conecte-se conosco


Nacional

Deputado que quebrou placa de Marielle defende PMs que mataram suspeitos no Rio

Publicado

em


Rodrigo Amorim posou quebrando a placa que leva o nome de Marielle Franco na eleição
Reprodução
Rodrigo Amorim posou quebrando a placa que leva o nome de Marielle Franco na eleição


O deputado estadual do Rio de Janeiro Rodrigo Amorim (PSL) usou a tribuna da Assembleia Legislativa (Alerj) nesta terça-feira (12) para defender os policiais que mataram 15 suspeitos em ações nos morros do Rio na última sexta-feira (8). De acordo com o parlamentar, foram atitudes “heroicas contra marginais”.

Leia também: Governo do Rio de Janeiro vai colocar PMs armados dentro de escolas públicas

Do mesmo partido de Jair Bolsonaro, Rodrigo Amorim
ficou famoso ao posar em cima de um carro de som quebrando a placa simbólica que leva o nome da ex-vereadora Marielle Franco, assassinada no ano passado.

“Foi uma ação heroica do Bope
e do Choque
. Eles ceifaram da sociedade bandidos que tentavam render o Rio. Esses marginais estão muito bem acomodados no inferno”, discursou o parlamentar nesta terça-feira (12).

Na última sexta-feira (8), policiais militares do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e do Batalhão de Choque subiram os morros do Fogueteiro, Fallet, Prazeres e da Coroa em uma ação de combate ao tráfico de drogas. Na ocasião, 15 jovens foram assassinados, entre eles, menores de idade.

Leia também: Deputadas fazem homenagem e criam “corredor Marielle Franco” na Câmara

Os corpos das vítimas foram levados em um carro aberto do Batalhão de Choque para o Hospital Municipal Souza Aguiar, no centro da cidade. Os médicos de plantão disseram que 13 jovens já chegaram sem vida ao hospital. Dois foram levados feridos e operados na unidade de saúde e permanecem internados.

Moradores encontraram no domingo (10) na mata, mortos a tiros, os corpos de Matheus Lima Diniz, de 22 anos, e Michel da Conceição de Souza, de 20, aumentado para 15 o número de mortos na ação. Eles disseram que os dois rapazes foram presos na sexta-feira e estavam desaparecidos.

Leia mais:  Em recuperação, Bolsonaro é ‘proibido’ de assistir a Palmeiras x Corinthians

A ação gerou debate na sociedade. Em resposta, a Polícia Militar do Rio de Janeiro informou que foram apreendidos dois fuzis e duas pistolas e que o armamento estava em posse dos criminosos.

Leia também: Assessoras de Marielle Franco conquistam cargos de deputadas estaduais

No discurso, Rodrigo Amorim
pediu que os policiais sejam chamados na Alerj para receberem moção de congratulações e aplausos dos parlamentares.

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
publicidade

Nacional

Humorista é expulso de ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro

Publicado

em

source
Marcelo Madureira arrow-options
Reprodução/Twitter
Marcelo Madureira é escoltado pela Polícia Militar

O humorista Marcelo Madureira foi expulso de um ato a favor do governo Bolsonaro no Rio de Janeiro, e precisou ser escoltado pelos policiais. “Não tenho medo de vaias. Votei no Bolsonaro e vou criticar todas as vezes que for necessário”, disse Madureira, antes de ter o microfone cortado. “Como justificar uma aliança dele com Gilmar Mendes para acabar com a Lava Jato?”

LEIA MAIS: Bolsonaro diz que sempre buscou diálogo com líderes do G7

Os protestos deste domingo (25) foram convocados pelo Movimento Vem Pra Rua em mais de 60 cidades. Entre as pautas dos apoiadores do governo, estão pedidos para que o presidente Jair Bolsonaro vete integralmente o projeto sobre abuso de autoridade, aprovado pela Câmara dos Deputados, e o impeachment do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli.

LEIA MAIS: Para agradar EUA, Bolsonaro critica maiores parceiros comerciais do Brasil

Foram registrados atos na manhã deste domingo, em Salvador, na Bahia; Belém, no Pará; Rio de Janeiro, Brasília, Belo Horizonte, Niterói, São José do Rio Preto, Araçatuba e Jundiaí, em São Paulo.

LEIA MAIS: Pronunciamento de Macron sobre Amazônia irrita apoiadores de Bolsonaro

Em Brasília, os manifestantes ergueram bonecos infláveis no gramado em frente ao Congresso Nacional. Os manifestantes também levantam cartazes em apoiam ao ministro da Justiça, Sergio Moro , e ao procurador da República, Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Lava-Jato.

Leia mais:  Adolescentes estupram criança de 9 anos no banheiro da escola

Fonte: IG Nacional
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Saúde53 minutos atrás

Bebe muito café? É por isso que você pode estar com tanta dor de cabeça

Você já deve ter lido as notícias contraditórias sobre estudos relacionados ao café . Contudo, agora, mais uma pesquisa foi...

Entretenimento2 horas atrás

“Estou em estado de choque”, diz Marisa Orth no velório de Fernanda Young

arrow-options Divulgação Fernanda Young, Rita Lee e Marisa Orth no programa “Saia Justa” Atriz que trabalhou com Fernanda Young em diversas séries...

Nacional2 horas atrás

Humorista é expulso de ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro

arrow-options Reprodução/Twitter Marcelo Madureira é escoltado pela Polícia Militar O humorista Marcelo Madureira foi expulso de um ato a favor...

Tecnologia3 horas atrás

Está difícil focar no estudo ou no trabalho? Recurso do Android pode ajudar

O recurso ‘Bem-estar Digital’ ganhou muita atenção desde que foi implementado no Android Pie . Durante o I/O 2019, o...

Mulher3 horas atrás

Como fazer um sexo oral inesquecível – tanto para você, quanto para ele

Confissão: eu amo fazer um bom sexo oral em meu parceiro. Sei que algumas mulheres odeiam fazer e eu entendo....

Mulher3 horas atrás

Casal posta foto com anel, mas detalhe sobre noivo incomoda internautas

Um detalhe bastante particular nessa foto de anúncio de noivado está chamando atenção dos internautas. Para a maior parte deles,...

Mulher3 horas atrás

Sombra tie-dye é a moda do momento no Instagram; veja ideias para se inspirar

Depois que Kylie Jenner causou um “frisson” nas redes sociais com as  unhas tie-dye  , a tendência não para de...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana