conecte-se conosco


Esportes

Deputado Federal quer restringir atletas transexuais em competições pelo país

Publicado

em

deputado sóstenes
Reprodução

Deputado Federal Sóstenes Cavalcante é responsável por Projeto de Lei nº 2639/2019 sobre restrição de transexuais no esporte

Conhecido por sua militância contra a população LGBT, o deputado federal Sóstenes Silva Cavalcante (DEM – RJ) apresentou um Projeto de Lei à Câmara dos Deputados que restringe a presença de transexuais no esporte em nível nacional.

O Projeto de Lei nº 2639, de 07 de maio de 2019, ‘estabelece o sexo biológico como critério exclusivo para a definição do gênero em competições esportivas oficiais no Brasil’, ou seja, uma mulher transexual
só poderá competir em torneios masculinos devido a seu sexo biológico.

Para explicar sua motivação e objetivos com a PL, o deputado Sóstenes conversou com o IG Esporte.

Perguntado de onde surgiu a ideia para a criação da PL 2639, o deputado disse. “A ideia surgiu quando estava assistindo jogos de voleibol e vendo a rentabilidade diferenciada que a jogadora Tiffany demonstrava sobre as outras jogadoras, inclusive influenciando os resultados”.

Tiffany é a primeira atleta transexual a competir na Superliga feminina e defende a equipe do Volêi Bauru. Desde 2017 ela tem o aval da Federação Internacional de Voleibol para competir em ligas femininas, porém desde que começou a atuar no país essa liberação tem sido contestada.

A justificativa de Sóstenes para a redação da PL é colocar o Brasil como precursor desse debate e estabelecer uma justiça no esporte.

“A Consultoria Legislativa da Câmara detectou que a Confederação Olímpica Brasileira segue as determinações do COI de respeito a transexualidade e se déssemos entrada ao projeto poderíamos criar problema para o esporte brasileiro em competições internacionais, mas eu acho que esse debate precisa ser feito com a sociedade, sem nenhum tipo de preconceito a ninguém, mas analisando as questões fisiológicas e o quanto isso pode interferir na questão da justiça esportiva”, diz.

Mas para a Secretária de Articulação Política da Associação Nacional de Travestis e Transexuais -ANTRA, Bruna Benevides, essa é apenas uma desculpa do deputado para encobrir seu verdadeiro posicionamento. “Não é o primeiro projeto que ele apresenta contra a população trans, contra o direito da população trans”, disse ela.

Bruna se refere ao Projeto de Lei nº 9742/2018, de criação de Sóstenes, que “estabelece como contravenção penal a utilização, em hospitais, enfermarias, asilos, sanitários públicos, escolas ou universidades, de espaços designados para uso exclusivo masculino ou feminino, por pessoas de sexo diverso”. O deputado também é autor da ‘bolsa ex-gay’ para quem deixar a homossexualidade.

“É constantemente uma perseguição, nítida e clara, por alguém que deveria estar defendendo nossos direitos. Ele foi eleito e é pago com o dinheiro de pessoas trans também, porque ao contrário de igrejas que tem imunidade total tributária pessoas trans não tem. Então ele também tem que estar legislando para garantir a nossa cidadania”, comentou Bruna.

‘Questão médica’

tiffany, volei
Divulgação/Vôlei Bauru

Presença de Tiffany no vôlei feminino tem sido contestada por questões fisiológicas

Perguntado se o documento se baseou em estudos médicos, o deputado Sóstenes Cavalcante
não deixou claro se encontrou registros, mas lembrou que, de acordo com as definições do COI, uma atleta transexual pode competir normalmente caso sua testosterona sanguínea esteja abaixo de 10nmol/L ao menos 12 meses antes de uma competição.

O deputado afirmou que ‘qualquer ser humano pode alterar questões metabólicas por meio de medicamentos’ e que isso não altera sua força física.

“As pessoas adoram falar sobre fisiologia, mas não apresentam nenhuma pesquisa então é muito fácil usar de uma opinião esvaziada de embasamento técnico sem apresentar pesquisas que demostram e que possam substanciar o que tá sendo apresentado”, defende Bruna.

Sóstenes é titular da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara e apesar de estar a frente de diversos Projetos contra a comunidade LGBT, o deputado comentou que não é preconceituoso e que a PL 2639/2019.

“Quem me conhece, conhece minha história e o meu trabalho sabe que o preconceito não combina comigo. Eu tenho diálogo com todos os deputados, todas as linhas ideológicas. Os meus valores cristãos fazem com que eu respeite todo ser humano”, comentou. Sóstenes já foi pastor e frequenta a igreja Universal do Reino de Deus.

“Como lutador da causa dos direitos humanos eu tenho convicção de que a motivação com que dei entrada nesse projeto é em especial a luta pelos direitos das mulheres. Porque entendo que esse desequilíbrio no esporte é uma afronta ao direito da mulher”, comentou.

O Projeto de Sóstenes tem o mesmo teor que uma PL apresentada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo no mês de abril, proposta pelo deputado estadual Altair Moraes (PRB) e isso não é coincidência, como explica a secretária Bruna.

“Toda essa agenda fundamentalista que visa manter a população trans em status de invisibilidade é pra dizer que não nos reconhecem como cidadãos e cidadãs. Esses deputados [Sóstenes e Altair] que são fundamentalistas e conservadores anti-direitos tem uma agenda de tendência mundial para perseguir e manter o status que a população trans tinha antes apenas como invisível, indesejáveis, pecadores, abominações e aberrações”, diz.

“Eles são representantes eleitos do povo que estão lá prestando um serviço, eles também estão representando uma instituição e essa instituição está se posicionando a partir de uma transfobia institucional”, conclui a transexual e ativista política.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Leia mais:  Questionado sobre interesse em Pogba, Zidane sugere: “Por que não vir pro Real?”
publicidade

Esportes

Consórcio Rio Motorsports construirá autódromo do Rio de Janeiro

Publicado

em


autódromo de deodoro
Divulgação

Novo autódromo do Rio de Janeiro será construído em Deodoro

Lance

O Rio Motorsports foi o vencedor do edital de concorrência para construção do novo autódromo do Rio de Janeiro em Deodoro, que se chamará Rio MotorPark.

Leia também:  Bolsonaro quer acabar com acordo entre Petrobras e McLaren na Fórmula 1

Liderado pela empresa americana que dá o nome do consórcio, o grupo fica com a concessão do terreno na zona oeste pelos próximos 35 anos e terá a responsabilidade de edificar um autódromo com capacidade técnica para receber as principais provas do automobilismo mundial, dentre elas Fórmula 1 e MotoGP.

“A conquista de hoje é a contemplação de um trabalho que teve início há mais de 4 anos. Juntamos o que há de melhor no mundo em termos de capacidade técnica para garantir ao Rio de Janeiro um autódromo com o que há de mais moderno no esporte a motor em todo o planeta”, garantiu o CEO da empresa, JR Pereira.

O autódromo, que terá capacidade de 80 mil lugares fixos, podendo ultrapassar 135 mil com estruturas provisórias, contará com uma pista de 4,5 km de extensão.

Está prevista também uma estrutura com 36 boxes, paddock com para cinco mil VIP’s e centro de imprensa para mais de 400 jornalistas. O tempo de construção previsto gira em torno de 16, 17 meses, que poderá ser reduzido em um cenário otimista.

“A proposta que trouxemos para o Rio busca apresentar um desenho de uma pista moderna, dinâmica e cheia de emoção. Ao mesmo tempo, pensamos em um espaço com uma multidisciplinaridade que permita uma gama bastante ampla de utilização em outros esportes, atendendo toda comunidade da região”, explicou Hermann Tilke, um dos responsáveis pelo projeto.

Leia mais:  SporTV comete gafe e anuncia convocação de goleiro que não foi chamado por Tite

Leia também:  Chefão da Fórmula 1 confirma Grande Prêmio do Brasil de 2020 em São Paulo

No último dia 08 de maio, o presidente Jair Bolsonaro assinou um termo de compromisso com o governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, e com o prefeito Marcelo Crivella para a construção do autódromo de Deodoro. A ideia é trazer corridas da F1 para a cidade a partir da temporada 2021.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Continue lendo
Entretenimento1 hora atrás

Ex de Zezé Di Camargo, Zilu surge de noiva e dispara: “Me empolguei em casar”

Nesta segunda-feira (20) Zilu Godoi, ex-esposa de Zezé Di Camargo, surgiu vestida de noiva em seu perfil do Instagram . ...

Esportes1 hora atrás

Consórcio Rio Motorsports construirá autódromo do Rio de Janeiro

Divulgação Novo autódromo do Rio de Janeiro será construído em Deodoro O Rio Motorsports foi o vencedor do edital de...

Nacional2 horas atrás

Tremor de terra é sentido em cidades do interior de Minas Gerais e São Paulo

Reprodução De acordo com a UnB, o tremor começou às 16h46 e pode ser sentido em um raio de 100...

Regional2 horas atrás

Trabalhador é assassinado com tiro no rosto durante forró no Norte do ES

Iago Oliveira dos Santos, de 26 anos, é da cidade de Canavieiras, na Bahia, e estava na região para a...

Mundo2 horas atrás

Cantora de 74 anos vira ‘virgem de novo’ antes de se casar, mas acaba abandonada

A cantora peruana Juana Judith Bustos, de 74 anos, estava se preparando para se casar com o namorado, Elmer Molocho, de...

Entretenimento3 horas atrás

Após polêmica com Loreto, Marina Ruy Barbosa é “ameaçada” por Juliana Paes

Nesta segunda-feira (20) Juliana Paes brincou com Marina Ruy Barbosa por meio de um comentário postado em seu perfil nas redes...

Esportes3 horas atrás

Torcida do Flamengo se mobiliza e marca protesto no Ninho do Urubu

Alexandre Vidal / Flamengo Torcida do Flamengo marcou protestos contra Abel Braga para o Ninho do urubu Na noite desta...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana