conecte-se conosco



Nacional

Dirigir alcoolizado aumenta mais de 3 vezes a chance de morte

Publicado

em

 

Agência Brasil

a

Arquivo/Agência Brasil – O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado

O número de mortes causadas por acidentes de trânsito em que há suspeita de embriaguez chegou a 551 no estado de São Paulo, no período de janeiro de 2019 a julho de 2020. O número de óbitos ocorreu em 10% dos 5.150 acidentes registrados em que há, pelo menos, um motorista suspeito de dirigir bêbado.

A taxa geral de mortalidade em acidentes de trânsito no estado é de 3%, ou seja, dirigir sob efeito de álcool aumenta em mais de três vezes a chance de morte. Os dados, divulgados hoje (24), são do programa Respeito à Vida, da Secretaria de Governo do Estado de São Paulo.

O levantamento abrange os acidentes de trânsito registrados pela Polícia Militar com infrações aos artigos 306 e 307 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que referem-se a dirigir sob a influência de álcool e recusar-se a fazer o teste do bafômetro.

“A embriaguez no volante é um problema sério, que triplica os riscos e coloca muitas vidas em jogo . Ampliaremos nossos esforços no sentido de levar ainda mais informação e conscientização para a população. Só a mudança efetiva de comportamento pode mudar esse cenário”, afirma o diretor-presidente do Detran de São Paulo, Ernesto Mascellani Neto. 

O levantamento mostra ainda que, de janeiro de 2019 a julho de 2020, houve mais registros de mortes causadas por acidentes de trânsito nas vias municipais (275) do que nas rodovias (267). A maioria das vítimas fatais são os jovens de 18 a 24 anos (55%), seguidos pelo público entre 50 e 59 anos (19%).

Comentários do Facebook

Nacional

Vídeo: homem obriga filho a comer ovo cru que deixou cair no chão

Publicado

em

Em Goiás, a mãe da criança disse que quer ir “o quanto antes” registrar um boletim de ocorrência por maus-tratos contra o ex-companheiro

Um vídeo que repercutiu nas redes sociais mostra um pai obrigando o filho de 4 anos a comer um ovo cru que a criança deixou cair no chão, em Rio Verde (GO). A mãe do menino alegou que o pai gravou as imagens e lhe enviou para mostrar o castigo.

“Vai chupar isso aí”, disse o pai. O menino chora e se abaixa para pegar o alimento. “Chupa, chupa”, insiste o homem. 

Em seguida, o pai pergunta: “É bom? Eu falo para você ter cuidado com as coisas. Bom que na próxima vez você toma cuidado. Entendeu? Ouviu?”.

A mãe da criança disse que quer ir “o quanto antes” registrar um boletim de ocorrência por maus-tratos contra o ex-companheiro. O casal esteve junto por cinco anos e está separado há um.

O menino mora com o pai porque a mãe não tinha condições de criá-lo. As informações são do G1.

“Agora quero trazer ele de volta para morar comigo porque tenho como cuidar dele. Meu coração doeu muito ao assistir aquela cena. Não esperava isso do pai dele”, desabafou a jovem.

Assista:

 

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!