conecte-se conosco



Saúde

Diminuir poluição do ar pode salvar 1 milhão de vidas por ano, afirma OMS

Publicado

em


Apesar de resultados positivos, poluição ainda é preocupação de países desenvolvidos
Reprodução/ Agência Brasil

Apesar de resultados positivos, poluição ainda é preocupação de países desenvolvidos

Cumprir as metas propostas pelo Acordo de Paris em relação à redução de emissões de poluentes pode ter resultados, não só ambientais, mas também na saúde das pessoas. De acordo com relatório da Organização Mundial da Saúde (OMS), reduzir a poluição do ar é capaz de salvar cerca de 1 milhão de vidas por ano no mundo todo. O comunicado foi dado nesta quarta-feira (5) na Cúpula do Clima realizada na cidade de Katowice, na Polônia.

Leia também: G20 pede uma reforma da OMC e reforça que o Acordo de Paris é “irreversível”

A principal preocupação em torno do avanço da mudança climática é de que todos os progressos na saúde mundial alcançados até agora sejam perdidos. De acordo com dados da OMS, cerca de 7 milhões de mortes são provocadas pela poluição do ar
, já que cerca de nove em cada dez pessoas em todo o mundo respiram ar poluído.

“É evidente que a mudança climática já está tendo um impacto severo na vida e na saúde das pessoas, e ameaça os pilares de uma boa saúde: ar limpo, água potável, provisão de alimentos nutritivos e um teto seguro”, comenta o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Além dos efeitos na melhora da saúde, a organização também declarou as consequências positivas que a diminuição da emissão de poluentes
. A promoção de ações para alcançar os objetivos propostos pelo Acordo de Paris custaria cerca de 1% do PIB mundial, número considerado baixo se for comparado ao custo para conter os impactos da poluição, estimados em um valor de mais de 4% do PIB mundial.

Leia também: Fungos podem ajudar a deteriorar resíduos plásticos em semanas, mostra estudo

A principal solução para a mudança desse cenário inclui a adoção de fontes de energia limpa, que não só melhorariam as condições do ar, mas também trariam benefícios imediatos para a saúde em todo o planeta. Uma dica trazida pela organização é a promoção de meios de transporte que exijam atividade física, que tanto podem trazer benefícios para o usuário, quanto para o meio ambiente.

De acordo com a Cúpula do Clima esse não é o único tópico que merece atenção. Em outro relatório, a OMS divulgou que as emissões de gases do efeito estufa
diminuíram 13% entre 1990 e 2016, mesmo com o expressivo aumento populacional e do PIB (Produto Interno Bruto).

Leia também: Fungos podem ajudar a deteriorar resíduos plásticos em semanas, mostra estudo

A notícia parece ser boa, mas a grande questão nesse caso é que, apesar dos bons resultados dos últimos anos, os índices atuais continuam ruins. De acordo com o relatório, muitos dos objetivos em torno da diminuição da poluição do ar
não conseguem ser atingidos pelos países desenvolvidos e, por isso, é exigida uma ambição política ainda maior por parte dos governantes, caso contrário, os efeitos do aquecimento global serão sentidos antes do previsto.

*Com informações da Agência Brasil

Comentários do Facebook

Saúde

Covid-19 é encontrado em 88% das amostras de esgotos de BH

Publicado

em


.

Amostras de monitoramento feitas em 24 pontos de coleta do sistema de esgotamento de Belo Horizonte e Contagem (MG) indicam que a incidência do novo coronavírus (covid-19) aumentou significativamente na Bacia do Ribeirão da Onça, onde a presença do vírus chegou a 88% das amostras que coletadas entre os dias 11 e 15 de maio. No levantamento anterior, feito de 27 de abril a 8 de maio, o índice estava em 69%.

Na outra bacia analisada, a do Ribeirão Arrudas, houve “leve queda” do total de amostras positivas, que passaram de 50% para 43%. 

Os dados constam de boletim divulgado pelo projeto-piloto Monitoramento Covid Esgotos, a partir dos efluentes gerados por uma população de 2,2 milhões de habitantes, o que corresponde a quase 71% da população urbana de Belo Horizonte e Contagem.

O projeto abrange 24 pontos de monitoramento. Dezoito deles na rede coletora, e os demais em pontos dos ribeirões Arridas e Onça; e em pontos de entrada e saída das estações de tratamentos de esgoto locais.

Vigilância epidemiológica

O monitoramento de esgotos como ferramenta de vigilância epidemiológica não é uma novidade. Em meados dos anos 1850, o inglês John Snow usou essa ferramenta para entender a ocorrência da cólera e identificar as residências de pessoas que morreram por conta da doença no bairro do Soho, em Londres.

A expectativa é de que agora essa ferramenta seja aplicada também para acompanhar a situação da atual pandemia no Brasil, de forma a gerar dados que poderão ajudar os gestores na tomada de decisões inclusive sobre medidas como a de isolamento social.

A iniciativa, que terá duração inicial de dez meses, conta com a participação da Agência Nacional de Águas (ANA) e do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Estações Sustentáveis de Tratamento de Esgoto (Inct ETEs Sustentáveis), entidade vinculada à Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Segundo o coordenador do Inct ETEs Sustentáveis e professor da UFMG, Carlos Chernicharo, a testagem do esgoto possibilita o diagnóstico do conjunto de indivíduos de uma comunidade. 

“Assim sendo, o esgoto passa a ser a amostra de fezes e de urina que representa o conjunto da população”, explicou durante uma videoconferência promovido pela Agência Nacional de Águas (ANA).

 

 

 

 

Edição: Kleber Sampaio

Fonte: EBC Saúde

Comentários do Facebook
Continue lendo
Internacional14 minutos atrás

Protesto antirracista reúne milhares de pessoas nas ruas de Londres

Reprodução/BFM TV Manifestação antirracista reúne milhares de pessoas em Londres Em Londres , milhares de pessoas vão às ruas para...

Esportes54 minutos atrás

Santo André promove encontro virtual de basquete feminino no domingo

. A equipe feminina do Santo André/APABA, em parceria com a professora chilena Andrea Bilbao, promove neste domingo (7), a...

Nacional1 hora atrás

Em meio a atrasos com dados, site do Ministério da Saúde fica fora do ar

O site do Ministério da Saúde ficou fora do ar na noite da última sexta-feira (05), no endereço onde os...

Política2 horas atrás

Sem máscara, Bolsonaro chega ao Comando de Artilharia do Exército

Reprodução/Facebook Jair Bolsonaro com policial na base da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em Formosa, Goiás Neste sábado (6), o presidente...

Estadual2 horas atrás

Espírito Santo: cresce número de drogas enviadas pelos Correios durante a pandemia

Segundo a Polícia Federal (PF), nos meses após a chegada da pandemia, o número de registros subiu para nove O...

Saúde2 horas atrás

Covid-19 é encontrado em 88% das amostras de esgotos de BH

. Amostras de monitoramento feitas em 24 pontos de coleta do sistema de esgotamento de Belo Horizonte e Contagem (MG)...

Polícia Federal2 horas atrás

Operação conjunta apreende 4 kg de cloridrato de cocaína

. Jataí/GO – Operação conjunta entre as Polícias Federal e Militar resultou na apreensão de 4 kg de cloridrato de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!