conecte-se conosco



“Decida Vencer” aborda o empreendedorismo raiz em tempos de pandemia

Publicado

em


source

A pandemia tem nos afetados em diversas esferas. Enfrentamos uma crise de saúde pública, social e também econômica. Além disso, vários pequenos negócios estão quebrados e, por consequência, o desemprego, que já estava alto, atingiu níveis alarmantes. 

Eduardo Volpato
Divulgação

Eduardo Volpato

É natural, também, que durante esse período fiquemos mais vulneráveis ao desânimo e percamos as rédeas do nosso dinheiro. O foco, que é sempre tão importante para que a gente conquiste nossos objetivos, desaparece! 

Para entender melhor como podemos virar esse jogo e vencer nossos obstáculos pessoais e psicológico, conversamos com o autor e empresário Eduardo Volpato que, recentemente, lançou seu livro “Decida Vencer” (Ed. Gente), onde traz como fio condutor a sua própria história de empreendedorismos raiz. 

Controlar a ansiedade e conseguir executar as demandas que possuimos talvez seja a maior dificuldade das pessoas. Para Volpato é muito importante que se consiga ter horários definidos para as atividades, como trabalhar, ficar com os filhos e fazer as refeições. “Ter um planejamento vai ajudar a manter o foco e não criar uma ansiedade por não saber quais são as demandas e prioridades a serem executadas”, complementa. 

Outra dica valiosa que o autor nos deu é entender que cada pessoa desempenha melhor em determinados horários.  “Algumas pessoas são matutinas, outras preferem trabalhar de tarde, e algumas se desenvolvem melhor à noite, então, é preciso analisar qual é o horário de melhor potencial. Dizer quais são as suas necessidades também é importante, afinal, em tempos em que todos estão em casa o tempo todo, não tenha receio de dizer quais são os momentos em que você precisa se concentrar em suas atividades e que não quer ser incomodado. É importante manter a individualidade o quanto for possível”, explica Eduardo. 

Livro Decida Vencer
Divulgação

Livro Decida Vencer

Se policiar quanto ao que você deseja e expressa em sua vida é o principal ponto. As vezes podemos achar que é besteira o tal “poder da mente”, da nossa energia não estar legal, mas faz todo o sentido quando entendemos que foco é exatamente alinhar a nossa mente aos nossos objetivos. 

Sobre esse ponto Volpato ressalta que “todo e qualquer decreto feito com fé e confiança será obedecido pela mente inconsciente e realizado pela mente consciente e objetiva. Ao escrever o que você deseja alcançar mentalize-o com riqueza de detalhes. Use seus cinco sentidos, faça com que seus cinco sentidos sejam usados e coloque emoção, ou seja, demonstre felicidade, sinta o prazer de estar com aquele objeto tão desejado e agradeça por tê-lo conquistado”.

A pandemia pegou a todos de surpresa, sem treinamento prévio ou estágio, portanto, é necessária uma dose extra de autoconhecimento para que os caminhos e as possibilidades sejam ampliados. Tente tirar o melhor dessa situação, começando um novo curso, desengavetando um projeto ou até passando mais tempo com a suas coisas, com a sua casa.

“Aproveite os tempos de isolamento social para conectar-se a você mesmo e entender que possui todos os recursos necessários para realizar os sonhos da sua vida e agir. Afinal, tão importante quanto sonhar é executar o sonho, por isso é fundamental sair da zona de conforto, afinal, ninguém deve passar por essa vida sem fazer aquilo que realmente deseja e cumprir a missão de vida”. Finaliza Eduardo Volpato.

Para pautas e sugestões: [email protected]

Fonte: IG GENTE

Comentários do Facebook

Empates fecham primeira rodada da Série C

Publicado

em


.

Dois jogos realizados na noite de segunda-feira (10) encerraram a primeira rodada da série C do Campeonato Brasileiro. No estádio Dilzon Melo, em Varginha (Minas Gerais), o Boa Esporte empatou em 2 a 2 com o Volta Redonda (Rio de Janeiro). Na outra partida, no estádio do Café, o Londrina (Paraná) também ficou na igualdade, mas sem gols, com o Criciúma (Santa Catarina), graças ao goleiro Danton, do Tubarão, que defendeu um pênalti a favor dos catarinenses.

Os confrontos foram válidos pelo grupo B da competição, que reúne dez equipes das regiões Sul e Sudeste do país. Por enquanto esta chave é liderada por Ituano (São Paulo), Brusque (Santa Catarina) e São José, que estrearam com vitória no torneio. Destaque para o triunfo da equipe do interior paulista, que derrotou, por 3 a 0, o Tombense, que decide o título mineiro com o Atlético-MG.

No grupo A ficam outros dez times do Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Ferroviário (Ceará) e Remo largaram na frente ao vencerem Botafogo-PB e Jacuipense (Bahia). O Ferrão ganhou dentro de casa por 2 a 0 na Arena Castelão, em Fortaleza. Já o Leão Azul surpreendeu fora dos domínios paraenses, batendo os baianos por 2 a 1, de virada, na Arena Valfredão.

A rodada de abertura ficou a dever apenas um duelo. Em virtude do novo coronavírus (covid-19), o jogo entre Treze (Paraíba) e Imperatriz (Maranhão) não pôde acontecer no último domingo (9) no Estádio Amigão, em Campina Grande. De acordo com a CBF, 12 dos 19 jogadores inscritos pela equipe maranhense na competição testaram positivo.

A competição vai até janeiro de 2021, e nesta edição tem um novo formato. Os quatro melhores colocados de cada grupo se classificam para dois quadrangulares. De um lado, o primeiro e o terceiro do grupo A com o segundo e o quarto do grupo B. Do outro, o primeiro e o terceiro do Grupo B com o segundo e quarto do Grupo A. Na sequência, os clubes se enfrentam dentro das chaves. Os dois melhores de cada lado conquistam o acesso à Série B e os vencedores de cada chave se classificam às finais.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários do Facebook
Continue lendo

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

ENTRETENIMENTO

POLÍTICA

Esportes

Mais Lidas da Semana

error: O conteúdo está protegido !!