conecte-se conosco


Política

Dias Toffoli suspende ação contra Mantega que estava nas mãos Moro

Publicado

em


Dias Toffoli decidiu tirar de Moro investigação contra Guido Mantega; ministro assumiu a presidência do STF hoje
Carlos Moura/SCO/STF

Dias Toffoli decidiu tirar de Moro investigação contra Guido Mantega; ministro assumiu a presidência do STF hoje

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli suspendeu nesta quinta-feira (13)  ação penal contra o ex-ministro Guido Mantega na Operação Lava Jato. A decisão foi proferida pouco antes da cerimônia de posse de Toffoli como presidente da Corte.

Segundo a denúncia aceita pelo juiz Sérgio Moro,  Guido Mantega  teria recebido propina no valor de R$ 50 milhões da Odebrecht e deveria responder pelos crimes de corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro.

No entanto, Dias Toffoli considerou que, ao receber a denúncia do Ministério Público Federal por corrupção passiva, o juízo do Paraná “tentou burlar” um entendimento do STF de que as doações eleitorais por meio de caixa 2 constituem crime eleitoral de falsidade ideológica.

O ministro do STF também estendeu a suspensão ao casal de marqueteiros João Santana e Mônica Moura, também réus na ação.

Leia também: PF indicia Palocci, Mantega e Joesley por suspeita de corrupção no BNDES

Investigação contra Guido Mantega


Segundo o MPF, Guido Mantega teria aceitado propina no valor de R$ 50 milhões da empreiteira Odebrecht
Elza Fiuza/Agência Brasil – 3.1.2014

Segundo o MPF, Guido Mantega teria aceitado propina no valor de R$ 50 milhões da empreiteira Odebrecht

De acordo com a investigação do MPF , o montante de R$ 50 milhões somente era utilizado mediante a autorização de Mantega, sendo que parcela desse valor foi entregue aos publicitários Mônica Santana e João Santana, além de André Santana, para serem usados na campanha eleitoral de 2014.

Segundo o MPF, a solicitação, a promessa e o pagamento de propina aos agentes públicos viabilizou a edição das medidas provisórias 470 e 472, as quais permitiram à Braskem a compensação de prejuízo com débitos tributários decorrentes do aproveitamento indevido de crédito ficto de IPI, cujo reconhecimento havia sido negado anteriormente por decisão do Supremo Tribunal Federal.

Leia mais:  Jair Bolsonaro é oficializado pelo TSE como presidente do Brasil

Leia também: STF retira de Moro trechos de depoimentos da Odebrecht que citam Lula

A propina para Guido Mantega foi lançada na planilha da Odebrecht nomeada “Planilha Italiano”, na subconta “Pós-Itália”, de acordo com a força-tarefa. Ainda conforme a denúncia, o dinheiro ilegal teve origem em ativos da Braskem, mantidos ilicitamente no exterior pelo Setor de Operações Estruturadas.

Comentários do Facebook
publicidade

Política

Kajuru chama Gilmar de “canalha” e o acusa de vender sentenças no STF

Publicado

em

Senador Jorge Kajuru bateu de frente com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal: 'bandido e canalha'
Agência Senado

Senador Jorge Kajuru bateu de frente com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal: ‘bandido e canalha’

O senador Jorge Kajuru (PSB) chamou o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), de “bandido”, “corrupto” e “canalha”. A declaração do parlamentar, que é nacionalmente conhecido por sua carreira como jornalista esportivo, foi gravada em vídeo e vem viralizando nas redes sociais nesta terça-feira (19).

“A CPI da Toga vai lhe convocar e você vai ser o primeiro”, afirmou Kajuru, depois de xingar o ministro do STF. O parlamentar ainda aproveitou o momento para questionar a respeito do patrimônio de Gilmar Mendes, insinuando um esquema de venda de sentenças.

“Nós queremos saber como você tem R$ 20 bilhões de patrimônio. De onde você tirou esse patrimônio? De Mega Sena? De herança de quem, senhor Gilmar Mendes ? Foram das sentenças que você vendeu, seu canalha”, diz o senador.

As declarações do senador foram dadas durante uma entrevista aberta à Rádio Bandeirantes, que foi registrada em vídeo por apoiadores do parlamentar. Esses apoiadores, inclusive, inflamam o discurso do senador.

“Fala sobre Portugal”, diz uma das pessoas que acompanha a entrevista e assim o faz o parlamentar. “Ele viaja 12 vezes por mês a Portugal com o dinheiro de vocês. Vocês pagam a passagem aérea dele em primeira classe”, disse. “Tem vários imóveis lá”, completa.

Por fim, indagado sobre a soltura do ex-governador do Paraná Beto Richa (PSDB) e a respeito do salvo conduto dado por Gilmar ao tucano, ele respondeu: “Beto Richa é sócio dele”. O senador também acusa o ministro do Supremo de ser “sócio” do deputado federal Aécio Neves (PSDB) e do ex-governador de Goiás Marconi Perillo (também do PSDB).

“Beto Richa é sócio dele, Aécio Neves é sócio dele, o Marconi Pirillo é sócio dele”, acusa Kajuru. As declarações viralizam um dia depois do presidente do Senado, Davi Alcolumbre, sinalizar, em entrevista ao Roda Viva da TV Cultura desta segunda (18), que vai barrar o chamado Lava Toga.

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Leia mais:  Ator Marcos Palmeira declina convite para ser vice de Marina Silva: “não é hora”
Continue lendo
Nacional18 minutos atrás

CPI da Lava Toga é protocolada no Senado para investigar ministros do STF

Jonas Pereira / Agência Senado Senado federal ainda precisa aprovar instalação da CPI da Lava Toga Foi protocolada nesta terça-feira...

Nacional18 minutos atrás

“Podem espernear à vontade”, diz Alexandre de Moraes sobre inquérito do Supremo

Carlos Moura/ SCO/ STF Após a abertura do inquérito do STF, a Corte foi alvo de manifestações contrárias à investigação...

Nacional18 minutos atrás

Mensagens de 3º suspeito por massacre em Suzano detalham plano ainda mais cruel

Reprodução Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, foi um dos autores de ataque a escola em Suzano Mensagens identificadas pela...

Nacional18 minutos atrás

Agressores de mulheres não poderão tirar carteira de advogado, decide OAB

Reprodução/redes sociais Com a nova decisão da OAB, após o estagiário de direito Vinicius Batista Serra não deve receber o...

Nacional18 minutos atrás

Criador da boneca Momo diz que jogou a escultura no lixo: “Ela está morta”

Reprodução Keisuke Aiso, que concebeu a boneca Momo, disse que jogou a obra de arte no lixo: “Ela está morta”...

Nacional18 minutos atrás

Trump diz que defenderá entrada do Brasil na OCDE

Divulgação/Planalto Apoio de Trump à entrada do Brasil na OCDE pode exigir contrapartida na OMC O presidente dos Estados Unidos,...

Entretenimento2 horas atrás

Modelo brasileira Barbara Fialho vai se casar com filho de Bob Marley

A modelo mineira Barbara Fialho, dona de um corpo condizente com o nome e há sete anos consecutivos figura cativa...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana