loja ou franquia, Heitor vê que graças ao seu canal consegue vender suas aulas à distância para todos os países de língua portuguesa, como Portugal, Moçambique e Angola.

Por fim, aos 49 anos, Heitor Castro revelou que sempre sonhou com o sucesso e que hoje ele tem tudo a ver com o seu projeto no YouTube : chegar à marca de um milhão de inscritos no “Mais que Música “. 

Leia mais:  Sem maquiagem, Anitta chama atenção com beleza natural ao sensualizar de biquíni

Comentários do Facebook
publicidade

Entretenimento

Princesa do pop, plebeia latina e Glenn Close na briga por Atriz no Oscar 2019

Publicado

em

A categoria de Atriz principal é a que reúne as melhores atuações entre todas aquelas destacadas no Oscar 2019. Com o favoritismo expresso de Glenn Close, que aos 71 anos e após seis indicações, finalmente chega como o nome a ser batido na competição por seu desempenho em “A Esposa”, a disputa tem ainda Olivia Colman (“A Rainha”), Lady Gaga (“Nasce uma Estrela”), Melissa McCarthy (“Poderia me Perdoar?”) e Yalitza Aparicio (“Roma”).


Melhor Atriz é uma das categorias mais disputadas do Oscar 2019
Divulgação

Melhor Atriz é uma das categorias mais disputadas do Oscar 2019

Leia também: Atriz Coadjuvante tem cenário mais imprevisível no Oscar em dez anos

Esta é a única categoria de atuação em que não há apenas um vencedor prévio do prêmio competindo e todas as interpretações são genuinamente merecedoras da distinção. Se Glenn Close disputa pela 7ª vez a estatueta, Lady Gaga, Olivia Colman e Yalitza Aparicio debutam no Oscar na briga por Melhor  Atriz  em 2019.

Melissa McCarthy  concorre pela segunda vez. Ela foi indicada como coadjuvante em 2012 por “Missão Madrinha de Casamento”. Comediante de mão cheia, ela ganha sua segunda nomeação ao prêmio da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas por uma potente, mas cheia de sutilezas, incursão dramática. “Poderia me Perdoar?” é um filme pequeno e cuja força irradia quase que totalmente de seu par de atores. Richard E. Grant também está indicado como ator coadjuvante.


Glenn Close disputa como Melhor Atriz pelo filme
Reprodução

Glenn Close disputa como Melhor Atriz pelo filme “A Esposa”

Já a inglesa Olivia Colman, de 44 anos, vive o maior momento de sua carreira como a insegura rainha Anne de “A Favorita”, papel que já lhe rendeu prêmios em Veneza e no Bafta. Em essência, ela defende a mais complexa e técnica performance. Em qualquer outro ano seria a favorita absoluta à  estatueta , mas há todo um sentimento a favor de Close, uma injustiçada histórica pelo Oscar, pairando no ar.

Leia mais:  Oscar define nesta segunda pré-indicados com possível participaçãobrasileira

Leia também: Com 3 nomes certos, corrida de melhor ator no Oscar tem Christian Bale na ponta

A princesa e a plebeia


Lady Gaga conquista todos os olhares ao se aventurar no cinema e protagonizar o filme
Reprodução/Youtube

Lady Gaga conquista todos os olhares ao se aventurar no cinema e protagonizar o filme “Nasce Uma Estrela”

Outro aspecto que chama a atenção na categoria sãos as rivais Lady Gaga, uma estrela do pop se experimentando como atriz em uma produção que replica muito de sua trajetória pessoal e profissional, e uma estrela nascida nessa temporada de premiações, a mexicana Yalizta Aparicio, indicada ao Oscar logo em sua estreia no cinema.

As duas são protagonistas dos filmes mais comentados e badalados da temporada de premiações como um todo e grandes ímãs de interesse na temporada.  Yalitza, inclusive, tornou-se a quarta latino-americana indicada na categoria. Antes dela foram Fernanda Montenegro, Salma Hayek e Catalina Sandino Moreno.


Yalitza Aparício no longa-metragem
Divulgação

Yalitza Aparício no longa-metragem “Roma”

As duas são opções bastante factíveis, embora a disputa pareça se concentrar mesmo entre Close e Colman, como notável vantagem para a primeira.

Leia também: Esnobada! Veja quem ficou de fora e merecia uma indicação ao Oscar 2019

Em uma categoria tão forte não dá para apontar injustiça na escolha de qualquer  atriz  que seja, mas é difícil desviar da sensação de que deixar de premiar uma dessas mulheres é uma injustiça tremenda. Coisas de Oscar!

Fonte: IG Gente
Comentários do Facebook
Continue lendo

Votação

O eleitor mateense tem até 07 de março de 2019, a chance de indicar espontaneamente, o que pode ser no futuro o PREFEITO do Município. Escolha entre esses candidatos apresentados:

Direto de Brasília8 minutos atrás

Crocodilo gigante já matou 300 pessoas e é conhecido como “demônio” na África

Reprodução Crocodilo Gustave é tão temido pelo povo do Burundi que a mitologia local o aponta como um “demônio” Um...

Esportes2 horas atrás

Bra-Pel: a centenária rivalidade entre Pelotas e Brasil de Pelotas

O clássico Bra-Pel, entre o Brasil e o EC Pelotas, tem mais de cem anos de história e foi considerado...

Mulher2 horas atrás

Quando devo lavar a toalha de banho? E como cuidar para a peça não ressecar?

Em um fórum de discussão no site Mumsnet , uma mulher, que não foi identificada, declarou que gosta de lavar...

Mulher2 horas atrás

Blocos de carnaval para crianças: veja a programação de São Paulo para 2019

Os blocos de carnaval de São Paulo são um sucesso e estão atraindo cada vez mais turistas para a capital...

Mulher2 horas atrás

5 produtos para bebês que você também pode usar na sua rotina de beleza

Que adulto nunca usou produtos para bebês, não é mesmo? Por terem a pele mais sensível, os especialistas não indicam...

Entretenimento3 horas atrás

Princesa do pop, plebeia latina e Glenn Close na briga por Atriz no Oscar 2019

A categoria de Atriz principal é a que reúne as melhores atuações entre todas aquelas destacadas no Oscar 2019. Com...

Entretenimento3 horas atrás

Disputa por Ator no Oscar tem favorito contestado e expectativa por Cooper

Contra todos os prognósticos e com uma considerável torcida contra, o americano Rami Malek chega ao Oscar, que será realizado...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana