conecte-se conosco


Esportes

Deputado Federal quer restringir atletas transexuais em competições pelo país

Publicado

em

deputado sóstenes
Reprodução
Deputado Federal Sóstenes Cavalcante é responsável por Projeto de Lei nº 2639/2019 sobre restrição de transexuais no esporte

Conhecido por sua militância contra a população LGBT, o deputado federal Sóstenes Silva Cavalcante (DEM – RJ) apresentou um Projeto de Lei à Câmara dos Deputados que restringe a presença de transexuais no esporte em nível nacional.

O Projeto de Lei nº 2639, de 07 de maio de 2019, ‘estabelece o sexo biológico como critério exclusivo para a definição do gênero em competições esportivas oficiais no Brasil’, ou seja, uma mulher transexual
só poderá competir em torneios masculinos devido a seu sexo biológico.

Para explicar sua motivação e objetivos com a PL, o deputado Sóstenes conversou com o IG Esporte.

Perguntado de onde surgiu a ideia para a criação da PL 2639, o deputado disse. “A ideia surgiu quando estava assistindo jogos de voleibol e vendo a rentabilidade diferenciada que a jogadora Tiffany demonstrava sobre as outras jogadoras, inclusive influenciando os resultados”.

Tiffany é a primeira atleta transexual a competir na Superliga feminina e defende a equipe do Volêi Bauru. Desde 2017 ela tem o aval da Federação Internacional de Voleibol para competir em ligas femininas, porém desde que começou a atuar no país essa liberação tem sido contestada.

A justificativa de Sóstenes para a redação da PL é colocar o Brasil como precursor desse debate e estabelecer uma justiça no esporte.

“A Consultoria Legislativa da Câmara detectou que a Confederação Olímpica Brasileira segue as determinações do COI de respeito a transexualidade e se déssemos entrada ao projeto poderíamos criar problema para o esporte brasileiro em competições internacionais, mas eu acho que esse debate precisa ser feito com a sociedade, sem nenhum tipo de preconceito a ninguém, mas analisando as questões fisiológicas e o quanto isso pode interferir na questão da justiça esportiva”, diz.

Mas para a Secretária de Articulação Política da Associação Nacional de Travestis e Transexuais -ANTRA, Bruna Benevides, essa é apenas uma desculpa do deputado para encobrir seu verdadeiro posicionamento. “Não é o primeiro projeto que ele apresenta contra a população trans, contra o direito da população trans”, disse ela.

Bruna se refere ao Projeto de Lei nº 9742/2018, de criação de Sóstenes, que “estabelece como contravenção penal a utilização, em hospitais, enfermarias, asilos, sanitários públicos, escolas ou universidades, de espaços designados para uso exclusivo masculino ou feminino, por pessoas de sexo diverso”. O deputado também é autor da ‘bolsa ex-gay’ para quem deixar a homossexualidade.

“É constantemente uma perseguição, nítida e clara, por alguém que deveria estar defendendo nossos direitos. Ele foi eleito e é pago com o dinheiro de pessoas trans também, porque ao contrário de igrejas que tem imunidade total tributária pessoas trans não tem. Então ele também tem que estar legislando para garantir a nossa cidadania”, comentou Bruna.

‘Questão médica’

tiffany, volei
Divulgação/Vôlei Bauru
Presença de Tiffany no vôlei feminino tem sido contestada por questões fisiológicas

Perguntado se o documento se baseou em estudos médicos, o deputado Sóstenes Cavalcante
não deixou claro se encontrou registros, mas lembrou que, de acordo com as definições do COI, uma atleta transexual pode competir normalmente caso sua testosterona sanguínea esteja abaixo de 10nmol/L ao menos 12 meses antes de uma competição.

O deputado afirmou que ‘qualquer ser humano pode alterar questões metabólicas por meio de medicamentos’ e que isso não altera sua força física.

“As pessoas adoram falar sobre fisiologia, mas não apresentam nenhuma pesquisa então é muito fácil usar de uma opinião esvaziada de embasamento técnico sem apresentar pesquisas que demostram e que possam substanciar o que tá sendo apresentado”, defende Bruna.

Sóstenes é titular da Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara e apesar de estar a frente de diversos Projetos contra a comunidade LGBT, o deputado comentou que não é preconceituoso e que a PL 2639/2019.

“Quem me conhece, conhece minha história e o meu trabalho sabe que o preconceito não combina comigo. Eu tenho diálogo com todos os deputados, todas as linhas ideológicas. Os meus valores cristãos fazem com que eu respeite todo ser humano”, comentou. Sóstenes já foi pastor e frequenta a igreja Universal do Reino de Deus.

“Como lutador da causa dos direitos humanos eu tenho convicção de que a motivação com que dei entrada nesse projeto é em especial a luta pelos direitos das mulheres. Porque entendo que esse desequilíbrio no esporte é uma afronta ao direito da mulher”, comentou.

O Projeto de Sóstenes tem o mesmo teor que uma PL apresentada na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo no mês de abril, proposta pelo deputado estadual Altair Moraes (PRB) e isso não é coincidência, como explica a secretária Bruna.

“Toda essa agenda fundamentalista que visa manter a população trans em status de invisibilidade é pra dizer que não nos reconhecem como cidadãos e cidadãs. Esses deputados [Sóstenes e Altair] que são fundamentalistas e conservadores anti-direitos tem uma agenda de tendência mundial para perseguir e manter o status que a população trans tinha antes apenas como invisível, indesejáveis, pecadores, abominações e aberrações”, diz.

“Eles são representantes eleitos do povo que estão lá prestando um serviço, eles também estão representando uma instituição e essa instituição está se posicionando a partir de uma transfobia institucional”, conclui a transexual e ativista política.

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Leia mais:  Cleo aparece com decote generoso e deixa fãs babando
publicidade

Esportes

Multa de R$ 48 milhões pode colocar Arena do Corinthians, em Itaquera, no Serasa

Publicado

em

Arena do Corinthians, em Itaquera arrow-options
Reprodução / Corinthians
Arena do Corinthians, em Itaquera

O presidente do Corinthians, Andrés Sanchez , foi chamado pelo Conselho do clube a dar explicações sobre a dívida do Corinthians relacionada à sua Arena, em Itaquera. A informação foi divulgada pelo Blog do Perrone .

Leia também: Caixa executa dívida de quase meio bilhão de reais do Corinthians

Antonio Goulart dos Reis, presidente do órgão, marcou para o próximo dia 30 de setembro uma reunião com o objetivo de discutir dois assuntos que dominam o  Corinthians neste momento.

Um é a execução promovida pela Caixa Econômica Federal para antecipar o pagamento da dívida integral da construção da arena alvinegra. O outro tema é o acordo fechado com a Odebrecht, que construiu o estádio do clube. 

Segundo informações da Folha de S. Paulo, o a Arena Itaquera S.A, empresa que tem o Corinthians como sócio e que é dona do estádio, pagou à Caixa apenas 27,8% do que estava previsto em contrato para ser quitado neste ano de 2019.

Leia também: Andrés Sanchez fala sobre dívida com a Caixa: “Corinthians deve e pagará”

No processo, o banco cobra multa de R$ 48,7 milhões por que ajuizar ação para cobrar seis parcelas da dívida.

Nos documentos apresentados pela Caixa e que a Folha teve acesso, o banco detalha o fluxo dos débitos deste ano e não há informações sobre pagamentos feitos pelo Corinthians a partir de julho de 2015, quando terminou prazo de carência dado pela Caixa e as prestações começaram a valer, até dezembro de 2018.

Reunião com o presidente

Andrés Sanchez%2C presidente do Corinthians arrow-options
Reprodução
Andrés Sanchez, presidente do Corinthians

O pedido da reunião era constantemente realizado por grupos de oposição da atual diretoria, que cobram explicações do presidente Andrés Sanchez. Uma das principais reclamações é de que ele havia afirmado que os pagamentos estavam todos em dia, mas, depois, admitiu atrasos nas parcelas em entrevista coletiva na semana passada , logo após a execução da dívida. 

Leia mais:  Hamilton se declara ao Brasil e afirma que Interlagos é seu calcanhar de Aquiles

Outro assunto que será tratado pelo Conselho é a relação com o construtora Odebrecht. O clube tem um acordo com a empresa que quitou com a Odebrecht Engenharia e Construção pelas obras do estádio e equacionou débito com a Odebrecht Participações e Investimentos.

Confira as principais notícias sobre o Corinthians no iG Esporte

Pela pressão da oposição nos últimos dias, a reunião promete ser quente, pois muitos opositores relatam falta de transparência. Resta saber o que acontecerá nos próximos dias na diretoria do Corinthians .

Fonte: IG Esportes
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Agricultura54 minutos atrás

Ministros da Agricultura do Brics se reunirão no final do mês em Bonito (MS)

Os ministros da Agricultura dos países que compõem o Brics se reunirão nos próximos dias 25 e 26 de setembro...

Mulher54 minutos atrás

Com dor ao usar salto alto, mulher descobre que cometeu gafe hilária

É verdade que, dependendo do modelo e altura, usar salto alto pode acabar com os pés. No caso de Ayleigh McGhee, de...

Mulher54 minutos atrás

Saiba quais os sintomas, tratamentos e impactos da depressão na gravidez

Gerar um filho pode mudar completamente a vida de uma mulher. São inúmeras alterações hormonais, novos sentimentos e situações que...

Mulher54 minutos atrás

Chapinha que não sai na água é solução para manter o efeito liso

Um dos maiores problemas para quem depende da chapinha para alisar os cabelos é a questão da água. Além de...

Entretenimento54 minutos atrás

Encontro inusitado: Daniela Mercury recebe astros de Hollywood em show nos EUA

Daniela Mercury contou com uma presença VIP no show que fez em Nova York na noite de terça-feira (17). Ela...

Entretenimento54 minutos atrás

Mais magras, Maiara e Maraisa mudam look e styllist fala de ciúmes dos namorados

Quem te viu, quem te vê! Maiara e Maraisa estão plenas após adotarem novos hábitos de alimentação e focadas nos...

Saúde55 minutos atrás

Nova insulina ultrarrápida traz benefícios para pessoas com diabetes tipo 2

Um novo medicamento promete trazer mais qualidade de vida aos pacientes adultos que possuem diabetes. Trata-se da Fiasp®, insulina asparte...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana