conecte-se conosco


Direto de Brasília

“De forma nenhuma fomos traídos pelo Senado”, diz Rodrigo Maia

Publicado

em

source
Maia arrow-options
MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL
“De forma nenhuma fomos traídos pelo Senado”, diz Rodrigo Maia

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), negou que a retomada do texto original do projeto de reforma eleitoral e partidária, contrariando o acordo feito no Senado Federal, seja um desgaste. Ele e o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), são “irmãos siameses”, segundo ele.

Leia também: Entidades pedem para Maia evitar ‘retrocessos’ sobre projeto dos partidos

“Irmãos siameses. Meu grande amigo, político que eu admiro, que eu confio. De forma nenhuma nós fomos traídos pelo Senado. Nós temos uma relação de diálogo. Agora cada Casa tem a sua dinâmica e a sua realidade. Nós não podemos, porque o Senado entendeu que deveria priorizar apenas o fundo eleitoral, (pensar) que há traição, que há problema. Mas nós
temos convicção daquilo que nós fizemos. Não vamos fugir daquilo que a gente fez”, afirmou Maia .

Em um recuo à intenção de aprovar várias mudanças nas regras eleitorais, o Senado reduziu o projeto que fazia uma ampla reforma partidária flexibilizando regras de prestações de
contas e aprovou ontem somente a norma para o financiamento do fundo eleitoral. Antes vinculado a um percentual mínimo de emendas parlamentares, os recursos públicos para as
campanhas eleitorais serão, agora, definidos na elaboração das leis orçamentárias anuais.

Maia prevê alterar apenas alguns pontos no projeto, em acordo com os líderes. Ele disse que “dá para resolver” o que chamou de polêmica nas questões do pagamento de advogados
com verbas públicas, do ato doloso e da prestação de contas por vários de tipos de contabilidade fora do TSE.

“Ou pelo menos que vão mudar na proposta original. Alguém pode destacar outros”, comentou.

Leia mais:  Justiça francesa determina retorno de 25 fósseis pré-históricos ao Brasil

Segundo o presidente da Câmara , não haverá desgaste para os deputados “de jeito nenhum” se o texto original for retomado, porque a Casa “tem convicção do que aprovou”, apesar de
saber que alguns pontos geraram polêmica e precisam deixados fora do texto ou ter a redação melhorada.

Leia também: Conselho de Ética e Decoro do Senado é instaurado com sete meses de atraso

“Mas nós não temos dúvidas que nós votamos, na maioria dos artigos, aquilo que nós entendemos que é o melhor para o processo eleitoral e partidário”, disse.

Ele rechaçou o entendimento de que a Câmara tem que optar entre o texto original e o aprovado pelo Senado. Técnicos ouvidos pelo GLOBO afirmam que, quando um texto da Câmara é emendado pelo Senado, ele retorna à Câmara e a Casa pode, então, aprovar a alteração do Senado ou voltar ao texto original, sem meio-termo.

“Não procede, porque o texto aprovado no Senado é como se fosse aprovado um artigo e supressão dos outros artigos. Então a Câmara pode, se essa for a decisão dos deputados e do
relator, manter a supressão em alguns artigos e recuperar o texto em outras. Pode ser um texto entre o que foi aprovado na Câmara e no Senado”, salientou.

Ele voltou a defender que não há necessidade de aumentar o fundo eleitoral em relação ao valor de 2018, de R$ 1,7 bilhão. No texto aprovado pela Câmara e pelo Senado , o montante
está apenas atrelado à Lei Orçamentária Anual. Um acordo entre líderes e o governo, então, pode definir o tamanho do fundo.

“A coisa mais importante na política é a palavra, são os acordos. Todo mundo entende que uma eleição municipal deva custar mais que uma eleição nacional, só que nós vivemos uma
crise, então precisamos também sinalizar para a sociedade que a gente precisa ter tranquilidade no processo eleitoral, mas respeitando a realidade econômica do país”, ressaltou.

Leia mais:  Presidente da Argélia renuncia após pressão popular e dos militares

Leia também: Delator de pagamento de propinas a Aécio Neves e Edison Lobão é encontrado morto

O presidente da Câmara contemporiza as críticas feitas ao projeto nesta semana por entidades que defendem a transparência nas contas públicas.

“Nós sabemos que tem polêmica, durante a votação sabíamos que alguns artigos iriam gerar polêmica e geraram. Por isso que o sistema democrático bicameral é bom. Uma Casa vota, a
outra vai revisar. Entre uma votação e outra, a sociedade estuda, questiona, critica, bate. Bate com força, às vezes dói, mas é assim que é a democracia. Graças a Deus a gente
tem quem possa nos criticar no nosso país”, completou Maia .

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
publicidade

Direto de Brasília

Refém foi atingida por estilhaço da bala que matou assaltante de Viracopos

Publicado

em

source
viracopos vítimas arrow-options
Redes sociais / Reprodução
Além de ter feito a mulher de refém, os assaltantes fecharam a rodovia próxima ao aeroporto para facilitar o escape.

O Hospital PUC-Campinas , onde a refém de assalto do Aeroporto de Viracopos está internada, informou, nesta sexta (18), que a vítima está estável , sedada e em ventilação mecânica .

Leia também: Relembre os roubos milionários em aeroportos que aconteceram em 2019

Durante a manhã, a família da vítima havia informado que ela estava em estado grave .

Ela foi feita de refém por duas horas junto de sua filha de 10 meses , na tarde desta quinta (17), por um dos assaltantes . O criminoso foi morto durante o resgate das vítimas.

Segundo a Polícia Militar , estilhaços da bala usada para matar o assaltante teriam ferido a mulher na região do glúteo .

Leia também: Assalto em Viracopos: Mãe e criança são liberadas após 2h como reféns

O hospital informa que os estilhaços atingiram a lombar , região que faz parte da coluna vertebral.  

O bebê  saiu ileso e a mulher foi operada no mesmo dia.

Fonte: IG Política
Comentários do Facebook
Leia mais:  Renan Calheiros critica Deltan Dallagnol e o chama de “ser possuído”
Continue lendo

Envie sua denúncia

Clique no botão abaixo e envie sua denuncia para nossa equipe de redação
Denuncie
Estadual24 minutos atrás

Agenda das comissões traz prestação de contas de secretário da Saúde

A próxima semana (21 a 25 de outubro) da Assembleia Legislativa (Ales) contará com o secretário de Estado da Saúde, Nésio...

Estadual24 minutos atrás

Ales terá semana de atividades para servidores

Cultura, beleza, saúde e também gestão financeira. Na próxima semana os servidores da Assembleia Legislativa (Ales) serão homenageados com uma...

Estadual24 minutos atrás

Autismo: ausência de políticas públicas pauta sessão especial

Na primeira reunião da Frente Parlamentar em Defesa da Qualidade de Vida da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA),...

Estadual1 hora atrás

LOA e PPA: Defensoria reapresenta demandas

O cumprimento da Emenda Constitucional 80/2014, que determina quantidade de defensores públicos proporcional à demanda da população em cada Estado,...

Estadual1 hora atrás

TV Assembleia entrevista Coronel Quintino

O programa Com a Palavra desta segunda-feira (21) exibe a entrevista com o deputado Coronel Alexandre Quintino (PSL). Em seu...

Policial1 hora atrás

Operação conjunta apreende grande quantidade de drogas e prende três suspeitos em Marataízes

A equipe da 9ª Delegacia Regional (DR) de Itapemirim, em parceria com a Polícia Militar (PMES) e a Guarda Municipal...

Policial1 hora atrás

Policiais civis prendem associação criminosa que realizava roubos na Serra

A equipe do Departamento Especializado de Investigações Criminais (Deic) prendeu três suspeitos e apreendeu um adolescente, todos envolvidos em um...

São Mateus

Regional

Estadual

Nacional

Policial

Mais Lidas da Semana