conecte-se conosco


Direto de Brasília

Deputado do PSL propõe convocar Greenwald, mas recua após euforia da oposição

Publicado

em

Deputado do PSL%2C Daniel Silveira
Reprodução/Facebook
Deputado do PSL, Daniel Silveira, propôs convocar o jornalista Glenn Greenwald, mas recuou após euforia da oposição

O requerimento apresentado nesta quarta-feira (12) pelo deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ) para que o jornalista Glenn Greenwald fosse até à Câmara dos Deputados para dar explicações sobre as conversas entre o ministro Sergio Moro e o procurador da Lava Jato, Deltan Dallagnol , publicadas em seu site, o The Intercept , gerou desconforto para a base governista.

Após o texto ser lido na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado, os deputados da oposição foram favoráveis à convocação do jornalista, o que fez os deputados da base do governo recuarem até que a votação do requerimento fosse adiada, criando certo constrangimento para o deputado do PSL .

Em seu momento de votação, o deputado da base do governo, Luis Miranda (DEM-DF), colocou panos quentes ao ver o posicionamento da oposição e pediu que Silveira votasse contra o requerimento, pois a ida de Greenwald à Comissão seria como dar “palanque” para mais acusações contra Moro.

“Ao ver a felicidade e a empolgação da esquerda faço das minhas palavras as de Alexandre Leite: que possua uma CPI nessa casa de crimes cibernéticos já pronta para ser pautada e para investigarmos criminosos como essa equipe do Intercept “, afirmou.

Leia também: Deputado do PSL propõe Lei Sergio Moro para combater invasão em aplicativos

“Sem querer ele (Daniel Silveira) está levantando um palanque para um show de palhaçadas porque vão focar em bater no ministro ao invés de focar no objetivo principal do requerimento. A vergonha vai ser aprovar esse requerimento aqui convido o Daniel a votar comigo contra o requerimento neste momento”, acrescentou Miranda.

Leia mais:  Câmeras flagram momento exato em que raio cai próximo à rodovia no DF; assista

Leia abaixo ao texto do requerimento

Rindo, a deputada Perpétua Almeida, do PCdoB, ironizou e se colocou favorável ao requerimento protocolado. “Voto com meu ‘grande amigo’ Daniel Silveira”, afirmou. Em vídeo divulgado nas redes sociais, outros deputados da oposição, como Marcelo Freixo (PSOL-RJ) e Ivan Valente (PSOL-SP) aparecem rindo diante da confusão criada pelo deputado do PSL .

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
publicidade

Direto de Brasília

Dono de software revela que foi contratado para disparar mensagens pró-Bolsonaro

Publicado

em

Bolsonaro
Isac Nóbrega/PR
Mensagens a favor da eleição de Jair Bolsonaro teriam sido enviadas após contrato assinado por empresas brasileiras

Uma plataforma espanhola que possibilita o envio massivo de mensagens por meio do WhatsApp foi contratada, no ano passado, para disparar mensagens favoráveis ao hoje presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), durante a sua campanha eleitoral. As informações foram reveladas pelo próprio dono da plataforma, em uma gravação obtida pelo jornal Folha de S.Paulo .

Se confirmada a contratação a favor de Bolsonaro , que teria sido feita por uma série de empresas brasileiras, não pelo candidato em si, o episódio deve ser configurado por crime eleitoral. Afinal, a doação de empresas para campanhas de caráter eleitoral é proibida no Brasil. Além disso, ações não declaradas de pessoas físicas também são ilegais no País.

O jornal conseguiu acesso a gravações em que o dono da espanhola Enviawhatsapps , Luis Novoa, conta que empresas brasileiras de diferentes setores teriam conprado o software desenvolvido por ele. Ainda segundo a publicação, Novoa diz não saber que o produto oferecido por ele estava sendo usado para campanha eleitoral, ou seja, para fins ilegais.

“Eles contratavam o software pelo nosso site, fazíamos a instalação e pronto […] Como eram empresas, achamos normal, temos muitas empresas [que fazem marketing comercial por WhatsApp]”, afirma o espanhol, segundo a Folha de S.Paulo . Perguntado durante a conversa gravada, ele ainda chega a afirmar “Eram campanhas para Bolsonaro”.

Também de acordo com as gravações e com a reportagem, o empresário só percebeu que havia algo errado naquela situação quando suas linhas telefônicas foram cortadas pelo próprio WhatsApp com a alegação de mau uso da plataforma. Procurado, o aplicativo confirmou que cortou linhas da Enviawhatsapp.

Leia mais:  Bolsonaro receberá prêmio e terá reunião com ex-presidente no Texas; veja agenda

Apesar da gravação, procurado pela Folha , Novoa nega que tenha trabalhado para políticos brasileiros. “Tanto faz se gravaram sem permissão uma conversa informal. Repito pela enésima vez: não trabalhamos com campanhas políticas no Brasil”, disse ele à reportagem do jornal brasileiro, quando confrontado pela gravação que cita Bolsonaro .

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Esportes11 minutos atrás

114 x 19! Foto de “gigantes” dos EUA contra “baixinhas” de El Salvador viraliza

Reprodução “Gigantes” dos EUA contra as “baixinhas” de El Salvador em jogo de basquete sub-16 Uma foto bastante curiosa viralizou...

Nacional11 minutos atrás

“Não sou ditador, sou democrata, pô”, diz Bolsonaro sobre decreto de armas

Marcos Corrêa/PR Bolsonaro confia que senadores aceitem o decreto do porte de armas Engajado na defesa dos decretos que editou...

Nacional11 minutos atrás

Após rebelião liderada pelo PCC no Paraguai, presos devem ser expulsos do país

Reprodução/El Periodico Paraguai vem intensificando a expulsão de presos brasileiros; com ação do PCC, são previstas mais expulsões O Ministério...

Nacional11 minutos atrás

Bolsonaro diz que ainda não sabe quem indicará para PGR: “Tudo é possível”

Carolina Antunes/PR Ao ser indagado sobre a votação, Bolsonaro disse que não havia visto a lista tríplice ainda No dia...

Nacional11 minutos atrás

História da deputada Flordelis é marcada por tragédias e foi retratada em filme

Divulgação Pastora evangélica, deputada federal mais votada do Estado do Rio já teve vida retratada em filme O episódio do ...

Nacional11 minutos atrás

Homem é condenado à prisão por compartilhar vídeo do atentado na Nova Zelândia

Reprodução/Twitter Atentado na Nova Zelândia foi filmado por atirador e transmitido ao vivo pelo Facebook Philip Neville Arps, de 44...

Economia1 hora atrás

União pagou em maio R$ 401 milhões em dívidas atrasadas de estados

Rodrigues Pozzebom/AgÊncia Brasil Mansueto Almeida, Secretário do Tesouro Nacional, órgão responsável por cobrir os calotes O Tesouro Nacional pagou, em...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana