conecte-se conosco


Esportes

Deputado Federal quer restringir atletas transexuais em competições pelo país

Publicado

em

deputado sóstenes
Reprodução
Deputado Federal Sóstenes Cavalcante é responsável por Projeto de Lei nº 2639/2019 sobre restrição de transexuais no esporte

Conhecido por sua militância contra a população LGBT, o deputado federal Sóstenes Silva Cavalcante (DEM – RJ) apresentou um Projeto de Lei à Câmara dos Deputados que restringe a presença de transexuais no esporte em nível nacional.

O Projeto de Lei nº 2639, de 07 de maio de 2019, ‘estabelece o sexo biológico como critério exclusivo para a definição do gênero em competições esportivas oficiais no Brasil’, ou seja, uma mulher transexual
só poderá competir em torneios masculinos devido a seu sexo biológico.

Para explicar sua motivação e objetivos com a PL, o deputado Sóstenes conversou com o IG Esporte.

Perguntado de onde surgiu a ideia para a criação da PL 2639, o deputado disse. “A ideia surgiu quando estava assistindo jogos de voleibol e vendo a rentabilidade diferenciada que a jogadora Tiffany demonstrava sobre as outras jogadoras, inclusive influenciando os resultados”.

Tiffany é a primeira atleta transexual a competir na Superliga feminina e defende a equipe do Volêi Bauru. Desde 2017 ela tem o aval da Federação Internacional de Voleibol para competir em ligas femininas, porém desde que começou a atuar no país essa liberação tem sido contestada.

A justificativa de Sóstenes para a redação da PL é colocar o Brasil como precursor desse debate e estabelecer uma justiça no esporte.

“A Consultoria Legislativa da Câmara detectou que a Confederação Olímpica Brasileira segue as determinações do COI de respeito a transexualidade e se déssemos entrada ao projeto poderíamos criar problema para o esporte brasileiro em competições internacionais, mas eu acho que esse debate precisa ser feito com a sociedade, sem nenhum tipo de preconceito a ninguém, mas analisando as questões fisiológicas e o quanto isso pode interferir na questão da justiça esportiva”, diz.

Mas para a Secretária de Articulação Política da Associação Nacional de Travestis e Transexuais -ANTRA, Bruna Benevides, essa é apenas uma desculpa do deputado para encobrir seu verdadeiro posicionamento. “Não é o primeiro projeto que ele apresenta contra a população trans, contra o direito da população trans”, disse ela.

Bruna se refere ao Projeto de Lei nº 9742/2018, de criação de Sóstenes, que “estabelece como contravenção penal a utilização, em hospitais, enfermarias, asilos, sanitários públicos, escolas ou universidades, de espaços designados para uso exclusivo masculino ou feminino, por pessoas de sexo diverso”. O deputado também é autor da ‘bolsa ex-gay’ para quem deixar a homossexualidade.

“É constantemente uma perseguição, nítida e clara, por alguém que deveria estar defendendo nossos direitos. Ele foi eleito e é pago com o dinheiro de pessoas trans também, porque ao contrário de igrejas que tem imunidade total tributária pessoas trans não tem. Então ele também tem que estar legislando para garantir a nossa cidadania”, comentou Bruna.

‘Questão médica’

tiffany, volei
Divulgação/Vôlei Bauru
Presença de Tiffany no vôlei feminino tem sido contestada por questões fisiológicas

Perguntado se o documento se baseou em estudos médicos, o deputado Sóstenes Cavalcante
não deixou claro se encontrou registros, mas lembrou que, de acordo com as definições do COI, uma atleta transexual pode competir normalmente caso sua testosterona sanguínea esteja abaixo de 10nmol/L ao menos 12 meses antes de uma competição.

O deputado afirmou que ‘qualquer ser humano pode alterar questões metabólicas por meio de medicamentos’ e que isso não altera sua força física.

“As pessoas adoram falar sobre fisiologia, mas não apresentam nenhuma pesquisa então é muito fácil usar de uma opinião esvaziada de embasamento técnico sem apresentar pesquisas que demostram e que possam substanciar o que tá sendo apresentado”, defende Bruna.

Sóstenes é titular da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara e apesar de estar a frente de diversos Projetos contra a comunidade LGBT, o deputado comentou que não é preconceituoso e que a PL 2639/2019.

“Quem me conhece, conhece minha história e o meu trabalho sabe que o preconceito não combina comigo. Eu tenho diálogo com todos os deputados, todas as linhas ideológicas. Os meus valores cristãos fazem com que eu respeite todo ser humano”, comentou. Sóstenes já foi pastor e frequenta a igreja Universal do Reino de Deus.

“Como lutador da causa dos direitos humanos eu tenho convicção de que a motivação com que dei entrada nesse projeto é em especial a luta pelos direitos das mulheres. Porque entendo que esse desequilíbrio no esporte é uma afronta ao direito da mulher”, comentou.

O Projeto de Sóstenes tem o mesmo teor que uma PL apresentada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo no mês de abril, proposta pelo deputado estadual Altair Moraes (PRB) e isso não é coincidência, como explica a secretária Bruna.

“Toda essa agenda fundamentalista que visa manter a população trans em status de invisibilidade é pra dizer que não nos reconhecem como cidadãos e cidadãs. Esses deputados [Sóstenes e Altair] que são fundamentalistas e conservadores anti-direitos tem uma agenda de tendência mundial para perseguir e manter o status que a população trans tinha antes apenas como invisível, indesejáveis, pecadores, abominações e aberrações”, diz.

“Eles são representantes eleitos do povo que estão lá prestando um serviço, eles também estão representando uma instituição e essa instituição está se posicionando a partir de uma transfobia institucional”, conclui a transexual e ativista política.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Leia mais:  Scarpa diz que temporada foi “complicada”, mas comemora título com o Palmeiras
publicidade

Esportes

São Paulo goleia Chape e reencontra caminho das vitórias no Brasileirão

Publicado

em

Lance

Depois de mais de dois meses, o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias no Brasileiro. Nesta segunda-feira, o Tricolor goleou a Chapecoense por 4 a 0, no Morumbi, pela 11ª rodada da competição. Um dos destaques foi o garoto Toró, que entrou no segundo tempo e deixou o dele. Antony, Raniel e Vitor Bueno ampliaram o marcador. Para relembrar, o último triunfo aconteceu contra o Fortaleza, no dia 12 de maio, ou seja, oito jogos sem vencer.

Torcedores do São Paulo arrow-options
Rubens Chiri/saopaulofc.net
Torcedores do São Paulo

Com o resultado, o Tricolor pega o elevador na tabela e vai para quinta posição, com 18 pontos. Por sua vez, o Índio Condá amargou a derrota e segue na zona de rebaixamento, na 18ª colocação, com oito pontos. Na próxima rodada do Campeonato Brasileiro, o São Paulo enfrenta o Fluminense, no sábado, às 19h, no Maracanã. No dia seguinte, a Chapecoense encara o Bahia, às 11h, na Arena Condá.

Faltou tranquilidade

Demorou a entrar no jogo, porém o São Paulo foi mais incisivo nos ataques. Um ponto interessante foi a boa movimentação de Antony e Igor Vinícius. Apesar disso, Alexandre Pato e Raniel desperdiçaram duas chances claras de gol e faltou cautela no último passe. Do outro lado, a Chapecoense teve apenas um oportunidade, com o artilheiro Everaldo, que parou no goleiro Volpi.

Meninos resolvem

O Tricolor começou a etapa final acelerado. Com isso, a coroação não demorou a vir. Aos três minutos, Everton, que entrou lugar de Pato, cruzou na área, e Antony aproveitou para apenas escorar e estufar as redes. Foi o primeiro gol do novato no Morumbi , terceiro como profissional. Logo em seguida, o atacante Toró, que também entrou na segunda etapa, avançou e arriscou de longe para balançar a rede.

Com pé direito!

Os donos da casa não tiveram pena do Índio Condá. Depois dos dois gols, o time catarinense sentiu, e isso refletiu na falha do zagueiro Gum. Com isso, o atacante Raniel roubou a bola, saiu na cara de Tiepo e empurrou para o gol. Foi o primeiro jogo do atleta como titular e o terceiro desde que chegou ao clube paulista.

Leia mais:  Mulher que acusa Neymar quebra o silêncio: “Agressão, juntamente com estupro”

Chave de ouro

Após sacramentar a vitória aos 10 do segundo tempo, a equipe paulista apenas administrou o resultado. Tímida, a Chape teve um gol anulado em cabeçada de Gum. Fora isso, não assustou. O Tricolor ainda teve tempo de marcar mais um, aos 45. Em bom cruzamento de Igor Vinícius, Vitor Bueno empurrou para o fundo da rede e selar a goleada.

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO 4 x 0 CHAPECOENSE

Local: Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 22/07/2019, às 20h
Árbitro: Sávio Pereira Sampaio (DF) – Nota LANCE!: 6,5 – fez marcações corretas e não comprometeu o rendimento em campo.
Assistentes: Daniel Henrique da Silva Andrade (DF) e José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
VAR: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
Assistente de VAR: Dyorgines Jose Padovani de Andrade (ES) e Leone Carvalho Rocha (GO)
Gramado: Bom
Público / Renda: 35.558 / R$ 842.238,00
Cartões amarelos: Igor Vinícius (SAO), Alan Ruschel, Everaldo, Douglas (CHA)

Gols: Antony (3’/2°T), Toró (7’/2ºT), Raniel (10’/2ºT), Vitor Bueno (45’/2ºT).

SÃO PAULO
Tiago Volpi; Igor Vinícius, Bruno Alves, Arboleda e Reinaldo; Luan (Everton; intervalo), Tchê Tchê e Hernanes; Antony, Alexandre Pato (Toró; intervalo) e Raniel (Vitor Bueno; 37’/2ºT).
Técnico: Cuca.

CHAPECOENSE
Tiepo; Eduardo, Gum, Douglas e Bruno Pacheco (Régis; 40’/2ºT); Amaral e Márcio Araújo; Arthur Gomes, Camilo (Gustavo Campanharo; intervalo) e Renato Kayser (Alan Ruschel; 15’/2ºT); Everaldo.
Técnico: Ney Franco.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Nacional26 minutos atrás

São Paulo tem dia ensolarado e campanha de vacinação contra gripe na estação Sé

arrow-options shutterstock Metrô tem campanha de vacinação gratuita nesta semana A previsão do tempo para São Paulo indica máxima de...

Nacional1 hora atrás

Temperaturas voltam a aumentar e São Paulo tem máxima de 27ºC nesta terça

arrow-options Larissa Pereira/ iG São Paulo Pôr do sol na estação Tamanduateí, em São Paulo Após uma semana com baixas...

Tecnologia2 horas atrás

WhatsApp chega para celulares KaiOs: básicos e com preços acessíveis

arrow-options shutterstock whatsapp Nesta segunda-feira (22), o sistema operacional  KaiOS anunciou  via Twitter uma parceria com o Facebook para disponibilizar...

Tecnologia2 horas atrás

Uber começa a testar serviço mensal de assinatura para todos seus aplicativos

arrow-options shutterstock Uber testa serviço de assinaturas O próximo passo para a Uber fidelizar seus clientes será em forma de...

Esportes4 horas atrás

São Paulo goleia Chape e reencontra caminho das vitórias no Brasileirão

Depois de mais de dois meses, o São Paulo reencontrou o caminho das vitórias no Brasileiro. Nesta segunda-feira, o Tricolor...

Entretenimento5 horas atrás

Ex-Dominó bonitão, Klaus Hee pode integrar elenco de “A Fazenda 11”

Andam dizendo por aí que Klaus Hee é um dos favoritos para compor o elenco da décima primeira edição de...

Nacional8 horas atrás

Bolsonaro será “muitíssimo bem recebido” na Bahia, opina porta-voz

arrow-options Alan Santos/PR Porta-voz da Presidência acredita que Bolsonaro será bem recebido na Bahia Após polêmica envolvendo governadores do Nordeste,...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana